13 de fevereiro de 2012

1ª Corrida Nauticampo

A manhã começou com o relógio a despertar às 07:50.  -.- Zzzz.....

Tempo suficiente para me vestir.

Tudo arrumadinho de véspera.

Tomar o pequeno pequeno-almoço. Antes de uma prova nunca consigo comer muito.


Café e torradas com manteiga de amendoim e banana.

E sair de casa, esquecendo-me da máquina fotográfica e do telemóvel.

Portanto, na falta de uma reportagem fotográfica, todo o relato do acontecimento terá de ser imaginado, tendo por base as minhas excelentes descrições vívidas. Dêem o vosso melhor.

A prova tinha início apenas às 10h00, mas tive de chegar mais cedo para levantar os dorsais, que só foram entregues no próprio dia. A partida e meta seriam em frente à entrada principal da FIL e, juntamente com os dorsais e o chip (que nos permite saber o tempo exacto que demoramos desde que passamos pela linha partida até cruzarmos à meta), foram entregues bilhetes para a Nauticampo, um por cada corredor.

Estava frio e mantive o casaco até faltarem apenas 2 minutos para as 10h, altura em que já se viam pessoas a alinhar na linha de partida, aos saltinhos, para aquecer. Apesar das filas para levantar os dorsais, que pareciam nunca mais acabar, a multidão lá acabou por ser despachada e o tiro de partida ouviu-se às 10h em ponto.

Os primeiros metros são a confusão do costume, com um funil de pessoas que tentas passar/tentam passar-te aos "esses". Foi especialmente chato ter de andar a desviar-me de uma ou outra pessoa que se tinham inscrito para a caminhada (3km) e que, pelos vistos, não ouviram as dezenas de avisos, ao megafone, para que se concentrassem atrás dos atletas que iriam fazer os 10km, uma vez que o início da caminhada seria 1 minuto depois. Mas imagino que também seja chato para as lebres-super-rápidas terem de se desviar para passar uma tartaruga-lenta-mas-feliz como eu, por isso não me posso queixar muito.

Passada a aglomeração inicial, os primeiros 3 quilómetros foram uma volta na zona do Parque das Nações, voltando a passar perto da zona da partida, para depois continuar sempre em frente até à zona do Trancão.



Agora, para ajudar à visualização, fiz um resumo ilustrado que mostra a evolução dos acontecimentos no decorrer da prova.

Até ao Km 4:
Yay! Estou fixe, na boa, faço isto com uma perna às costas.

Km 5:
Hmmm, já não estou tão fixe...

Km 6 (abastecimento de água):
Nope! Fixe outra vez!

Km 7:
Estou a morrer.

Km 8:
Continuo a morrer.

Km 9:
Ok, acho que consigo adiar o colapso mais 1km...

Km 9,5:

A meta está já ali a seguir à curva, estou a ver o fotografo, ó meu Deus, disfarça o ar de morte!


Km 10:
Cheeeeeese!!

META!

1:03.09* -> Recorde Pessoal, menos 6 minutos, ó yeah baby!

* Este é o tempo oficial desde o tiro de partida. Como nem todos atravessam a linha de partida ao mesmo tempo, é para isso que temos o chip, para ter acesso ao tempo líquido, ou seja, o tempo que cada pessoa leva a concluir a prova desde que passa a linha de partida até que atravessa a linha da meta. Ainda não fui consultar o meu, mas deve ser uns 15/20 segundos abaixo da 1h03. Depois actualizo.

! ACTUALIZAÇÃO: 01:02.40

No geral, esta prova foi mais difícil para mim que a anterior. Apesar de ser um percurso praticamente plano, o piso não era dos melhores e, como já conheço bem a área, pode tornar-se aborrecido estar sempre a passar pelos sítios de sempre.
Também não tinha a assistência que teve a S. Silvestre, onde havia gente nas ruas e nas janelas a apoiar. Pode parecer que não, mas dá alguma força, quanto mais não seja porque não queremos estar com ar de morte quando as pessoas nos estão a aplaudir ;).

Parte da razão de ter feito um melhor tempo foi ter um companheiro de corrida mais rápido, que puxou por mim. Eu sou um bocado piegas e, se vejo que estou a ficar muito cansada, abrando logo. E uma prova não é um treino. A verdade é que preciso de começar a testar mais os meus limites, se quero evolução. Houve alturas em que, se estivesse sozinha, de certeza que teria corrido mais devagar, mas não quis dar parte de fraca e mantive o ritmo, "acelerado" (para mim), a partir dos 6,5 km.
(Obrigada por teres puxado por mim, embora na altura estivesse interiormente furiosa e disposta a bater-te, mas sem forças para o fazer. Obrigadaaa!)

No final foi-nos entregue um saco de plástico com a t-shirt (para variar já não havia tamanho S, não sei o que se passa com estas corridas, já na outra vez foi igual. Será que são os homens que querem uma t-shirt justa que lhes saliente os  músculos? É que não havia assim tantas mulheres... Xistarca, para a próxima mais tamanhos S, pleeeease.) e algumas papeladas.

Como não houve medalha, aqui fica uma foto minha, já em casa, com a t-shirt larga e uma amostra de champô, que vinha de oferta, a servir de troféu.


Só para que saibam, eu não tenho mãos de gigante, foi do ângulo da foto.

E assim se passou mais uma prova. Tenho a impressão de que muitas se seguirão
Ah, e meninas, em comparação com os homens, ainda se vê muito poucas mulheres a correr, temos de mudar isso!

Não tarda nada, esta tartaruga vai estar a fazer 10km em menos de uma hora. Só preciso de mais treino e alguém que corra mais que eu, que me provoque e irrite e me faça chorar de tão zangada cansada.

Se resultar sempre em RP, não me queixo.

Muito.

:)

5 comentários:

  1. Realmente na foto parece que tens mãos de gigante :D Mas eu sei que é do ângulo, isto das fotos é mesmo traiçoeiro! :D

    Muitos muitos parabéns pela corrida! A sério, Respect! ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Nunca participei numa prova por isso nunca tinha pensado em nada do que aqui escreveste! Olha, foi um relato super espetacular e fez me mesmo perceber que apesar de querer mto não estou de todo preparada para uma meia maratona LOL Talvez para o ano?

    Vou responder ao mail!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Muito bem! Continuação de bons treinos, para melhores provas e melhores ainda as sensações a fazê-las!

    gostei das ilustrações do teu decorrer da prova :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei o teu post, e a tua infografia :D
    e o aspecto do teu pequeno-almoço :D

    um dia destes eu disse ao meu pai que para o ano iria com ele a uma meia maratona (daqui a um ano)
    mas ele disse que nao e falou na corrida de sao joao... mas já falta pouco!!!! ahhhh *socorro* lol (eu nao corro muito. lol)

    parabens pelo record e pela corrida!!! :D

    ResponderEliminar
  5. Obrigada!
    É bom ver que há meninas interessadas em fazer maiores distâncias. Têm todo o meu apoio! ;) Por enquanto não tenho disponibilidade para me dedicar a um treino mais sério para a meia-maratona, mas lá chegarei :)
    Tudo a mexer! lol
    Beijinhos**

    ResponderEliminar