1 de fevereiro de 2012

Assaduras estão na moda



Não, não são essas assaduras.

São estas.

Quem corre, sobretudo se correr um maior número de quilómetros e/ou as roupas não forem o mais adequadas, está sujeito a todo o tipo de assaduras.
As mais frequentes são entre as pernas, ao roçarem uma na outra, debaixo dos braços e, nas mulheres, na zona do soutien.
A escolha de um bom soutien de desporto é MUITO importante, vão por mim. Já tive as mais variadas assaduras devido a uma má escolha de soutien, e nem sempre os mais caros evitam a fricção. Uma vez comprei um soutien de desporto, em promoção, que mesmo tendo desconto me custou quase €30, e mesmo assim, da primeira vez que o usei, fiquei com uma grande assadura debaixo da mama. Muito sexy, a sério. O meu namorado a-do-ra ter uma mulher cheia de assaduras desportivas, é a nova moda.

Verifiquem sempre o tecido antes de comprar qualquer top, t'shirt, ou calções. E retirem SEMPRE as etiquetas. Não vão querer ficar com uma assadura na zona do cóxis devido ao roçar de uma etiqueta durante toda a corrida e só verificarem quando chegarem a casa e quase darem um salto no duche quando a água quente passar pela zona. Não que já me tenha acontecido...

A melhor forma de as evitar, antes de uma corrida ou treino, é espalhar vaselina pelas zonas mais propensas a criar assaduras (ver imagem). Se algum dia esgotar o stock de vaselina nas grandes superfícies, podem culpar os desportistas. Decerto serão os grandes responsáveis.

Claro que, a não ser que se besuntem integralmente com vaselina da mesma forma com que se besuntam de protector solar na praia, podem ser haver surpresas.

Tudo isto para dizer que hoje estreei uma nova zona.  --> Pessoas mais impressionáveis podem deixar de ler agora.

Já não estão a ler?

Prosseguindo.


Não, não é um chupão nem uma queimadela de um cigarro. É mesmo uma assadura na zona da clavícula.

Hoje usei uma t'shirt com uma gola mais larga e o fecho da sweat shirt passou o tempo todo a bater na pele ao compasso da corrida. CLARO que uma pessoa não repara nisso quando está a correr, só repara quando o mal já está feito e chega a casa, em frente ao espelho, e se depara com uma nova marca de beleza.

E CLARO que a primeira coisa que fiz, assim que pude, foi mostrar ao namorado. Até fiz questão de lhe mandar uma mms. Já disse que ele a-do-ra as minhas assaduras desportivas?


Vão correr! (só não se esqueçam da vaselina...)

1 comentário:

  1. os homens sofrem um pouco com isso nos mamilos!!!
    até doi só de ver!!!

    ResponderEliminar