9 de março de 2012

Batalha mental durante o exercício



Há uns tempos fiz um post sobre como arranjar motivação para fazer exercício. Mas o que fazer quando já estamos a meio do exercício e o diabinho na nossa cabeça não se cala? "Já chega, hoje não te apetece, sabes bem, podíamos estar a comer um gelado neste preciso momento, porque é que insistes em continuar, não vês que custa tanto, quem é que tu pensas que és, a nova Rosa Mota, com essas pernitas não vais a lado nenhum, ninguém quer saber se não fizeres o treino todo, pára agora, põe fim ao teu sofrimento, blá blá blá". Estão a ver a ideia?


A corrida, por exemplo, é um desafio tanto mental como físico. Alguns corredores (eu! eu!) debatem-se quando o corpo até tem vontade de correr mais, mas é muito duro, mentalmente, continuar. No entanto, há alguns truques que podem ajudar quando o desconforto é, em grande parte, mental. Os que vou aqui partilhar são orientados sobretudo para a corrida, mas podem ser adaptados aos mais diversos exercícios. Está tudo na nossa mente, vamos lá!

Atenção: não sou nenhuma especialista neste assunto, nem sequer sou grande corredora. Sou apenas uma pessoa que gosta de correr e partilho aqui sugestões que resultam comigo, bem como algumas dicas trocadas com outras pessoas. Talvez possa ser útil para alguém que, como eu, está a começar. Se tiverem algo a acrescentar à lista, todas as sugestões são bem-vindas!


0. Antes de mais, assegura-te de que se trata mesmo apenas de cansaço ou a dor normal resultante da prática de exercício. O objectivo é não ceder à preguiça e continuar quando estamos em condições de o fazer, mas também não queremos criar nenhuma lesão durante o treino. Se achas que estás a sentir alguma dor que não é normal, pára, faz alongamentos e anda durante um bocado. Depois volta a correr lentamente e, se a dor persistir, é melhor dares o treino por terminado. Não arrisques se algo não te "soar" bem!

1. Corre com música, mas não te limites a uma só Playlist. Pessoalmente, gosto de ter hipótese de escolha, porque nunca sabemos qual vai ser o nosso humor durante a corrida. Quando fizeste o download do Moves like Jagger a música podia parecer-te muito boa em teoria, mas, na prática, pode vir a dar-te vontade de esmurrar o mp3. Previne o tédio e cria playlists de diferentes géneros e depois escolhe de acordo com o que estiveres a sentir no momento.

2. Em contrapartida, e para quem não gosta de correr com música, uma boa táctica é concentrar-se na respiração. Inspirar pelo nariz, expirar pela boca, inspirar pelo nariz, expirar pela boca... Quanto mais concentrado estiveres  no acto de respirar, menos pensas no cansaço.

3. Distrai-te com o ambiente que te rodeia.  Escolhe um local particularmente bonito: beira-rio, praia, um parque, observa a natureza, as pessoas, até outros corredores. Manteres o foco fora de ti vai ajudar-te a passar melhor o tempo. E, quem sabe, não passas por alguém com aspecto de quem está pior do que tu? Ahah! Parece mauzinho, mas a verdade é que temos sempre tendência a menosprezarmo-nos e a deixarmo-nos abater. Quando alguém que tem mais dificuldades do que nós continua a lutar e a superar-se, como é que nós podemos continuar a queixarmo-nos? Siga!

4. Também um bom truque para te ajudar a passar o tempo é inventar pequenos jogos: quantas pessoas de t-shirt amarela vão passar por mim? Quantos carros da marca X consigo descobrir? Quantos corredores usam ténis da marca ASICS?

5. Tem um diálogo contigo próprio! Na tua cabeça, ou mesmo alto, se for preciso (é completamente normal). Incentiva-te, convence-te de que o cansaço é apenas mental e de que consegues ultrapassá-lo. Dá umas palavras de apoio às tuas pernas (mais uma vez, completamente normal!), repete o quanto te vais sentir bem por não teres desistido.

6. No seguimento do anterior, descobre e repete o teu "mantra". Todos conhecem o famoso slogan da Nike "Just do it". A internet está cheia de sites e imagens com citações inspiradoras. Escolhe uma frase que te motive especialmente e repete-a durante o treino em alturas particularmente difíceis. É algo que te mantém focado e pode dar-te aquele empurrãozinho de que precisas.



7. Divide o treino por partes. Se tens de fazer 15km, divide-os, por exemplo, em secções de 5km cada. Parte com a mente na ideia que estás apenas a fazer 5km e, no fim dessa etapa, "finge" que estás a começar de fresco e foca-te em chegar ao final de mais 5km. Dividir, ainda que mentalmente, um treino ou exercício longo em pequenas etapas, não o tornam tão "esmagador".

8. Quando achares que já não aguentas mais, negoceia. "Vou correr só até aquele poste e depois paro". "Corro só até ao final da próxima música e depois paro". Depois pergunta-te "Será que não aguento mesmo correr mais um bocadinho"? Provavelmente a resposta é que sim, aguentas! Pelo menos até ao poste a seguir.

9. Joga com os ritmos. Não vais conseguir aguentar muito tempo se estiveres a dar o teu máximo, mas podes aguentar mais tempo no teu mínimo. Altera a velocidade. Corre 100 metros à velocidade máxima que conseguires e depois recupera devagarinho. Corre devagarinho durante uma música calminha e depois dá tudo numa música mais a abrir.

10. Visualiza o que te espera quando, finalmente, parares de correr. Eu adoro pensar sobre o que vou fazer a seguir ao treino, principalmente se estiver um delicioso bolo de chocolate à minha espera, em casa. (Ah!) Mas também podes visualizar o teu tempo recorde a piscar no visor, um banho relaxante, o sofá confortável à tua espera, o bem que te vais sentir por teres feito o exercício. E, a longo prazo, o bem que te vais sentir quando perderes aqueles quilinhos, quando couberes nas calças de há 5 anos, quando cruzares a meta da tua maratona, o quanto te vais sentir orgulhoso por teres persistido quando mais te custava.



Espero que estas ideias possam ajudar a aliviar o vosso cansaço mental durante os treinos! Mais alguém tem algum truque que queira partilhar?



9 comentários:

  1. Adorei o teu post :D
    mesmo...

    eu não sou nenhuma corredora (de todo) só consigo correr meia hora mas as minhas manhas são:
    não consigo correr com musica, porque baralha-me o ritmo, e eu tenho tendencia (como toda a gente) a mexer-se mesmo com a musica, e baralha-me e enerva-me. lol
    eu foco na respiração, e depois tento dizer piadas para mim mesma, ou inventar cenas estupidas.
    e eu tenho um pensamento comum quando estou "na minha" que é: maneiras de encaixe. lol
    como é que peças poderiam encaixar umas nas outras, ou elementos, objectos, o que calhar... LOL

    mas na 2f, vou ler outra vez o teu post, e lá vou eu!!!! :D

    beijinhos grandes ****

    ResponderEliminar
  2. excelentes dicas, mesmo !!

    eu normalmente também uso algumas das q referis-te para aqueles dias que estaciono o carro em frente ao gym e fico 5 min a pensar: vai para casa, vai descansar, não te apetece, vais mais cedo para casa e fazes um bom jantar, blablabla! LOL

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. boas dicas, boas dicas! é isso mesmo, se uma pessoa fizer a vontade da mente, muitas vezes nem saía do sofá.

    ResponderEliminar
  4. Ah, e lembrei-me de outra técnica contra o cansaço durante a corrida: dar aos braços!! Mexer mais rapidamente os braços ajuda a continuar a correr quando as pernas estão mais cansadas, a sério! :)

    ResponderEliminar
  5. TODOS esses truques resultam comigo!!! (qd não estou numa de correr simplesmente nem vale a pena ir pq começo a arranjar mil e umas desculpas para voltar para trás!)
    o 4. é que nunca tentei... mas deve ajudar :P

    beijinhos e bom fds :)

    ResponderEliminar
  6. Li o teu post de uma ponta à outra umas três vezes! Está mesmo fixe :D

    Eu acho que já fiz todas as coisas algumas vezes. Uso bastante o do 'corro só até ali' 'agora já cheguei e não custou assim tanto, corro só até ali' ;)

    Tem um óptimo Domingo :D

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito de ler as tuas sugestões.
    Aliás gosto muito do teu blog é super fresco, positivo, descontraído e divertido!!
    Parabéns :)
    Bom fim de semana e cont. de óptimas corridas

    ResponderEliminar
  8. Obrigada a todos! Sois uns fofos! ;D

    E, depois do dia de hoje, apercebi-me de que preciso de todos os truques e mais alguns... Posts depressivos seguem-se! (mas não muito, que eu gosto de manter um certo nível de patetice ;p )

    Beijinhos, pessoas lindas!

    ResponderEliminar
  9. Um bom truque é correr para longe de casa em vez de correr perto de casa (à volta do quarteirão, ou o que seja).

    Correr perto de casa facilita a desistência pois a casa está perto demais e a tentação aumenta.

    Correndo numa determina direcção, "fugindo" de casa, faz com cada passo dado na ida tenha de ser repetido na volta.

    Eu costumo fazer isto, indo correr para uma zona que fica a 3.5 Km de distância de minha casa.

    Chegando a esse local faço mais alguns quilómetros.

    Como *tenho* de voltar para casa, esta estratégia garante-me que pelo menos faço 7 Km.

    ResponderEliminar