11 de abril de 2012

Depois da tempestade... (vem o Ironman?)

vem sempre a bonança, lá diz o ditado e é verdade. A batata-doce deve mesmo ser uma boa fonte de hidratos para os desportistas, porque o treino de hoje correu beeeem!



Treino de hoje:
Final da tarde
Distância: 7km intervalados
Tempo: 40:24

Distância total com intervalos: 9,6 km


É nisto que temos de pensar: que há dias bons e dias maus. A manter-se a sequência bom treino - mau treino - bom treino, a corrida de fim-de-semana não vai ser grande coisa... Mas vou manter a esperança!

Para quem é novo no blogue, menos de 6m/km é uma velocidade rápida para mim (o que não é grande coisa para quem corre a sério). Só consigo mesmo mantê-la em corridas pequenas (5km ou menos) ou nestes treinos intervalados. Mas consegui baixar 1 minuto desde o último treino semelhante e estou contente! Aos pouquinhos, espero ganhar a resistência suficiente para tornar a correr uma prova de 15km sem sentir a morte... Passinhos de bebé!

Ironman

De vez em quando gosto de assistir a documentários e filmes que me mantenham motivada. Já tinha falado aqui no "Espírito da Maratona", que gostei muito de ver por se tratar de um documentário sobre a preparação e dia-a-dia dos atletas que vão correr a maratona de Chicago. O que acho mais interessante são os relatos das pessoas "normais" (=não-atletas profissionais), porque consigo identificar-me e fico sempre a pensar que, se elas conseguem, eu, um dia, também hei-de conseguir!

Ultimamente tenho visto documentários sobre a competição Ironman, depois de um comentário do Nainho. Vi o link que ele sugeriu e, a partir daí, comecei a ver outros.

Participar numa competição destas nunca me passou pela cabeça, quanto mais não seja por se tratar de um Triatlo, e eu ficar cheia de suores frios sempre que pego na minha bicicleta para ir dar um passeio pelo parque, quanto mais para pedalar 180km (claro, por isso é que não participo ;)... ) Mas fico fascinada com estas pessoas, sobretudo, novamente, com as pessoas "comuns", que não vão ganhar nada (monetariamente falando, claro, porque a recompensa moral deve ser imensa), pelo contrário, até vão gastar muito dinheiro, uma prova destas não sai barata, para nem mencionar o equipamento.

Além do mais, os treinos são muito exigentes, física e psicologicamente, e devem ter alturas de dúvida, inseguranças, para já nem falar da vida familiar e social que é afectada pelo exigente volume de treinos a que têm de sujeitar-se... Então, porque o fazem?

Perante esta pergunta lembro-me sempre de George Mallory, um montanhista que, na década de 20, participou em três expedições ao Monte Everest. Quando lhe perguntaram porque ele queria tanto subir ao Everest, a resposta dele foi: "because it's there". Porque está ali. E eu acho que é por isso que as pessoas criam objectivos e querem participar em experiências desafiantes... Porque elas existem, e nós queremos fazer parte delas. Porque queremos saber o que se sente quando se realiza um sonho que achamos impossível.

Ver o filme: aqui.
Nestes documentários, para além de seguirmos a prova dos profissionais, vamos seguir também a prova de senhores de 80 anos, pessoas que à primeira vista parecem em baixo de forma, pessoas que ficaram amputadas em acidentes, pessoas com doenças incapacitantes... Todas a quererem provar que conseguem. É impossível não nos emocionarmos com o seu esforço e quando conseguem cortar a meta antes da meia-noite, hora máxima a que têm de concluir a prova para se tornarem verdadeiros Ironmen.
Claro que nem todos têm finais felizes: há pessoas que se lesionam, que se sentem mal, que têm dores que não conseguem gerir, outras que não conseguem terminar as provas de natação e bicicleta dentro dos tempos... E também é de cortar o coração ver a desilusão na cara da pessoa, os meses e meses de treino que depois não consegue traduzir num final vitorioso (sou uma chorona, pronto!).

Eu gosto mesmo muito de conhecer estas histórias e motiva-me sempre a trabalhar mais pelos meus objectivos. Enquanto alguns pensam: "que grandas malucos", eu penso: "que grandas malucos" e "uau!".



E vocês, que fazem para se inspirarem nos vossos objectivos? Têm algum ídolo de referência, pensam na vossa família, visualizam uma meta?

Alguém quer partilhar o seu sonho mais audaz/assustador/difícil/desafiante? Não precisa de estar relacionado com desporto, basta ser algo que achem inatingível e que gostariam de provar que é possível!


O meu, se lêem o blogue há mais de 3 dias, já sabem: A Maratona de Nova Iorque!
(E parece que não sou a única... ;) )


 

8 comentários:

  1. Gostava de voltar a correr a Maratona de Paris, que foi a minha 1ª, em 2001...

    E olha minha amiga, com persistência, vais melhorando sim! E a evolução não é sempre em espiral ascendente. Às vezes há tropeços, parece que damos passos atrás, mas SE continuarmos sempre a treinar e não desistirmos, aos poucos os resultados vão aparecendo.

    ps: não queres ir à Corrida do Benfica? (são só 10 quilometrozinhos...)

    ResponderEliminar
  2. Olá!

    Eu tenho um problema com frutas com caroços pequenos! Daí não gostar de melancia ou uvas :P Se tu já tivesses visto retirarem de um brônquio de alguém um caroço também pensavas duas vezes antes de comer! A sério, isso são armas mortíferas disfarçadas de frutinhas inocentes! :D

    Por acaso pensei bastante e não sei em que é que me inspiro. Quer dizer, acho que tenho diferentes fontes de inspiração consoante os temas. Em termos profissionais tenho vários médicos com quem já lidei que me inspiraram, sendo possivelmente a melhor de todas a minha ginecologista. A nível pessoal a minha mãe também é uma grande fonte de inspiração :)

    O meu sonho mais audaz é cantar em frente a um público. Sabes, do género do Ídolos, mas de preferência que não passasse na televisão (já passei pela experiência de participar num concurso televisivo e foi horrível!) :P Já cantei para os meus amigos e para a minha família, mas não é a mesma coisa. Tu és a primeira pessoa do mundo virtual a quem conto isto (e possivelmente a última, porque eu guardo bastante segredo sobre o facto de gostar de cantar).

    No fundo sinto-me um pouco egoísta porque lá está, eu tenho nas mãos a oportunidade de fazer algo tão fantástico como ser médica e ajudar os outros, mas se tivesse a oportunidade de ir cantar umas canções nem olhava para trás. Mas pronto, é o meu sonho mais audaz/assustador/difícil/desafiante ;)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Eu não gosto muito de corrida, mais porque correr na rua faz-me ter vergonha, parece que fica tudo a olhar! xD

    O treino realmente foi bom! Não desvalorizes! Correr a 6km/h acredita que não é mau! :D
    Bjinho

    ResponderEliminar
  4. Eu também gosto de conhecer outras estórias e relatos, perceber como é feita a preparação e o que sentem as pessoas que se preparam para maratonas mas, no caso, de bicicleta ;)
    De qualquer forma, também 'aprendi' a gostar de correr e acho que vais no bom caminho nos teus treino.
    Um beijinho e até breve.

    ResponderEliminar
  5. O meu sonho... é mesmo um ironman no hawai... um dia nem que seja daqui a 20 anos.. é o sonho mais alto (desafio fisico)

    Mas como cada ano um sonho alto.. este ano é uma maratona..

    http://aminhacorrida.blogspot.pt/2012/04/estao-completamente-loucos.html


    Tu tens tudo o que é preciso para correr... gosto e vontade... pensa alto.. sorri em grande..

    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  6. eu acho mt bom ter assim objectivos e lutar por eles, eu realmente tive ainda á uma semana um exemplo de um colega que andou a treinar um ano para uma mega prova de btt e dps a 5 kg do fim teve de parar com vomitos, ele chorou mtttttttt e ficou mt desiludido! mas eu acho que o importante é chegar lá!

    ps- afinal os meus 5 km em 34 min foram mt mausssssss lololol mas pronto conta que sou iniciante


    bjoca

    ResponderEliminar
  7. Desconhecia esta modalidade, ou melhor, sempre ouvi falar o Trialto e sabia o que era mas nunca tive muita noção os kms.
    Iroman é... assustador! :D

    bjinhos

    ResponderEliminar
  8. Ai mulher... puseste-me a chorar com o filme... fogo... caramba
    é muito emocionante mesmo... ai vida...

    O meu super sonho é ir a tokyo. LOL
    mas pronto... é praticamente inatingível. :P

    Beijinhos grandes :D e um bom dia para ti ***

    ResponderEliminar