16 de abril de 2012

Hoje foi um dia mau



Hoje foi um dia mau.

"Isto não pode estar a acontecer". A viagem de volta a casa é passada num alheamento atravessado de imagens difusas, a cidade que corre lá fora. Tudo é estranho. Tudo é inacreditável. "Isto não pode estar a acontecer". Chego a casa e o silêncio é ensurdecedor. Tenho de sair. E calço os ténis, fecho a porta atrás de mim.
"Isto não pode estar a acontecer". Negação.

Hoje foi um dia mau e quero atribuir culpas.

Começo a correr. Canso-me. Neste momento, a culpa é do vento. Fere-me, distrai-me, desafia-me. Estou farta do vento. Odeio o vento. Quero correr e o vento começa a irritar-me. Estou cansada, quero respirar, quero avançar e o vento enerva-me. Ardem-me os olhos do vento e do ódio que o vento me mete.
"Pára. Estou farta. Odeio-te." Sim, o vento.  Raiva.

Hoje foi um dia mau e eu quero saber o que posso fazer para o alterar.

Talvez se eu mudar de direcção. Talvez a volta de 180º seja mesmo necessária. Se eu mudar, isto também muda? Se eu correr mais, se eu lutar mais, se eu não parar de correr, se eu parar de me queixar, se, se... Pode ser? Vou mudar.
Mudo de direcção. Continuo a correr. Negociação.

Hoje foi um dia mau e sinto-me uma merda.

Estou cansada. Custa-me respirar, o ar que me entra nos pulmões não é suficiente. Queria absorver todo o oxigénio do mundo, mas não consigo. Continuo a correr e sei que não vou a lado nenhum. Já corri antes e sei que, no fim, não está lá nada. Então para quê? Estou tão cansada. Doem-me as pernas, os joelhos, as ancas. Doem-me os pulmões e doi-me o coração. Continuo a correr na dor e nem sei para quê.
Sentir dor sempre é melhor do que não sentir nada... Não é? Depressão.

Hoje foi um dia mau e eu tenho que aprender a viver com ele daqui para a frente.

O dia foi. A corrida continua. Sei que vão haver mais dias de vento. Sei que vou continuar a correr e sei que vai continuar a doer. Mas também sei que, se continuar a correr, cada dia vai doer um bocadinho menos. Talvez até passe a ver beleza num dia de vento.
Talvez. Aceitação.



Hoje corri 11km em 1:09:51.


Hoje foi um dia mau e depois corri.


12 comentários:

  1. Posso dizer o quanto adorei o texto?!
    Acho que não são precisas muitas palavras para dizer que é arrebatador.
    Beijos grandes.

    ResponderEliminar
  2. dia mau... simmm a correr dessa maneira!! mas que estava um vento de cortar, estava! estamos em sintonia, tb tive um dia super mau e triste, tive d despedir 3 pessoa!... enfim ! venha o sab. rapidamente!
    bjinho

    ResponderEliminar
  3. Estou solidário, sei o que é isso.
    Apesar de tudo foi um bom treino.
    E amanhã será melhor. ;)

    ResponderEliminar
  4. hoje não foi um dia tão mau assim, no final das contas, 11 km são 11 motivos para te sentires melhor ctg e com o mundo!

    Mas partilho totalmente a raiva + ódio pelo vento. Não tem ajudado nada!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. O que se passou?

    Li todo o teu artigo angustiada, senti-me mesmo triste. És sempre uma pessoa tão positiva, tão alegre :(

    Eu sei que é difícil acreditar nisto quando estamos mesmo em baixo, mas acredita que vai tudo ficar bem eventualmente. Vai tudo correr bem.

    Se precisares de alguma coisa, de falar, de desabafar, de piadas parvinhas, eu estou aqui.

    Muitos beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. Espero que esteja tudo bem contigo :S

    Quando estou mal com a vida também me ajuda correr. Há semanas que me sinto verdadeiramente deprimida e depois de dias de molho na miséria, ajuda meter-me a correr, com os phones nos ouvidos no máximo e deixar na estrada tudo aquilo que me chateia/deprime.

    Beijinhos e força para ultrapassar esses dias maus :)

    ResponderEliminar
  7. Hoje correste. Hoje foi um dia bom!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. que texto fantástico!
    o dia que eu conseguir correr 11km vou ser tão feliz *.*
    espero que depois da corrida estejas mais animada.. deixa lá o dia mau e que o de hoje seja bem melhor :D

    Beijinhoos*

    ResponderEliminar
  9. Pode ter sido um dia mau mas este post está fabuloso e muito giro :-)
    Espero que não tenha acontecido nada de grave e que te sintas mais animada depois de uma corrida de 11 Kms, o que é excelente.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Apesar de ser um texto sofrido e com um desabafo forte, não deixa de estar um texto óptimo, adorei...

    o pior é essa angústia, correr ajuda-te definitivamente, mas há aí dentro muito mais para deixar sair, para libertares, não é justo correr com esse peso em cima de ti, e pareces ser uma rapariga muito forte e determinada, de certeza consegues dar a volta, é um desafio darmos a volta à nossa própria vida quando tudo parece mau. é quase como correr, tal como me disseste a mim, é um bocadinho de cada vez...quando deres conta, já "corres" sozinha, já deste a volta àquela rua menos boa...já estás noutra paisagem, com outro sorriso!

    Força =)

    ResponderEliminar
  11. O dia mau.. ou menos bom.. é o valorizar dos dias bons..

    Correste e vais correr sim.. e evoluir.. como qualquer pessoa q se dedica a algo com paixão..

    bom treino

    ResponderEliminar
  12. Estou a começar a concordar contigo. Assim como escrever me tira alguma angústia de cima, estou a começar a gostar de correr. Muito devagarinho, mas muito inspirada aqui.

    Dias maus todos temos e são uma tortura. Mas vai passar e espero que já estejas melhor hoje. Beijo

    ResponderEliminar