31 de maio de 2012

A dor

Apesar do abafo que estava hoje, saí por volta das 18h para tentar correr um bocadinho, sobretudo para ver como me sentia do pé. Claro que não foi assim tão boa ideia, primeiro porque, se lêem o blogue há mais de duas semanas, já sabem que a minha máquina não funciona bem com o calor. E ao dizer "não funciona bem" já estou a ser optimista, porque a verdade é que é semelhante a um bloco de manteiga a tentar deslocar-se ao sol (se um bloco de manteiga andasse, entenda-se).
Provavelmente, penso agora que foi a razão de me ter sentido mal nas Lezírias, em que também esteve um dia de calor. Sinto-me como se estivesse a correr pela primeira vez, em que ao fim de 1km temos de parar para caminhar. É desgastante e vou ter de encontrar uma forma de lidar com isso (tentar correr nessas horas e ir aumentando gradualmente a distância? Alguma sugestão?).

Mas não é isso que me preocupa de momento. Lembram-se da dor que referi no post de ontem?




Quando há uns anos tive a lesão no peito dos pés (terá decerto um nome "técnico", mas não me recordo), que começou pela dor no pé esquerdo e, dois dias depois, atingiu também o direito, porque ao evitar apoiar o peso do corpo no pé dorido acabei por sobrecarregar o outro, fiz uma série de exames: raio-x, para ver se não tinha nenhuma fractura por sobrecarga, ecografias às partes moles, etc... mas a "terapêutica" consistiu apenas em aplicação de Voltaren, gelo e muito descanso, porque durante uma semana nem suportava apoiar os pés no chão e cheguei a ter de recorrer a umas muletas improvisadas, ainda antes de regressar a Portugal.
Como a dor eventualmente passou, nunca pensei mais nisso e nunca consultei nenhum especialista.

Sei que resultou de uma inconsciência na altura, em que me forcei a caminhar dias seguidos, com peso excessivo às costas, apenas porque não quis parar às primeiras dores. Foi mesmo muito doloroso e cheguei a temer uma lesão grave nos tendões.

Nas caminhadas seguintes, como já sabia ao que ia, fui muito mais cuidadosa e preparada e, apesar de uma ou duas bolhas, nunca mais senti nenhuma dor (curiosamente, na primeira caminhada nem uma única bolha tive).

Mas na terça-feira à noite parece que revivi todos esses momentos dolorosos, quando a familiar dor a flectir o pé se manifestou. Fui fazer um test-running hoje e durante os poucos minutos que durou a corrida sentia que alguma coisa não estava bem, apesar de, durante todo o "treino" não me ter doído. No entanto, a caminhar de regresso a casa, lá estava ela: mais suave, quase uma ligeira dormência, mas exactamente no mesmo local de há tantos anos.

E agora sei que vou ter de abrandar (nem me atrevo a escrever "parar"), porque não quero voltar à mesma situação. Mas é difícil aceitar isto, porque tenho sido muito cuidadosa. Sei que estou a prolongar a vida dos meus Asics mais do que seria aconselhável (que tenho usado a par dos Nike) e que já não me dão o controlo e suporte desejados, mas também não tenho abusado na frequência (3 dias por semana), nem na intensidade dos treinos (até ando um bocadinho preguiçosa).
E tenho uma corrida este fim-de-semana que eu sei que não vou conseguir deixar de ir. A não ser que (bate na madeira) a dor se intensifique. Como é uma prova praticamente na zona onde habitualmente faço os meus treinos, vou mentalizar-me para a correr como se de um treino se tratásse, indo muito mais devagar do que gostaria (o que, se estiver calor, será a habitual velocidade manteiga a derreter). Até lá vou descansar, pôr gelo e rezar. Alguém sabe qual é o santo da especialidade a quem me devo dirigir? Não quero deixar nada ao acaso.

Estou a tentar ser positiva em relação a isto, mas confesso que estou preocupada.
 
 
 
PS: A minha história da grande caminhada no Hadrian's Wall Path fica para amanhã, já que merece ser contada com um outro ânimo, com que não estou de momento.

Até amanhã.

14 comentários:

  1. Olá!

    Oh, não gosto nada de te ver desanimada! Logo tu, a blogger mais bem humorada do pedaço ;)

    Em relação à especialidade médica: MFR, também conhecida como Medicina Física e Reabilitação, ou Fisiatria para os amigos. Há também especialistas em MFR que se sub-especializaram em Medicina Desportiva. A sub-especialização em Medicina Desportiva pode ser feita por qualquer médico, mas há deles tão calceteiros que o melhor é mesmo ires à Fisiatria ;)

    Como eu te disse eu conheço a sensação de 'conheço esta dor de qualquer lado', e no meu caso o que resulta é abrandar o ritmo e concentrar-me na minha postura, para apoiar ambos os pés de forma correcta quando ando.

    Tenho só uma sugestão para ti: a ideia de que gelinho é que é bom está correcta, se estivermos a falar de uma inflamação. Por outro lado, se tiveres uma contractura deves aplicar calor ;) Eu já fiz fisioterapia e era isso que fazia, literalmente eles estavam com paninhos quentes :D

    Eu também já vi Kaiser Chiefs no RIR, devemos ter ido no mesmo ano :D

    Respondendo à tua questão: a nossa média da faculdade conta para decidir o sítio onde fazemos o Internato do Ano Comum, mas é só tendo em conta a nota do exame da especialidade que escolhemos o sítio onde vamos fazer a especialidade. Acaba por ser muito injusto porque é um exame a decidir todo o teu futuro, e é isso que estamos a tentar mudar ;)

    Beijinhos e as melhoras :) E desculpa o testamento :P

    ResponderEliminar
  2. Olha, vá no seu tempo e repeite os sinais que seu corpo lhe envia, para não ocorrer prejuízo lá na frente. Bjs e se cuida!! Sandra

    ResponderEliminar
  3. Hello!
    Espero que entretanto te sintas melhor :(
    Já pensaste em ir ao médico de família e depois ele orienta-te na especialidade... mas a Joana deve de saber :)
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Uma boa prova e principalmente uma boa recuperação dessa ligeira dor..

    Eu estou parado por causa de um joelho.. nem a mim me consigo aturar... dassss

    :) inté

    ResponderEliminar
  5. É uma situação difícil, mas pode ser que não seja nada, não desanimes. Se fores domingo vai vendo como te sentes ao longo da prova(É a do Oriente suponho?) se for preciso depois abrandas um bocado os treinos.

    Mas pensa positivo, deve ter sido apenas um mau jeito, não é nada de grave.

    ResponderEliminar
  6. Força, vais ver que não vai ser nada, vais recuperar e num instantinho está de de volta em grande às tuas corridas. Convém abrandar um bocadinho, é o teu corpo a pedir!
    beijinho e bom fds =)!

    ResponderEliminar
  7. Joana: Obrigada pelas sugestões! Neste caso só mesmo o gelo, porque na altura até me lembro de me fazerem "reiki" no pé e o calor não resultou muito bem. ****

    Reinventado e Luciana: Obrigada, vou TENTAR respeitar os sinais... Beijinhos:)

    Nainho: Pois, por isso é que venho desabafar para aqui, em que as pessoas sempre têm a opção de não ler, ao contrário de "na vida real" em que estão fartos de levar cmg! lol Por falar nisso, esta semana anda toda a gente muito fugidia, não sei porquê... ;)
    As melhoras do teu joelho (foi na Meia?) **

    Ganfas: Sim, é a do Oriente. Também vais? Decidi deixar a ideia da Corrida da Selecção de parte. Espero até domingo melhorar.
    Até lá!**

    Andreia: Obrigada e bom f-d-s para ti também! Bjs**

    ResponderEliminar
  8. oh caneco rapariga!
    espero que isso melhores...
    essas dores de vêm nao sei de onde são chatas como o caraças...

    Bola com isso!!!

    Beijinhos grandes e as melhoras, espero que isso já tenha passado!

    ResponderEliminar
  9. Sim, também vou lá estar. Até domingo melhoras e depois fazes uma grande prova

    Pode ser que nos encontremos por lá.

    ResponderEliminar
  10. Eu nem sei se foi da meia.. porque na meia nao me doeu nada ... tirando uma otite lool

    o q tenho é isto.. Iliotibial Band Syndrome...

    enfim.. tratar e aguentar...

    as melhoras... para ti e para mim :)eu domingo vou fazer o primeira tentativa de treino pós lesao..

    ResponderEliminar
  11. oh catane!!! e andas a por pomada? se calhar até é melhor ires ás urgencias antes da corrida, se não ainda pioras alguma coisa que nao deves!

    Nao vou mais ao ginasio, não há dinheiro. fica muito apertado no fim do mês. e também já está bom tempo :D
    Queria fazer um plano de exercicios caseiros que consiga trabalhar mais ou menos tudo.
    tipo braços, barriga, pernas, costas, com material caseiro... ando a ver se vejo exercicios fixes para fazer um plano de treino para este mês, depois no mes que vem alterava-o. e por aí fora...

    eu tb nao tenho paciencia para estar esticada ao sol, mas estou cheia de marquinhas da treta no corpo (das borbulhas, ou pelos encravados)

    Sobre o chá, eu já tive para fazer uma coisa, mas achei que era mau... que era tirar fotografia ao meu rabo a contrair os musculos num antes e depois, porque aquele chá compõe mesmo os buracos do rabiosque!!! num mês nota-se mesmo a diferença :D

    Beijinhos grandes Menina :D
    e as melhoras! trata de ti!

    ResponderEliminar
  12. Ai que isso anda feio :(
    Espero que estejas melhor..
    Não podemos andar as duas com dores nos pés!! Deixa-me curar primeiro pelo menos, senão é só queixinhas aqui no blog eheh

    Caminho para o chegar ao café sem açúcar: partida: café com açucar, mudar para 2 adoçantes, depois para 1,5 e depois para 1.. de repente decidir que mais vale tomar sem nada e habituar-se.. eheh
    eu fiz isto um pouco inconscientemente, ainda prefiro o café docinho, mas de momento não quero cá adoçantes nem calorias a mais no dia a dia :)

    As melhoras querida!!

    Beijinhoos

    ResponderEliminar
  13. Não que sirva de consolo mas... eu também ando assim. Com uma dor no pé direito que me incomoda, que eu vou contrariando e também tenho medo de ter que parar... enfim...

    Cuida-te.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  14. atão moça? como anda isso? beijinhos

    ResponderEliminar