10 de maio de 2012

O que se segue?

Olhem-me só para esta passada!
Disclaimer: NÃO SOU EU.

Agora que consegui o meu primeiro objectivo, que era baixar da 1 hora aos 10km, começo a pensar no que vem a seguir. É claro que, o facto de ter conseguido fazer 59 minutos na última prova, não significa que agora todas as provas de 10km em que participe o consiga. A tendência é evoluir, mas o resultado de domingo foi uma combinação de bons factores, a par do esforço que tenho feito.
Na verdade, já estou inscrita para outras provas de 10km, das quais falarei a seguir, mas cheguei a um ponto em que preciso de outros desafios. Atenção, não quero com isto dizer que as provas de 10km não são difíceis e dou-vos desde já aqui autorização para me esbofetearem se alguma vez me tornar uma snob que desvaloriza o esforço de provas desta distância. (Agora já está escrito, espero que nunca tenham de usar isto contra mim). Eu ainda batalho muito naquele último ou dois últimos quilómetros dessa distância. No entanto, o que se passa é o seguinte: eu não sou uma atleta rápida, nem acho que alguma vez o vá ser. Não é da minha constituição. Mas também não é esse o meu objectivo. O baixar da 1 hora aos 10km era, como já referi, mais pela piada e confiança que nos dá, conseguir baixar dos dígitos da hora.
Eu gosto muito de correr, sinto-me livre quando o faço, até que deixo de sentir-me livre para me sentir a morrer. E por isso é que eu gostava de conseguir aumentar a minha resistência, para poder correr distâncias maiores. Não necessariamente competir, mas conseguir correr mais e sentir-me bem durante mais tempo.

Sei que um dia vou gostar de enveredar pelo trail running, porque tem tudo a ver comigo, mas para isso vou ter de formar uma base mais forte.

Isto é que é vida!
Disclaimer: NÃO SOU EU.
(Mas posso muito bem vir a ser, daqui a uns tempos)

O primeiro passo vai passar pelo readquirir da minha confiança em distâncias maiores (acima de 10km), que tenho tido medo de correr, inclusive em treinos, desde que me senti mal na corrida das Lezírias. Antes desta prova, andava a arriscar, quilómetro a quilómetro, sempre um pouco mais nos treinos e, embora difícil, não era nada que eu achasse que não conseguia. Até que corri esses 15km e senti-me mal. Senti-me mal sem saber bem o porquê. É que se fosse apenas cansaço, falta de força nas pernas, ou respiração fora de controlo, eu conseguia entender, porque claro que não estava assim tão bem preparada. Mas foi um mal estar diferente, de agonia mesmo, que me assustou. Porque até aí sempre tinha gostado de correr, mesmo quando as pernas já se arrastavam, mas nesse dia já só queria era que aquilo tudo acabasse.
Quando cheguei a casa, nesse dia, decidi que teria de correr outra vez essa distância.
Por isso sei que, antes de pensar em voos maiores (já lá vamos) eu vou ter de participar noutra prova de 15km e superar o bloqueio psicológico. E é assim que surge isto:



O meu pai já me tinha falado desta prova, que tem a particularidade de se realizar à noite, o que, a meu ver, é um bónus porque: a) a S. Silvestre realiza-se à noite e foi a prova que mais gostei (é um ambiente diferente, não sei explicar); b) não tenho de lidar com o calor do sol, que me desgastou muito da outra vez.
Como contra-indicações tem o facto de ser uma cidade muito ventosa e o percurso não ser assim tão plano quanto isso... Mas preocupo-me com isso depois.
Ainda não estou inscrita, mas fiz questão de escrever aqui esta intenção, porque assim fica mais difícil depois recuar. Porque é um compromisso com vocês, desconhecidos e amigos virtuais, que eu levo muito a sério! Depois mantenho-vos a par da evolução.
(Já alguém correu esta prova?)


Depois, como já repeti umas cento e trinta vezes aqui no blogue (mas não hoje), uma Meia Maratona está, sem dúvida, nos planos. Acho que é o primeiro grande objectivo de todos os que começam a correr e se viciam. Para mim, ainda é igualmente fascinante e assustadora, a ideia de correr 21km. É duas vezes a prova que faço agora  (e mais um pouco) e, por isso, consigo conceber o esforço que será, mas ainda não me sinto preparada para ele. Estaria preparada para ele em seis meses?

A minha vida profissional é sempre incerta, assim que acaba o ano lectivo (o meu trabalho principal, aka, aquele que me paga as contas, é na área da educação/formação. A nível privado, mas com todos os problemas do público e mais alguns... Enfim, nem falemos nisso.) Por isso, a partir de Julho toda a minha rotina se altera.

Este ano, em meados de Setembro, vou fazer uma coisa que já planeava há muito tempo, e que me vai obrigar a estar fora durante um mês. Na altura, se se concretizar, falarei mais disso. Nesse mês, vou-me fartar de caminhar, o que espero que contribua para uns belos glúteos músculos ;), mas isso não me favorece num treino para uma Meia Maratona. Por mais que treine até ao Verão, vou ter de forçosamente parar um mês e isso vai traduzir-se, infelizmente, em alguma diminuição da resistência que consiga até então.


Além disso,  é uma coisa a que me quero dedicar com tempo, e saber que, quando cruzar a linha de partida, preparei-me o melhor que podia, com o objectivo de terminar com o menor sofrimento possível (na primeira vez não terei nenhum objectivo de tempo).

Mas entretanto, como as coisas mudam, lá mais para o final do Verão faço um update.


E como o post já vai longo, aqui fica a lista das próximas corridas:

  • 12/05 Corrida Terry Fox 5km: vai ser uma corrida de convívio, sem preocupações de tempo.
  •  02/06 Corrida Pela Selecção 8km: esta ainda não sei se vou, porque:
  • 03/06 Corrida do Oriente 10km: tenho esta prova no dia seguinte! Talvez se fizer os 8k na desportiva, sempre devagarinho e na conversa, para saber que não me estou a esforçar muito, consiga fazer as duas. (Alguém vai à Corrida da Selecção e que não se importe de me ouvir falar durante mais de 50 minutos seguidos?)
  • 09/06 Corrida de Santo António 10km: esta vai ser a estreia de um amigo nas competições, que consegui convencer a acompanhar-me. Claro que, pelo que já vi dos treinos dele, a probabilidade é que me diga adeus logo ao fim do primeiro quilómetro e desapareça a correr por ali a fora para só o tornar a ver quando cruzar a Meta. Mas como não sei como vai ser, esta corrida também vai ser feita na desportiva, e porque gosto muito dos Santos Populares e de Lisboa nessa altura.

Durante este tempo, vou tenta correr mais quilómetros durante o meu treino, para ver se me sinto novamente preparada para o "papão" dos 15km.

A ver vamos.



E vocês, têm algum "bicho papão" a enfrentar? Um medo que estejam constantemente a adiar?


17 comentários:

  1. Gostei muito do teu post :)
    é bom teres essas metas e acredito que vais ultrapassar esse trauma dos 15km!!
    Eu gostava de ter essas corridas perto, são um incentivo e pelo menos nesse dia tinha mais motivação para correr de certeza! eheh

    Beijinhoo

    ResponderEliminar
  2. Quem tem medo que compre um cão.
    Correr não é propriamente uma guerra para se ter medo, pelo menos para mim.
    O que tenho feito é tentar-me preparar conscientemente para os objectivos que me proponho. Fazendo isso, e até agora, corre sempre tudo melhor que o previsto.
    Quanto ás provas, das que falas só não vamos á Corrida do Oriente (http://correrevicio.blogspot.pt/p/provas.html).
    Espero encontrar-te em Peniche. A Carla vai fazer as Fogueirinhas (diz ela, porque pelo andar ainda faz a prova principal). ;)

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Olá :)

    Já me falaram muito bem dessa corrida em Peniche de 15 km (é claro q nunca fui). Mas tb estou a pensar ir, CASO o meu plano de treino para os 15km das próximas 8 semanas se concretize e seja um sucesso!:)
    tb vou à corrida do Bes mas em Faro, e à de 10 km de St. António. Vemo-nos lá :):)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Olá!

    Tens que te inscrever já na Corrida das Fogueiras!!!

    Vi essa prova uma vez por acaso e achei o máximo, e quando comecei a correr o meu 1º objectivo foi ir a essa corrida, desde Janeiro que está marcada na agenda.

    Já estamos inscritos, mas eu nas Fogueirinhas, é mais pequena mas vou cheia de orgulho ;-)

    Estás a arranjar desculpas para te baldares à nossa Meia? Não estou a perceber…

    Se quiseres faço-te companhia na Corrida da Selecção, mas vais ter que travar um bocadinho. Podes falar o tempo todo, não te prometo é que te responda, canso-me imenso se correr e falar ao mesmo tempo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Oi oi... olha gostei muito deste teu post. Ainda me hás-de um dia explicar em que consiste o Trail Runnig.
    Fazer os 10k em menos de uma hora é um objetivo meu também por isso compreendo mt bem o q falas... ainda não o consegui, sei que não me falta muito e vou trabalhar para isso.
    Olha eu vou à Corrida da Seleção!!! Se quiseres alguém para te acomnpanhar na conversa durante os 8 k (n sei se consigo conversar durante 8k ....
    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. oioioi:) bem sempre que aqui passo fico com saudades do exercicio...tive aquele precalço, mas já estou pronta pra voltar à acção:) e um dia talvez consiga fazer as distâncias que tu ja fazes!no tempo em que fazes:p e por mim fazia exercício sempre em montanha e trilhos como na segunda foto, aí sim. dá uma sensação de liberdade, ouvir a natureza , mas parecer seguro ao mesmo tempo:) beijinhos e tem um excelente dia!

    ResponderEliminar
  7. Pedro: É CLARO que é uma guerra! É uma guerra entre as minhas pernas e a minha cabeça! ihihih ;) E eu também acho que a Carla vai às Fogueiras, como gente grande! :) Beijos

    Carla e Storinha: Se me inscrever aviso e combinamos! A ideia é ir devagar mesmo, até porque suponho que será uma prova muito concorrida. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  8. Olá :D

    Eu adoro adoro adoro os teus posts :D A sério, és possivelmente a única pessoa que eu conheço que escreve tanto (ou mais!) do que eu :D E escreves sempre coisas muito interessantes e, melhor do que isso, engraçadas! A sério, até o P. lê o teu blog xD

    Bem, agora coisas sérias :P Ontem pus a receita da minha granola em líquidos também (chávenas), assim é mais fácil se quiseres seguir :D Vou tentar adaptar aquela receita para fazer barrinhas, por isso depois não tens desculpa! Muahauhauaha :D

    Ontem lembrei-me de ti, porque o meu tutor disse que muitos maratonistas nunca tinham corrido os 42 kms seguidos antes da sua primeira maratona! Disse qua eles faziam treinos em acumulação, em vez de fazerem a distância inteira! É verdade? :)

    Muito boa sorte para as próximas corridas que pretendes fazer :D Vou estar aqui a torcer por ti, a sério :D

    Uma coisa que eu gostava de fazer mas que adio constantemente é fazer uma tatuagem :P Gostava muito de fazer, mas não sei, nunca agi nesse sentido :P

    Beijinhos! :D

    ResponderEliminar
  9. Anda mesmo a apetecer-me fazer essa corrida pela seleção... mas no Porto. Nem que tenha de fazer 3 terços a andar :) Beijo

    ResponderEliminar
  10. Eu estive a cuscar essa prova de Peniche, mas obviamente que não é para mim. Se bem que posso ir sempre comer uma caldeirada. Não há melhor que a de Peniche. Se estiver calor, durante o dia ainda vou a Supertubos (a minha praia favorita porque tem uma casa de banho bem pertinho do sitio onde abanco!)
    Quando correres 15km vais senti que o trauma passou :)
    No sábado lá estarei (a menos que alguma coisa não corra dentro do previsto), mas deve ser mais caminhada do que corrida...
    Se me reconheceres diz-me olá!!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. bem, li o teu post e ia-me lembrando de coisas para comentar, mas no final só me veio à cabeça: "quem me dera ser como esta mulher!"
    10km... fogo... isso é tanto, e vais fazer tantas corridas!!!

    Olha, eu acho que o trail running era a tua cara!!!

    Mas isso do mau estar tens de ter atenção.
    até podias ir ao médico, só fazer aqueles exames de rotina, assim nao ficas com tanto medo e ficavas mais segura!

    Beijinhos Grandes :D ****

    ResponderEliminar
  12. Quando te deixei a sugestão no post posterior, ainda não tinha lido este! E sugeri precisamente Peniche

    A Corrida das Fogueiras é uma prova mágica! Já a corri várias edições e foi nela que tenho o meu melhor aos 15 Km: 1h04....em 2002, há 10 anos portanto... mas por aí podes ver, mesmo desnivelada, se uma pessoa estiver preparada, faz a prova na boa!!! Eu amo!

    Noite. Ruas de Peniche cheias de público a aplaudir-te, ruas cheias mesmo!! E depois sais de Peniche e entras na noite. Ruas iluminadas pelas estrelas, por um ou outro veículo da organização e pelas Fogueiras, onde se juntam voluntários, público e nos fazem uma festa! O som e os salpicos do mar também nos acompanham.

    Se há corrida que recomendo, a Corrida das Fogueiras está no topo da minha lista

    Outro assunto: sim, em 6 meses fazes uma Meia. na boa mas com treinos, claro!

    ResponderEliminar
  13. Olá,

    Se queres experimentar Trail, este mês há uma corrida no Guincho que inclui trilhos. São cerca de 12 km mas também há uma mini de 6 km.

    Fica aqui o site http://guincho.terrasdeaventura.net

    ResponderEliminar
  14. 45minaos10km: Obrigada pelo link, vou pesquisar! Não me sinto ainda preparada para grandes corridas, mas 6km talvez fosse interessante.

    ResponderEliminar
  15. Olha que 12Km é mais interessante :P São só mais 2 que os 10 das provas e devagarinho faz-se bem (ou melhor deve-se fazer bem).

    Já tou inscrito nos 12, mas lá está para os fazer bem devagarinho.

    ResponderEliminar
  16. Ganfas: Pois, suponho que seja o dobro do interesse! :p O meu problema tem sido o calor, quase que me arrasto neste últimos treinos. Acho sempre que as provas deveriam começar mais cedo.
    A ir, é sempre devagarinho claro (o meu andamento altera entre o devagar, devagarinho e parado) ;)
    Tens ténis mais adequados ao trail ou levas os teus habituais?

    ResponderEliminar
  17. Concordo contigo, provas a começar as 10h ou 10:30 em alguns casos (Meias da ponte) torna-se muito complicado para quem anda mais devagar como nós.

    Vou com os ténis do costume, não tenho nenhuns especificos para trail

    ResponderEliminar