22 de junho de 2012

Dia de descanso

Hoje foi dia de descanso, não fiz exercício nenhum. Além disso, acordei com dores dos joelhos da corrida de ontem? Isto a idade é tramada, não se pode ir correr sem aparecer uma dor nova... ahah! Fazem exercício quantas vezes por semana?


Cheguei agora da casa dos meus pais onde fui ver o jogo, por isso não tenho muito que escrever. Excepto que a minha mãe ia fazendo com que fossemos eliminados contra a República Checa. E porquê? Pois bem, antes de eu sair de casa pergunto: "Mãe, é preciso levar alguma coisa? Minis?" (<- já ficou aqui provado que é essencial à vitória da Selecção) e ela: "Não, já comprei."


Quando chego lá a casa e abro o frigorífico o que vejo?

O horror.

Para além de não serem Sagres, nem sequer eram minis. Fiquei magoada com tamanho acto de traição... Tenho para mim que foi esta a razão de ter custado tanto a Portugal marcar um golo, apesar das dezenas de remates.

Inclusive, o meu pai foi obrigado a recorrer ao seu amuleto. O "amuleto" são uns ténis com as cores da Selecção, horrorosos e pirosões (a sério, tenho que tirar uma foto para verem), que eu e o meu irmão lhe oferecemos na altura do Euro 2004 na brincadeira, mas que ele chegou a usar em público, nos dias de jogo. Começou por ser uma piada, mas a verdade é que depois os apelidámos de ténis da sorte porque, na verdade, Portugal nunca tinha estado tão bem (ignoremos aquela final com a Grécia...). E eles lá estiveram esquecidos no fundo do armário, até agora, em que começámos a chateá-lo novamente para os calçar em casa, em dias de jogos. Ele é muito divertido, por isso sabíamos que ia alinhar na brincadeira (para horror da minha mãe). E correu bem. :)




Agora uma curiosidade que não tem nada a ver, mas acabei de ler um artigo. Sabiam que antes de 1980, há pouco mais de 30 anos, as mulheres estavam proibidas de competir em longas distâncias nos Jogos Olímpicos? A distância mais longa em que podiam participar era nos 1.500 metros. Considerava-se que as mulheres eram frágeis e não teriam estatura para aguentar a correr durante tanto tempo, apesar de já haver registos de várias que o tinham feito.

Não muitos anos antes, chegava a considerar-se perigoso que as mulheres corressem, por risco de "descaírem os órgãos reprodutivos"(?!). A verdade é que as grandes distâncias estavam reservadas aos homens e, as poucas mulheres corajosas que tentavam provar que conseguiam, eram impedidas de participar. Como o caso de Kathrine Switzer, que, em 1967, se inscreveu na Maratona de Boston com o nome K. V. Switzer e foi aceite, por pensarem que se tratava de um homem. A verdade é que acabou por ser descoberta ao fim de duas milhas de corrida e membros da organização tentaram arrastá-la para fora da competição.

Imagem


No entanto, foi defendida por alguns colegas e acabou por conseguir  terminar a prova em 4h20, cerca de 1 hora depois do primeiro classificado.

Foi muito graças a ela e a imagens como esta, que fizeram manchetes de jornais, que em 1972 começaram finalmente a ser aceites mulheres na Maratona de Boston.


Saber mais em:
http://www.marathonguide.com/history/olympicmarathons/chapter25.cfm



Fico mesmo orgulhosa destas e de outras mulheres, nos mais variados ramos, que se impuseram para que hoje tivéssemos a liberdade de opção e intervenção.



Até amanhã!


10 comentários:

  1. Hello!
    Foi renhido o jogo!! Para a próxima vê se arranjas umas cervejas em condições eheh
    Olha o meu pé e joelho não me chateiam muito mas eu não tenho ido correr como sabes.. eu acho que isto não anda a 100% mas eu também não tenciono deixar de correr, e assim que me apanhar no mood certo estou de volta!! :D

    Beijinhoo

    ResponderEliminar
  2. E ainda há tanto para fazer... Na Arábia Saudita as mulheres nem sequer estão autorizadas a participar nos Jogos Olímpicos! :(

    Eu bem te avisei da Sagres! Quem tem razão, quem é? :P

    Beijinhos :D

    Boa Sexta-feira! :D

    ResponderEliminar
  3. Eu faço exercício 4 a 5 x por semana. E com vontade de fazer sempre mais.. :-)

    ResponderEliminar
  4. Eu vou começar treinar dia sim dia não para já...fui os 2 primeiros dias e descansei ontem, claro...tinha de ver a NOSSA Selecção...e vou hoje...E tu?
    Já agora velhos são os trapos, o que conta é o espirito :)

    Beijinhos
    Elisabete Cruz
    http://tralhasepanelas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Aaahhh entao foi isso que aconteceu!!! Pensei que fosse o desgraçado do poste da baliza que se foi la intometer 2 vezes mas afinal foi a tua mae... Da proxima tens de ser tu a tratar das minis que ninguem aguenta outro jogo de nervos :)) Beijo

    ResponderEliminar
  6. Olá bom diaaa:) bem esses ténis devem ser um mimo:p era mesmo bom crescer naquelas casas né? hum, tambem tenho mesmo muito orgulho no que as mulheres têm conquistado ao longo dos tempos! apesar de mesmo conquistando um direito, lhes sejam logo impostos 2deveres à custa da conquista.. mas bom...ja estamos habituadas a que nada nos seja dado...a nao ser a dor do parto(plo que ouço dizer é horrível...mas para essa ja nao somos frágeis...:D) beijinhos e um bom dia

    ResponderEliminar
  7. Joana: E para já nem falar do direito de voto, que apenas lhes vai ser concedido nas eleições de 2015... e vamos a ver! Para já nem falar de tantas outras coisas... É verdade que ainda há muito a fazer por este mundo fora, infelizmente. Bjs e bom fds!

    ResponderEliminar
  8. eu costumo treinar/correr 3 x por semana e às vezes junto-lhe o sábado, o que faz quatro. mas depende de como me sinto e do tempo que tenho. credo, imperial é das piores coisas. mais valia uma heineken ;p

    ResponderEliminar
  9. Hermione: Eu SEIIII,como é que é possível tal escolha de cerveja? Ainda não estou em mim... lol ;p Bjs

    ResponderEliminar
  10. Hello CCUM!
    Realmente isso não se faz! Trocar "Sagres" por "Imperial" !!! O CR7 sentiu isso ao longe. Opá! Agora quero ver os sapatunchos do teu pai.
    A evolução de mentalidades tem sido uma coisa impressionante e é dificil uma coisa tão básica estar vedado às mulheres.
    Beiiiijjjooosss

    ResponderEliminar