27 de julho de 2012

Dos dias em que odeio correr, comidinha em férias e a importância da cerveja

Grande título hoje, hã? Comecemos pelo menos bom: o treino do dia. (Alerta: desfiar de choradinhos nas próximas linhas!)

Como o joelho se tinha portado relativamente bem em Milfontes, estava confiante para a corrida de 8km. Esperei pelo final da tarde para evitar o calor e fui aquecendo em caminhada até ao meu local habitual de partida. Primeiro sinal de alarme: pontadas estranhas no joelho, quando ainda nem tinha começado a correr. Fiz alguns alongamentos rotativos, não tornei a sentir dor e comecei devagarinho. Os primeiros 2km foram bons, os restantes foram uma tortura SEM FIM. Foi mesmo daqueles treinos em que pensamos "mas porque é que eu me submeto a estas coisas"? O joelho não tornou a doer, mas sentia algo estranho e evitei acelerar, que era a ideia para hoje. Custava-me a respirar e parei "n" vezes para beber água e caminhar, via outros corredores passar por mim com um bom andamento e sentia-me frustrada e irritada. Porque é que o meu corpo não colabora? Porque é que tudo me dói? Porque é que ao fim deste tempo todo ainda tenho estes treinos de m***a? Enfim, há dias menos bons e este foi um deles.
Mentia se dissesse que este tipo de situações e agora esta dor recorrente não me fazem duvidar da minha preparação para a Meia, mas não vou mandar a toalha ao chão tão cedo. Tenho de melhorar a minha péssima postura a correr e tenho de comprar outros ténis em vez prolongar a réstia de vida que há nos meus. Poderá ter a ver com estas dores ou não, mas preciso de saber antes de abandonar a esperança. De qualquer forma, hoje estou de relações cortadas com a corrida e nem quero falar mais dessa ingrata. Humpf.

Treino de hoje:

- Final da tarde
- Sol, vento moderado
- Distância: 8 (miseráveis) km
- Ritmo (supostamente) rápido
- Bpm médio: 168
- Calorias: 509



Adiante para coisas melhores: Escapadinha alentejana parte II - as comidinhas.

Pois bem, nestes 4 dias comi uma vez no restaurante do parque de campismo, quando chegámos (o belo prato de febras grelhadas com a batatinha frita que já vos mostrei aqui) e uma vez na casa da avó de um dos meus amigos, que é uma querida e aceitou alimentar 5 bocas famintas e alarves extra.


A Dona E. fartou-se de rir por eu estar a tirar fotos à comida!

Tenho de ser sincera, eu não gosto muito de salsichas e é raro comê-las, mas quando vou a casa de outras pessoas não me vou armar em esquisita com a comida. E a verdade é que estavam bem boas estas salsichas com couve lombarda! Foi uma refeição preparada com gosto pela senhora e acho que isso passa para o prato. Aquele molhinho....

Depois, basicamente, as restantes refeições consistiram em grelhados acompanhados com arroz e salada. Algumas vezes peixe, que comprávamos no mercado à vinda da praia antes de almoço e outras vezes carne.

Agora uma coisa engraçada, no primeiro dia e meio fizemos grelhados para cinco pessoas aqui:

Carapaus(?)

Já podem imaginar o tempo de espera, né? Isto porque o R. não se lembrava onde os pais guardavam o grelhador maior que esteve o tempo todo em frente à tenda mas estava tapado com uma espécie de toldo. Enfim...

Portanto, estive relativamente bem em relação às refeições principais. De manhã comia sempre uma torrada com meia de leite no café do parque e para o lanche comprávamos fruta e sandes. O descalabro eram as sobremesas...



Quem já esteve em Milfontes (ou na Zambujeira) sabe que aquele Mabi é uma perdição. Ainda bem que com o calor não me puxou muito para os croissants quentinhos (óptimos) porque massa folhada é das piores coisas que se pode comer. Assim sendo, o mal não foi de maior e até resisti aos goffres. No entanto, dediquei algum tempo à pesquisa do melhor sabor de gelado e estes foram os resultados que pude apurar de entre os que experimentei (e foram alguns):

Campeões:

1. Carapinhão (com caramelo e pinhões - vencedor do ano passado que renova o título). Ver em cima, na segunda foto de gelados, primeira bola.
2. Banana com chocolate
3. D. Vito. Sabe a modos que mon cherri, com pedacinhos de chocolate e cerejas.
4. Noz. Com pedaços de noz verdadeira.
5. Manga.

A evitar:

1. Iogurte. Acho que há de vários sabores, mas o que comi era um branco e sabia a iogurte natural. Não é que seja mau de todo, mas não é um sabor que se esteja à espera num gelado.
2. "Qualquer coisa" rosas (peço desculpa, não me lembro do nome). Como é que eu hei-de explicar... Não era "mau", mas cheirava exactamente a água de rosas e então parecia que estava a comer bolas geladas de água de rosas doce. Enjoativo. Ver em cima, primeira bola da primeira foto de gelados.


Senti a tua falta:

1. Pistacho. Um clássico que infelizmente não vi por lá este ano.


Eles estão sempre a variar nos sabores, por isso um que comam num dia e gostem podem não tornar a encontrar no dia seguinte. A boa notícia é que há sempre muitos outros sabores deliciosos por onde escolher.

Bom, espero que a minha custosa pesquisa da qual resultou esta lista possa ser útil a quem passar por aqueles lados nos próximos tempos. Depois digam-me se estou a perder algum sabor inédito e maravilhoso. (Entretanto, os meus amigos que ficaram lá - sim, eu fui a única que teve de ser responsável e voltar ao trabalho - atormentam-me com mms constantes sempre que vão comer bolas de gelados. Uns queridos).

Para concluir, antes ou depois das sobremesas (nunca em vez de), tínhamos também as belas das imperiais ou finos, como preferirem.

Esta não é uma foto das imperiais.
É uma foto de um pormenor no tecto de um dos bares onde bebíamos as ditas imperiais. 

E é por isso que fiquei contente ao descobrir neste blogue um link para um estudo interessantíssimo sobre a relevância da cerveja na recuperação do metabolismo dos desportistas: Idoneidad de la cerveza en la recuperación del metabolismo de los desportistas

É um documento pdf extenso (mais de 160 páginas) mas o fundamental é apresentado logo no título. Portanto, a próxima vez que beber cerveja não vou estar simplesmente a contribuir para o aumento da pancinha, vou estar a "recuperar o metabolismo". Soa muito melhor. ;)



Já sabiam disto? Que acham deste tipo de estudos?

Quem sabe de mais maneiras (boas como o da cerveja, ou não) para recuperar o metabolismo e, já agora um joelho teimoso?




Até amanhã!





10 comentários:

  1. Acho que a cerveja a mim só me dilata o estômago, por isso pus essa bebida de lado! xD
    Ai esses gelados, deste-me fome agora miuda ahaha
    Deve ser realmente chato ires correr e sentires que não estás na tua melhor performance nesse dia, mas eu tenho a certeza que eventualmente vais conseguir alcançar as tuas metas.
    Agora quanto ao teu joelho... não te posso mesmo ajudar :\ mas espero que até uma mudança de sapatilhas ajude tanto nesse joelho teimoso como na tua prestação!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Olá! :)

    Isso está mesmo mau! Espero que faças as pazes com a corrida depressa ;) Vais ver que vai tudo melhorar ;)

    Estiveste em que parque de campismo? O pai de um grande amigo meu é o chefe de cozinha no Zmar ;)

    Parecem ter sido umas boas férias :D

    Beijinhos :D

    P.S: Gostei do tubarão no tecto :P

    ResponderEliminar
  3. Pistachio há muito esporádicamente, infelizmente. LOL

    Carapinhão é tão bom. Mas eu adoro o de cereja e chocolate :D Aliás, adoro todos, todos e todos!

    Moro quase ao lado da Mabi. Dás me valor agora? LOOOOOOL

    Esse tubarão é de um bar que adoro, o AZUL :)

    ResponderEliminar
  4. O sabor chamava-se Rosas de Verão.Lembro-me bem porque também decidi provar e parecia que estava a comer toalhitas de limpeza ou assim =D
    Um sabor muito estranho, não é que eu tenha desgostado completamente, mas não me aventurei mais e nos dias seguintes fui variando entre Carapinhão(também adoro), Mabi, Noz e Flor de Amarena(que eu também adoro).
    Quanto ao teu treino menos bom, há dias assim, mas não desanimes. Tens de te lembrar daqueles treinos mesmo bons e da sensação que tiveste durante e após essas corridas fabulosas.
    Força!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Ai menina, estamos TÃO em sintonia... desde que parei aquela semana que me tenho sentido tão fraquinha a correr. se calhar é mais psicológico que outra coisa, mas vejo a meia cada vez mais longe e díficil. mas não, não vamos desistir já, e se não for agora em setembro será a de março :)
    conselho (contra mim falo): não corras com dor. ouve o teu corpo, para um ou dois dias. custa, mas é o melhor. uma coisa é gostar de correr, outra é sujeitarmo-nos a dores...
    já sei onde comer um bom gelado (só um, prometo). os finos (aqui fiz-se finos e não imperiais) e os caracóis ou os tremoços é o fim de tarde perfeito, numa esplanada com o meu fofy :D
    beijinhos ***

    ResponderEliminar
  6. Bem...eu perdi-me ainda nas batatas fritas que fui cuscar pois nao tinha visto...sou louca por elas, mas ja disse que no dia que inventarem ou descobrirem algo saudável, salgado e estaladiço como as batatas fritas eu sou logo fã nº1!:D amei os pratos todos...carapaus...vá nao gosto de espinhas mas adoro o sabor e o aroma!! quanto ao teu joelho...bem, eu percebo de problemas de joelhos...desde que caí fazendo a espargata a um campo, o meu joelho nunca mais foi o mesmo...fiquei com uma perna em cima do muro e a outra no campo..nem sei como nao rasguei nada...e nao te rias ta?:p mas a serio que te entendo...mas ainda nao descobri soluçoes..a nao ser ortopedista:s quanto a recuperar metabolismo, e revigorar os musculos, a agua de côco, que se vende em alguns supermercados, faz muito bem, e as bananas... plo menos é o que dizem alguns PT's lol beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Joana: Estive no Campiférias. Há lá dois, este é mesmo em frente ao mercado. Esse Zmar é mais chique... ;) Bjos

    Mia: Temos de falar! LOL ;) Bjos

    Isa: Era mesmo esse! Estou a ver que partilhamos da mesma opinião, era um sabor "estranho"... Esse da flor de amarena não vi lá. Em relação aos treinos eu tento relativizar estas situações, mas nem sempre é fácil. Bjos

    Hermione: Às vezes a parte psicológica desiste primeiro que o corpo. Tento lembrar-me disso quando corro, excepto qd tenho dores fora do comum, aí paro logo, que não sou masoquista! :) Bjos e prova o caparinhão, tem de ser!! ;)

    Amoridoce: Foto nova? Toda bonita! Nunca tinha ouvido essa da água de côco, tenho de ver! As bananas têm fama, sim! lol Bjos

    ResponderEliminar
  8. menina, enviei mail. quando puderes vÊ *

    ResponderEliminar
  9. A pior coisa é correr com dores, que nervos! Uma pessoa vai com o espírito todo e o corpo não corresponde :(

    Ai esses geladinhos, que perdição! :)

    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  10. Bem.. esses gelados têm cá um aspectoo :D

    ResponderEliminar