12 de julho de 2012

À mesa

Antes de avançar para o post do dia, olhem-me bem para esta imagem.

WOW!

"The Portuguese Carlos Sá (...) finished in the 4th place at the 27ª Marathon des Sables,
being the best non-African and the best European athlete". Daqui
Trail ao seu  melhor estilo.


Até me inspira para acordar mais cedo amanhã e ir correr para junto das cascatas do rio Tejo. (O rio Tejo aqui já na zona de Lisboa é fértil em cascatas, não sabiam?;) ) Na verdade, inspirou-me para correr na terrinha, quando lá for passar uns dias em Agosto. Já que vou ter de correr com 36º à sombra e acima dos 800 metros de altitude, ao menos sei vou fazê-lo junto a umas paisagens de cortar a respiração. Portanto, aquela foto sou eu daqui a um mês. Vou é andar a saltitar entre pedrinhas da ribeira com 15 centímetros de altura e não um fosso entre rochas enormes junto a uma cascata, mas é praticamente o mesmo.

Exercício de hoje:
- 0km de corrida ( só amanhã).
- exercícios com o elástico de que vos falei ontem, durante os quais me senti muito estranha. É daqueles exercícios em que sabemos que há um objectivo mas durante a execução não vemos bem qual... Parece-me que amanhã vou sentir os efeitos, vamos a ver.



Mas vamos à comidinha. As bolachas de ontem foram uma das minhas primeiras experiências no mundo dos "no bake cookies". Ou seja, bolinhos que não precisam de ir ao forno.



Porque eu gosto de comer mas não gosto de perder muito tempo a fazer as coisas, por isso se puder cortar um ou dois passos do processo, melhor ainda! Assim sendo, a receita em que me baseei foi esta: Chocolate Peanut-Butter No Bake Cookies.


Como não tinha o cacau, fiz só mesmo de manteiga de amendoim. (A segunda receita com manteiga de amendoim no espaço de uma semana, acho que estou a ficar com um problema sério...).
Além disso, não pus as 2 chávenas de açúcar da receita original, nem tanta manteiga como a sugerida (acho que era demasiado, sobretudo tendo em conta que ainda estava a recuperar do "sugar coma"), pus apenas 2 colheres de cada e quem quiser pode perfeitamente excluir o açúcar, que não se nota a falta.

O modo de preparação é levarmos todos os ingredientes a ferver durante um minuto, excepto a aveia, que só se junta no fim. Depois, fazemos pequenos montinhos e deixamos arrefecer.

Sublinho o pequenos porque é muito importante. Reparei que as bolachinhas mais pequeninas ficam com uma consistência melosa, quase como um nougat, mas se as deixarem muito grandes ficam moles. Algumas das que fiz ficaram muito grandes, por isso as melhores foram as que ficaram para o fim, quando já havia pouca massa e fiz montinhos mais pequenos.



Para primeira experiência não ficaram más! Para a próxima junto também bocadinhos de chocolate e faço bolachinhas mais pequeninas.

Já agora, a aveia que costumo comprar é esta:



É das melhoras aveias que vão encontrar por um preço tão baixo (€0,59 por 500 gramas!). Vende-se no Lidl. Agora só peço que não esgotem o stock do Lidl ao pé de minha casa, está bem?


Já fizeram algum tipo de bolos "no bake"? Que acharam?



E agora deixo-vos com uma das razões porque disse ontem que o José Luís Peixoto é um escritor de que gosto muito (para além de ter descoberto que também corre, o que só o fez ganhar em charme!):

"na hora de pôr a mesa éramos cinco:
o meu pai,a minha mãe, as minhas irmãs
e eu. depois, a minha irmã mais velha
casou-se. depois, a minha irmã mais nova
casou-se. depois, o meu pai morreu. hoje
na hora de pôr a mesa, somos cinco,
menos a minha irmã mais velha que está
na casa dela, menos a minha irmã mais
nova que está na casa dela, menos o meu
pai, menos a minha mãe viúva. cada um
deles é um lugar vazio nesta mesa onde
como sozinho. mas irão estar sempre aqui.
na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco.
enquanto um de nós estiver vivo, seremos
sempre cinco."


Na minha mesa seremos sempre 4.



Hã?, que maneira mais sentimental de terminar um post sobre bolachas... :)


Até amanhã!


12 comentários:

  1. Nunca fiz, mas parece-me um conceito interessante :D O Everyday Muffins and Bakes (esse livro vindo directamente do céu) tem uma receita de No-Bake Cake, mas leva tanta coisa que ainda não me dei ao trabalho de experimentar :P Talvez o faça :) Ficaram com bom aspecto ;)

    Na minha mesa seremos sempre cinco ;)

    A imagem é mesmo inspiradora :)

    Beijinhos e boa noite :D

    ResponderEliminar
  2. O food network é simplesmente espetacular, era capaz de passar o dia a ver esse canal...
    Na minha mesa cá em casa somos 3 e, se Deus quiser, seremos 3 ainda durante bastante tempo. Já na mesa dos meus pais, éramos 4 durante algum tempo e agora há dias que são só 2, mas eles contam só os dias em que somos 8, tenho a certeza... Beijo

    ResponderEliminar
  3. Comoveste-me com este final, não voltes a repetir! :p

    Posso ir contigo saltar pedrinhas? Posso?

    Nunca fiz esses tipos de bolo, mas não sei se os vou fazer. Cada vez que faço algo de diferente nunca corre muito bem…

    Acreditas que fiz as barrinhas?

    Resultado, ficaram o máximo, mesmo… queimadas!

    E mais? Um dedo queimado no forno… Sou ou não sou a maior na cozinha?

    Os teu bolinhos até que têm bom aspecto, mas não sei, vou ter que ganhar coragem…

    Beijinhos Menina Gordon Ramsay

    ResponderEliminar
  4. Têm óptimo aspecto! E eu que adoro aveia e manteiga de amendoim! :O Ia ser a minha desgraça lol

    Beijinhos e bons treinos :D *

    ResponderEliminar
  5. ai q bom aspecto de bolachas :)

    ResponderEliminar
  6. Carla: Eu também sou assim com as experiências, por isso é que continuo a tentar! "A prática leva à perfeição", pelo menos é o que dizem... Estes não precisam de ir ao forno, por isso não vais queimá-los! :)
    Sim, sou uma autêntica Mrs. Ramsey... Pelo menos no nº de asneiras que digo quando estou a cozinhar sou igualzinha! ;p

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. a aveia que eu consumo é cem porcentro mas tenho de investigar preços ;p as bolachinhas têm ótimo aspeto, parecem molinhas :) beijinho

    ResponderEliminar
  8. Oiii :)
    Parece que a experiência correu bem... Têm um óptimo aspecto :P
    Gostei desse texto do José Luís Peixoto. Eu acho que nunca li nada dele, mas agora fiquei com vontade :)

    Eu estou confiante que vem uma banda super fixe substituir FADM! Espero que sim.. Mas eu vou é mesmo por causo dos The Cure :)
    Aquela música é a minha preferida deles (uma das...)

    A razão de eu acordar cedo é mesmo essa. Haver muita gente e ter que se andar aos ziguezagues.. E eu não tenho conseguido fazer o sacrifício de acordar cedo :P

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  9. CCUM...
    *Aveia - essa também é a minha aveia de eleição! Já experimentei outras marcas (mais caras e "com nome"), mas sem dúvida que as do Lidl superam as outras porque não se desfazem e a consistência é boa;
    *No bake - aqui a inculta nunca tinha sequer pensado nisso :(
    Mas acho que não conseguia esperar e comi tudo antes de estarem ok!
    * Vais tentar partir as pernas daqui a um mês??...não! afinal vais saltar de charco em charco. Estou mais descansada!
    * Do JLP só li as crónicas.
    Inté...

    ResponderEliminar
  10. Amei a parte sentimental como terminou seu post...2 já se foram aqui, mas continuam sendo 5!! Muito emocionante e me levou a refletir sobre as 2 ausências que sempre sinto saudades diárias. Bjs. Sandra

    ResponderEliminar
  11. Anónimo6/9/13

    Olá!
    Eu sei que venho um bocadinho (itálico) tarde, mas este blog tem imeensas coisas que nao é preciso cozinhar (http://chocolatecoveredkatie.com/). Não, não é meu, não estou a fazer publicidade... lol. Eu já fiz ovinhos de chocolate no congelador, bolinhas de manteiga de amendoim e pepitas de chocolate, cookie dough dip ( massa de bolacha soa mais estranho ahah) que leva grão de bico (!) Mas fica delicioso... Fica tudo bom, e tem muitos cheesecakes e tudo- além disso, é tudo saudável E vegan, por isso ajudas o teu coração E uns animaizinhos... Fantástico, ah?! Ahah espero que gostes ;)

    - Pessoa que está a ler o teu blog

    ResponderEliminar
  12. P: (Vou passar a tratar-se por P. daqui para a frente, espero que não te importes! :) )
    Obrigada pelo link. Fica guardado para quando me apetecer uma coisa docinha e pouco trabalhosa (-> factor principal). Já fiz umas bolinhas de manteiga de amendoim que também não precisavam de ir ao forno, mas perdi a receita...

    ResponderEliminar