19 de setembro de 2012

O treino das Praxes e a comida da praxe

Ao fim da tarde, já com o sol a mergulhar no horizonte, saí de casa para ir correr uns descansados 5km. Como ia anoitecer rápido, quis limitar-me à zona do Parque das Nações, que é mais iluminada e frequentada por outros atletas e transeuntes. Mas esqueci-me que estamos naquela altura, a altura das Praxes Académicas.
Adianto desde já que não tenho nada contra as praxes. Também eu fui praxada, de livre vontade, e cheguei a participar em praxes nos anos posteriores ao de caloira. No entanto, acho que há limites. E esse limite sente-se no ar, mal nos começamos a aproximar dos jardins da Expo. É um cheiro nauseabundo, resultante de uma qualquer mistela com que encharcam os caloiros.
E enquanto acho que há praxes engraçadas e que promovem a integração e convívio (não é para isso que elas servem?), não vejo piada nenhuma em estar um caloiro a fazer flexões, enquanto alguém lhe esfrega uma qualquer mistela nojenta e malcheirosa na cabeça e uma 'veterana' de megafone na mão lhe grita ao ouvido: "Vai mais abaixo, ó boi", como numa paródia sádica de recruta militar improvisada.
Se calhar sou eu que fervo em pouca água, mas não ia achar-me 'integrada', nem 'divertida', nessa situação (nem como caloira, nem como veterana). Só de assistir já me estava a incomodar, por isso resolvi mudar de percurso, deixando o piso empestado e o cheiro a ovos podres para trás.
 
O trajecto pelo qual optei era sempre a subir, por isso acabei por ter também a minha própria praxe militar auto-imposta, mas a vozinha na minha cabeça que me impelia a continuar era muito mais simpática do que a da veterana esganiçada...
 
Treino de terça:
- Final da tarde
- Distância: 5,5km
- Jogging
- Bpm médio:149
- Calorias:  317

 
Já que me referi a ovos podres, que melhor ocasião para lançar o tema: 'Alimentação'? :)
 
 
Segue-se um exemplo do meu menu diário. Não quer dizer que seja sempre assim (há dias de festa, dias atípicos, dias stressantes, viagens), mas tende a ser a regra.

Nota: Esta partilha é a título de curiosidade, não é, de modo algum, um exemplo a seguir. Não sei se será a melhor alimentação para um 'atleta', mas suspeito que talvez não o seja para alguém mais sedentário, porque eu como mesmo muitos hidratos de carbono. E isto não tem nada a ver com a corrida, já que sempre foi assim. Depois admiro-me que o ganho muscular seja diminuto e a minha faixa abdominal se assemelhe a um donuts recheado... Bom, digamos assim: ainda bem que agora corro!

Nota 2: As quantidades não são referidas porque variam muito consoante os dias/intensidade de treino e a minha fome.


Pequeno-almoço
- Cereais com leite/iogurte
ou
- Torradas e café com leite

(Se for treinar:)
Antes - Só uma banana ou meia torrada com marmelada e café
Depois - Meia torrada e leite com chocolate

Meio da manhã
- Uma peça de fruta
ou
- Frutos secos

Almoço
- Salada + uma dose de hidratos (arroz, massa, batata-doce -> o meu favorito) e fonte proteica (frango, atum, salmão...)
- Sobremesa: fruta (se não estiver numa de doces...)

Um dos meus pratos favoritos: esparguete à bolonhesa.


Lanche
- Papas de aveia (iogurte, leite de soja, aveia, manteiga de amendoim, sementes de chia, banana)
ou
- Batido (iogurte, leite de soja, mel, sementes de chia, bagas goji + fruta à escolha)
ou
- Torradas/sandes e chá

(Se for treinar:)
Antes - Uma banana
Depois - Uma das opções acima ou uma panqueca/crepe

Iogurte, banana, mel, sementes de chia


Jantar
- O mesmo que ao almoço
ou
- Sopa

Refeições temáticas
- Meatless Monday*
- Pizza & beer Friday


* Opções proteicas para as refeições vegetarianas:

Peço desculpa ao autor, não me recordo da fonte desta tabela.

 
 Bebidas
As refeições principais são sempre acompanhadas por água, a não ser que tenha companhia para jantar ou vá jantar fora, sendo substituída, nesse caso, por sangria ou vinho.


E regra geral é isto. O pior são as noites... Como me deito tarde ando sempre a fazer investidas na cozinha depois de jantar. É um hábito terrível. Claro que nessas alturas nunca me apetece frutinha...

Confesso que tenho curiosidade em reduzir os hidratos (curiosidade, não vontade) e aumentar o consumo de proteínas só para confirmar se é verdade o ganho muscular e energético. Alguém que possa confirmar esta teoria?

E vocês, fazem/tentam fazer uma alimentação controlada?


Para quem ainda não leu: recomendações nutricionais para atletas.

 

22 comentários:

  1. eu também reduzo pouco nos hidratos, mas como o meu objetivo não é emagrecer e como também não me alambazo muito e pratico desporto, sei que não há problema ;p de resto também tenho uma alimentação normal e equilibrada, acho eu. :)
    quanto às praxes, também eu fui uma caloira mal cheirosa em algumas situações, mas nós éramos praxados na faculdade, portanto não andavam a fazer figuras tristes por Coimbra ;p mas também confesso q nem sempre achava piada: umas vezes gostava de ser praxada, outras nem tanto...
    beijinho

    ResponderEliminar
  2. A minha alimentação é parecida com a tua, incluindo a parte dos desvarios à noite... Beijo

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Pois a questão das praxes esbarra no bom-senso.
    Tudo tem o seu espaço e limites, e o que poderá ser uma forma divertida de integração, para muitos é o descarregar de frustrações, deixando vir ao de cima a sua verdadeira maneira de ser, o que é assustador.

    Quanto à alimentação, naturalmente mudei-a desde que comecei a correr, há 7 anos, e quando digo naturalmente é que não foi nada imposto. O organismo começou a pedir-me outro tipo de alimentos e a rejeitar muitos que eram habituais.

    Sobre a questão hidratos/proteínas, e não sendo eu especialista no assunto, muito pelo contrário, mas tanto quanto julgo saber o ganho muscular é para explosão, o que em corrida se traduz nas distâncias sprint ou nos lançamentos e saltos. Para provas de resistência, é fundamental a energia dada pelos hidratos.
    Repito que não sou especialista no assunto e espero não estar a dizer alguma asneira.

    Boa continuação de treinos! :)

    ResponderEliminar

  4. Demorei um pouco a "traduzir" a palavra "praxe". Aqui se chama trote, e na minha cidade é proibido. O trote só pode ser com alguma intenção boa, beneficente.

    Muito bom o texto!

    ResponderEliminar
  5. Massa à bolonhesa é tão bom :) Já não faço há algum tempo! Eu tento sempre fazer uma alimentação saudável e controlada. Comer mais fruta, beber mais leite e apostar mais nos legumes ahaha :p Mas não cometo excessos nos doces nem nada, e assim vou tendo controlo no que como!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Hermione: É o que eu me digo sempre: preciso de energia para correr! ;) Mas antes também já era assim... Nas minhas praxes não levei com nada malcheiroso em cima, só fui pintada. Ag já n vejo mtos caloiros pintados pelas ruas. Bjos

    Sweet: Isto resolvia-se se me deitasse mais cedo, mas são mtosa anos de maus hábitos... Bjs!

    João: É mesmo isso, acho que há muita frustração recalcada que vem ao de cima. É pena, porque poderia ser uma tradição interessante.
    O que disse em relação aos hidratos/proteínas faz sentido. Bons treinos!

    Ms Harkins: Não conhecia o equivalente brasileiro! Aqui há faculdades que proibem o "trote", mas faz-se na mesma, em espaços públicos (penso que só participa quem quer, mas há sempre alguma pressão). Bjs

    Lady V: É um prato bom e rápido de fazer, é só coisas positivas! ;) (E acho que este até era com esparguete integral, por isso era saudável, certo? :p) Bjs

    ResponderEliminar
  7. Alô :D

    Curiosamente amanhã vou andar pelo Parque das Nações em praxes também :) Mas o nosso caso é diferente e a praxe é bem mais fixe ;) (pelo menos eu nunca me senti incomodada) ;)

    A tua alimentação parece-me boa e saudável :) Eu acho sempre muito estranho quando vejo pessoas a comerem um monte de proteínas porque isso me parece sempre um pouco contra natura: afinal, a nossa fonte de energia são mesmo os hidratos de carbono. Mas pronto, há preconceitos que custam a combater ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  8. Joana: Não quero ver-te armada em comando com nenhum caloiro, ok?:p... E deixem tudo limpinho quando sairem! eheh ;)
    Pois, em relação à alimentação há sempre muita controvérsia. Eu acho que devemos conhecer o nosso organismo e aprender o que resulta melhor connosco. Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Oláaaa :):) Pois é a altura das praxes, para quem vive numa cidade académica é do pior! Já eu só ouço berros da minha janela e assisto a cada coisa...

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  10. Se o treino for curto e leve (tipo recuperação), não como nada. Se for correr 1h, então vai uma banana.
    E se for correr mais de hora e meia, como Nestum com leite.
    Depois o resto é quase igual a ti. Tirando ali o lanche, que é quase sempre um iogurte e uma laranja (ou outra peça de fruta que haja). Aí umas duas vezes por semana, troco o iogurte por um bolo.

    Quanto a reduzir os hidratos, como fazes distância acho que não o deves fazer. Porque isso é o combustivel da maquina. Aquilo que podes fazer é reduzir os hidratos 2 dias após um treino longo e até 2 dias antes do mesmo (isto porque o nosso corpo demora cerca de 48h a reabastecer o glicogenio).

    Já agora, tens aqui um artigo interessante que fala sobre a dieta dos Quenianos:
    http://www.active.com/running/Articles/Eating_practices_of_the_best_endurance_athletes_in_the_world.htm

    ResponderEliminar
  11. Pretty in Pink: Algumas praxes são originais e engraçadas, espero que seja o caso a que assistes! :) Bjs

    Kayro: Lembraste-me do Nestum! Adorava isso! :) Obrigada pelas dicas, vou ver o artigo. Bons treinos!

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Acho que para tudo tem de haver limites e confesso que faço parte das "cortes" = aquelas que não acham grande piada a parvoíces dispensáveis. O Homem é uma animal selvagem com necessidades de se afirmar e por vezes, fa-lo da pior maneira.
    Alimentação- Acho que fazes uma boa alimentação. Hidratos de Carbono é cá comigo!
    *Para a minha receita económica de 6ª, fica a saber em primeira mão que o prato é bolonesa :) Just love it!
    *E as tuas leituras? Em que andas agora?
    Beijinhos


    ResponderEliminar
  13. Lulu: Fico à espera de economizar na minha futura bolonhesa! :) O próximo post vai ser sobre os 2 livros q acabei de ler na semana passada. Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Olá.
    Gosto bastante de massas.
    No dia anterior a uma corrida, como sempre uma pratada de massa.
    Na semana antes da meia, vou comer massa várias vezes.
    Os hidratos dão energia.

    Bons treinos.

    ResponderEliminar
  15. olá minha coisa linda.
    devo-te dizer que: tenho um trauma com praxe.
    antes de andar na escola onde finalizei o curso, estive na escola superior de educação e a praxe lá era mesmo uma coisa de afirmação. era bastante estupida, e sem graça alguma, mas pronto... a da minha irmã já tinha piada.
    adoro essa massa :D
    pois... eu ando a cortar nos hc, deribado ao facto de precisar de emagrecer, mas tb nao ando a comer proteinas a mais... ccomo 100gr.
    como é muita verdura e fruta.

    Beijinhos cachopa

    ResponderEliminar
  16. vgoncalves: Olá! Podia viver de massas, por isso não vai ser sacrifício nenhum fazê-lo para a semana! Bons treinos (+ relaxados...)

    Batata: Um dia conto-te como foram as minhas praxes lindas... Algumas com piada outras nem tanto.
    Pois, no teu caso é diferente, se calhar convém baixares nos hc um bocadinho até atingires o peso objectivo. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  17. Como eu compreendo essas investidas á cozinha e algumas a meio da noite ... por isso tento ter em casa só coisas saudáveis ...proteina ( iogurtes, requeijão, ovos cozidos), gelatina, fruta, tostas integrais, mel ... e chocolate não resisto!

    ResponderEliminar
  18. E estás-te a referir nada mais nada menos que às praxes da faculdade que me acolheu nos últimos 4 anos. Mais precisamente ao dia que se designa por rally tascas. Para mim foi o pior dia de praxes que se traduziu numa constipação, mas para os veteranos, significava o dia mais emotivo, o dia que não merecia ser perdido. No ano seguinte também eu compactuei com essa treta, como veterana. Mas se ter estado na vez de caloira não me tinha dado muito gozo, especialmente nesse dia, estar no lugar de veterana ainda menos gozo me dava. Até porque aquele cheiro nauseabundo atraiu um monte de insectos e cheguei a casa toda picada. Depressa pus de lado esse conceito de praxe e se fosse hoje não me tinha deixado levar pela conversa de "se queres trajar tens que passar por isto!". Não que me arrependa de ter participado nas praxes, mas se fosse hoje não me tinha submetido a certas coisas.

    O tema central do blog é outro completamente à parte, mas senti vontade de comentar esta particularidade :)

    ResponderEliminar
  19. Sonhos: Obrigada pelo teu comentário. Eu acho que as praxes, como tudo, têm de ter um limite. E esse limite é quando o caloiro deixa de se divertir para se sentir humilhado... Na minha altura também participei em praxes que hoje se calhar já não faria, mas nada como algumas que vejo por aí!

    ResponderEliminar
  20. Vim parar ao teu blogue através de um comentário que deixaste no blogue "Corre mais rápido!" e gostei bastante do que tenho lido até agora. Parabéns pela primeira meia maratona. Que outras venham! :)

    Estou com um objectivo de correr a Meia Maratona da 25 de Abril em Março de 2013. Estou a treinar mais e a adequar a alimentação às necessidades tão próprias de quem faz desporto. Tenho um plano alimentar algo semelhante ao teu (que curioso, ainda hoje o publiquei no meu blogue!), que é reforçado nas alturas em que tenho corridas.

    Ganhaste aqui uma leitora :)

    ResponderEliminar
  21. Fiona: Olá! Obrigada. A Meia da 25 de Abril provavelmente será a minha 2ª, mas ainda sem certezas! Pelo que leio convém sempre comer hidratos, sobretudo pré corrida, e uma refeição mais ricas em proteínas, depois. Como a mim não me custa nada comer hidratos, pelo contrário, :) fico contente.
    Boa preparação para a tua primeira Meia, vais adorar!

    ResponderEliminar
  22. Muito obrigada pela força, Corre como uma menina :). Parecendo que não a motivação conta e muito nestas situações e quando vem de alguém que passou exactamente pelo que mesmo que eu me propus é sempre bom :). Acho que vou vir aqui muitas vezes para ver dicas ;). Até breve!

    ResponderEliminar