14 de novembro de 2012

Pensamentos em duas rodas

Ontem tive a tarde livre e depois de ter tratado de uns assuntos pendentes fui... correr? Não. Andar de bicicleta!
É verdade, às vezes leio os vossos relatos bttistas e fico toda inspirada. Claro que depois a realidade é completamente diferente, começando na qualidade da minha velhinha bici, passando pela falta de trilhos bonitos aqui mais perto e concluindo na minha inepta falta de jeito para a coisa. Em cima da bicicleta sinto-me como um bebé a dar os seus primeiros passos, pernas rechonchudas e tremelicantes que quando iniciam a marcha instável sabe Deus quando e como vai terminar. As pernas rechonchudas e tremelicantes são, neste caso, as duas rodas que me sustentam, com a agravante de não ter ninguém de braços estendidos disposto a amparar a minha queda, caso se dê.
 
 
Geralmente, sempre que saio para os meus raros passeios em duas rodas, o pensamento que me assola a mente é:

Preferia estar a correr.
 
 
Andar de bicicleta não me é tão natural como a corrida. Exige mais coordenação, mais técnica, posso "atropelar" alguém... Mas sei que se algum dia quiser participar num triatlo (ahahah), tenho de ultrapassar esta insegurança.
 
Ainda não foi ontem que a ultrapassei. Mas, pela primeira vez, quando via alguém passar a correr não fiquei com inveja. Estava onde devia estar e a fazer o que devia fazer.
 
Sentia o vento frio a queimar-me a cara e as mãos nas descidas (não levei luvas - só para verem como sou uma "rookie" nisto), em contraste com as pernas a arderem-me nas subidas (ainda a experimentar com as mudanças e um dos manípulos está estragado - chique...). De certeza que de cima de uma bicicleta fico tão elegante e natural como um elefante de triciclo, mas isso não invalida que me imagine já toda ligeira, a descer ravinas e trilhos, num modelito a destacar o físico atlético que nunca tive, com uma daquelas barriguinhas de lavar roupa que nunca hei-de ter. Podia culpar aqui a genética, mas a verdade é que a quantidade de hidratos de carbono ingeridos dão luta aos quilómetros percorridos e a vontade de diminuir a sua ingestão é nula. Não faz mal. Mas como dizia: na minha cabeça o momento é perfeito e eu domino a máquina como uma profissional. Salto degraus, passeios, cruzo pessoas e obstáculos. A bicicleta é um prolongamento meu, que me ajuda a ir cada vez mais rápido, mais longe, e já não um aparelho instável que me atrapalha.
Quando o sol se põe, pego nela e levo-a de forma elegante e sem esforço (na verdade, não) montanha acima (na verdade, são dois andares) de volta a casa.

Imagem

Terça: Passeio de bicicleta -16.3km


Foi uma história bonita, mas acho que hoje volto às corridas.


Qual é o vosso cross-trainning?
 


24 comentários:

  1. Olá :D

    Eu e a bicicleta também não somos propriamente as maiores amigas, mas no meu caso é porque tenho medo: quando era criança ia sendo atropelada (foi mesmo uma cena à filme) e acho que fiquei traumatizada ou algo do género. O meu irmão bem tenta coitado, mas aquilo não é mesmo o meu estilo (e além disso faz doer o rabo e outros locais if you know what I mean) :P

    É verdade, lembraste quando falaste da serra para ir passar umas férias? Lá em Alcochete havia uma quinta com turismo rural, a Barroca d'Alva. Tinha bom ar e tinha vaquinhaaaaaaaaaaas :D Das castanhas, não das pretas e brancas, mas pronto :P

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  2. Ás vezes é bom variar mas eu não sou muito fã de bicicleta porque não tenho tanta resistência como quando corro. Começam a doer-me as pernas e a sentir picadas :P
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Oi.

    O (pouco) cross-trainning que faço é mesmo bicicleta. Já há algum tempo que não vou à piscina.
    Porque não agendarmos um cross-trainning bloguista? Depois destes próximos run-objectivos, claro. Um passeio num dia solarengo de Inverno era giro. Fica a ideia.

    Beijos. ;)

    ResponderEliminar
  4. és bem boua e jeitosa!!!! :D

    Eu tb nao sou fã de bicicleta... :/
    mas um dia vou ter uma e saber andar razoavelmente bem.

    Beijinhos :D e o resto de um bom dia!!!

    ps: o que é uma barriga de lavar roupa? LOL

    ResponderEliminar
  5. Eu não faço cross-trainning apesar de saber o muito útil que é, mas... adoro é correr! :)

    ResponderEliminar
  6. :) Correr é bom, mas, só correr pode trazer problemas ao nível de lesões. Por isso, tudo o que permite alternar treinos e manter a condição física é sempre bem-vindo. Em primeiro lugar eu colocaria a natação como o melhor exercício físico alternativo. Depois disso, a bicicleta. Eu, por causa do triatlo, o tal desporto que nunca imaginei que pudesse vir a fazer, tenho de conseguir encaixar os treinos dos 3 desportos numa única semana. E se há anos atrás nem fazia 16Km de bicicleta, agora, já se fazem treinos acima de 100Km :)

    ResponderEliminar
  7. Joana: I know what you mean... ;) sobretudo porque não tenho daqueles calções "almofadados" próprios para andar de bicicleta. Quando era pequena também dei uma queda em voo tipo Super-Homem ao tentar subir um passeio, por isso é que ainda hoje tenho medo. Beijinhos

    PS: Andar de bicicleta, em termos de resistência, só me custa mais nas subidas. Mesmo uma subida pequenina torna-se mais complicado do que a correr, pelo menos para mim! :) Beijinhos

    Pedro: Era uma boa ideia, desde que num percurso acessível ;). Eu também me dá preguiça de ir à piscina, apesar de ter aqui uma perto. Beijinhos

    Moça: LOL :) E uma barriga de lavar roupa é daquelas com o six-pack todo definidinho, às ondinhas, como naqueles tanques antigos de lavar roupa ihih :p (por acaso não gosto assim com os músculos exagerados, era só uma comparação) :) Beijinhos

    João: Lá está: "preferia estar a correr"... É o que sinto sempre que me lembro de fazer abdominais e esses outros exercícios chatos! :) Beijinhos

    Bluewater: É bom saber que mesmo sendo triatleta houve uma altura da vida em que não andava nem 16km de bicicleta. Dá-me alguma esperança... ;) Eu já andei na natação, e não desgostava, mas para conciliar actividades tem de se ser bem organizado e eu acomodo-me à facilidade de pegar nos ténis e sair de casa.
    Conciliar os treinos de 3 desportos é de louvar!

    ResponderEliminar
  8. Lá essas coisas estrangeiras não sei mas, podemos combinar um passeio pela cidade, eu ando regularmente de bicicleta por Lisboa, para mim não tem qualquer dificuldade e olha que a minha não tem mudanças...
    a bicicleta a mim facilita-me a vida, cada vez que tenho que ir a qualquer lado prefiro a bicicleta aos transportes públicos...
    beijo

    ResponderEliminar
  9. horticasa: Assim é que é! Eu tenho um bocado de medo de andar pelo meio da cidade, limito-me às ciclovias, mas se puder prefiro parques e jardins. Beijos

    ResponderEliminar
  10. Lol, eu adoro estes teus relatos :P

    Eu nunca andei de bicicleta em Lisboa e/ou ciclovias, por isso, nesta parte não sei bem o que te dizer. Saio de casa e o mato é logo ali, não sei bem como é andar com muitas pessoas a passarem por nós e/ou outros ciclistas...
    Só te posso dar um conselho de amiga, eh!eh! Mesmo que não gostes muito da bicicleta e prefiras correr, o que é normal porque todos nós preferimos um desporto a outro, a mim custa-me correr, só o faço quando "não tenho mais nada", tenta nem pensar no assunto. Quer dizer, pega na bicicleta e vai. Não penses se gostas ou não gostas, se vais cair ou atropelar alguém, esquece tudo isso.
    Vai e aproveita o ar livre e concentra-te em ir bem. Não penses em quedas ou outras coisas ;-) E vais ver que daqui a uns tempos, já nem dás conta do que pedalas.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  11. De vez em quando, faço umas caminhadas. Não tenho muito espaço para ter uma bicicleta. É pena, gostava muito de poder pegar na Bike e ir dar uma volta.

    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Algures: Com o mato logo ao lado é que era! :) Aqui, com tanta gente e sinais e estradas torna-se mais chato. Às vezes, em grupo, vou para as Lezírias e aí já é diferente. Mas ainda me lembro quando "postaste" que tinhas comprado aqueles ténis de encaixe e eu a pensar: "que horror, matava-me logo!!" ;p Beijinhos e boas pedaladas!

    vgoncalves: Olha, eu também não tenho espaço nenhum mas ela lá cabe! Está num cantinho que não atrapalha muito. É bom exercício para variar de vez em quando. Bjs

    ResponderEliminar
  13. eu não sou muito adepta da bicicleta, fico com imensas dores no rabo (mesmo com os calções almofadados). prefiro correr ;p

    ResponderEliminar
  14. ...gostei muito de ler, parabéns :D

    ...é engraçado que hoje cheguei a esta conclusão, e que me andava a atormentar á uns tempos !! ...gosto mais de correr...

    ...alem de correr (ou melhor, tentar) , tambem pratico o "diz que é uma espécie de BTT" , mas muito fraquinho e sempre com o intuito de treinar , desfrutar da natureza e conhecer sítios mais longe...ihihih

    ...ainda só entrei numa prova organizada e adorei "a maratona de BTT aqui na serra de Sintra em Março deste ano" , e gosto muito de passear aqui nas serras perto (Belas , Carregueira , Sintra...) , mas estou achegar á conclusão que gosto mais de correr, é mais desafiante , e principalmente por a "maquina-sermos" nós !! :D

    ...não é que não haja uns problemas "mecânicos" de vez em quando e uns "furos" a atrapalhar, ihihihi...mas a correr , tenho mais confiança em mim , no que estou a fazer, nas capacidades e controle da "situação" !!
    ...na bike , perco facilmente a noção da velocidade e do perigo que é...não tanto pelo cansaço, mas mesmo pela falta de confiança e medo mesmo do que pode acontecer , pode ser bem mais radical , mas já não é para a minha idade , tenho que conhecer os meus limites, o que também é muito difícil, ehehhe... (mas isso é outra historia) ;)

    ...apesar de ser um desafio muito giro cada subida e descida na bike..., depois de já ter feito os caminhos que fazia na serra só de BTT , depois de os fazer a treinar corrida \ Trail , fiquei espantado no prazer que me deu correr por esses caminhos...gostei mais de os fazer a correr do que de Bike , para mim foi um choque !! :D

    ...enfim , enquanto poder desfrutar do prazer das "duas" , vou continuar a fazê-lo e desfrutar o maximo..., mas definitivamente que prefiro correr... :D

    ps: hoje na volta de bike dei um trambolhão ,nada de grave , mas se calhar tambem ajudou a resolver a "decisão" mais definitivamente , ehehhe...
    tenho a queda em video e vou agora ver se ficou bem na filmagem :) ainda vou ser vedeta do youtube !! ;)

    ...bons treinos...
    ajb

    ResponderEliminar
  15. Sem dúvida que prefiro ter os pés bem assentes no chão e correr ou caminhar! Se até com ando tropeço, então numa bicicleta ou qualquer coisa, sou um perigo ahaha
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  16. Hermione: :) Eu também não sei como os ciclistas frequentes aguentam... Se calhar começam a "ganhar calo" ao fim de algum tempo?? :) Beijinhos

    AjB: Dizes que praticas uma "espécie de BTT" e fazes aqueles trilhos pela Serra de Sintra onde andámos a correr no Monge? Isso para mim não é uma "espécie de", já é bem "à frente"! :) A correr ainda consigo controlar, agora de bicicleta... acho que também já tenho idade para querer manter os meus ossos intactos! ;) Mas talvez um dia também participe numa prova de BTT (pronto, está escrito! :p).
    Depois partilha o link da fama! :)

    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  17. Gosto muito de andar de bicicleta, infelizmente a corrida ainda não faz parte da minha realidade..mas ainda chego lá. Abraços. Sandra

    ResponderEliminar
  18. Então se algum dia me perguntarem "então, tens six-pack?!" eu respondo: "não, mas a minha avó tem" LOL
    que piada estúpida... ai ai ai...
    (confesso que me ri mesmo ao pensar nisso...)
    vou dormir que o meu mal é sono. lool

    ResponderEliminar
  19. boas .. o meu cross-trainning é uma bicicleta eliptica para os dias de chuva loool :D

    Mas apesar de odiar o ambiente fechado quente e pesado de uma piscina penso q seja o cross-trainning ideal :D

    bons treinos :)

    ResponderEliminar
  20. Reinventando: É só quereres que consegues ;). Beijos

    Moça: Lool :)

    Nainho: Boas. :) Eu também já tive uma elíptica mas servia mais de cabide... Aqui nesta casa não cabia mais um roupeiro, por isso não trouxe. :p Tens razão, o ar das piscinas é sempre muito abafado e depois com aquele cheiro a cloro... Mas para as articulações é um descanso! Boas corridas, bjs

    ResponderEliminar
  21. Anónimo15/11/12

    Divirto-me sempre imenso com as suas aventuras delicosas. Parabéns!

    ResponderEliminar
  22. Já fiz alguma BTT e estrada. Adoro a bicicleta mas as minhas coluna não me permite andar naquela posição inclinada como andava antigamente na minha "maquina".
    Enquanto não arranjar uma "bike" que me de uma posição de condução estilo lorde Inglês tenho que que estar quieto em relação as duas rodas.
    Aconselho-te que continues a fazer uns passeios de bike pois são óptimos para recuperar dos treinos de corrida e para descontraíres.
    Não te preocupes com o estilo! Com o tempo ganhas mais confiança com a "bike".
    Eu próprio sempre fui fraco do ponto de vista técnico.

    ResponderEliminar
  23. Jorge: Eu fico sempre com dores entre o pescoço e a coluna, sinal que não devo ter a melhor das posturas. Ahah, adorei a ideia de pedalar à lord inglês :) Com aquelas bicicletas mais citadinas (não sei o nome técnico) já dá mais jeito. Mas depois se calhar não é bom para ir para os montes! =)

    ResponderEliminar