8 de fevereiro de 2013

A dúvida (e o Espírito da Maratona II)

 
Às vezes esta lá, pequenina, nem se dá por ela. Pode ser uma angústia que nos desperta a meio da noite e pode ser apenas uma ligeira ansiedade que afastamos com um encolher de ombros no meio dos afazeres diários.  Depois há dias que, de repente, cai-nos em cima como um ponto de interrogação de meia tonelada.
 
É assim em algumas situações. Na escala das inseguranças da vida, há certamente coisas muito piores a tirar-nos o sono, no entanto, este é um blogue dedicado à parte de mim que gosta de correr, e é dessas dúvidas que falo. Dúvidas que começam com uma ligeira dor, uma "impressão" que não devia estar lá, dúvidas que seguem um mau treino, uma má prova, uma má semana...

O processo é sempre o mesmo: meto-me em coisas 'à aventura'. Neste aspecto, tenho a minha habitual atitude descontraída do "isto faz-se!". Depois, com o aproximar da data, começam os primeiros pensamentos duvidosos... "Ai que me dói a perna", "Será que treinei o suficiente?", "Terei a preparação necessária?", "Na terça-feira passada fiz a prancha durante apenas 50 segundos, em vez dos habituais 60. Será que vai afectar a minha performance?". Isto é um exemplo de como os pensamentos vão ficando cada vez mais rocambolescos à medida que o tempo avança.
Depois, acaba invariavelmente da mesma forma: respiro fundo e faço-me à vida, neste caso, à prova. E acaba por não ser nada de mais. Ou seja, eu não tenho problemas com desafios, mas então porque é que tenho sempre esta tendência de auto-sabotar-me e massacrar-me com dúvidas?

Por exemplo, na euforia de uma boa prova, uma pessoa - e, por uma pessoa, entenda-se eu - inscreve-se noutra. É "uma extensão aproximada de 16,600 metros e um acumulado ascendente (ac+) de 680 metros" - e aqui estou, obviamente, a citar, já que este é léxico que ainda não domino. Ou seja, inscrevi-me já noutra prova de trilhos para o próximo fim-de-semana.
Sob adrenalina, os mais 4,6km e os mais de 300 de "ac+" de diferença em relação ao Trail de Bucelas, eram um desafio. Agora, passado uns dias, já são causa de dúvidas. Já me custou tanto os 12km 'fáceis', para que é que me vou pôr já em 16km 'acessíveis-moderados'? Começo a fazer contas, a tirar teimas, a comparar... Racionalmente sei que não é nada de mais, que consigo terminar, a bem ou a mal (prefiro a bem). Qual é o pior que pode acontecer? Ficar em último? Não tenho problemas nenhuns em ter maus resultados, mas não me agrada ter más provas (para mim não é a mesma coisa, embora às vezes possam coincidir). Os maus resultados não me abatem, mas as más provas sim, como se tirassem o objectivo de quem anda nisto por prazer.

E depois, quando saber se de facto estas dúvidas não se devem apenas ao receio natural de sair da minha zona de conforto e sim a uma verdadeira falta de preparação? Quando saber se esta vozinha que não cala é um desafio ou uma prudência? Às vezes tenho uma certa falta de bom-senso nestas questões, e confio mais na minha teimosia em concluir aquilo a que me proponho, do que nos meus treinos/capacidades.

E pronto, aqui fica o meu desabafo de sexta-feira à noite.


Agora a título informativo:

Nos primórdios do blogue falei do filme/documentário «O Espírito da Maratona», que eu aconselho a quem esteja a treinar para a distância mítica, ou, como eu quando estava a começar, a treinar para qualquer outra distância igualmente assustadora (no caso: primeira prova de 10km). Este ano vai estrear o segundo filme, que penso que será igualmente inspirador, tendo como bónus o facto de se realizar na linda cidade de Roma. Espreitem o trailer:


 
 
Dá ou não dá vontade de ir a correr inscrevermo-nos numa Maratona? Mas depois caio em mim, e fica para a próxima.
 
 
Bom fim-de-semana!
 


19 comentários:

  1. É normal, até saudável, termos dúvidas. Pessoas excessivamente confiantes são idiotas e não são cautelosas, e o melhor é estares sempre preparada para qualquer eventualidade :) Se tu achaste que conseguias terminar a prova é porque consegues, e não tenho qualquer dúvida que vais conseguir :) Se correr mal pelo menos aprendes uma lição de futuro: dar ouvidos a ti própria só depois de passar um tempo de segurança da tua última corrida, quando já não estiveres cheia de adrenalina :P

    Bom fim-de-semana ;)

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Não és só tu que tens essas dúvidas. Também tenho lido sobre o percurso. Vamos ter cuidado e vamos conseguir. Mas faz-te falta um calçado com um pouco mais de tração.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Dúvidas... dúvidas... quem não as tem? Faz parte de todos nós. Recordo-me bem do que sofri com isso nos dois dias anteriores à Maratona!
    Mas com calma, a coisa faz-se! Esse teu espírito de a "coisa faz-se" é o indicado para se fazer mesmo.
    E os teus trilhos deste fim-de-semana também. Estás a tomar-lhe o gosto!

    Beijinhos e uma EXCELENTE prova!

    ResponderEliminar
  4. Olha Rute...estou sem palavras...adorei este post pois revejo-me a 100% nos sentimentos que descreves (de forma perfeita). Eu tb sou assim (acho que somos quase todos), tenho essas ansiedades, essas dúvidas....
    Quanto à Maratona, a continuares a evoluir como estás acho que 2014 é o ano para atingires esse objectivo.
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. Da minha experiência de 5 anos de corrida, posso afiançar que o receio de não estar preparado é sempre maior do que o grau de impreparação para uma prova. Até para a Maratona, que só fiz uma vez.

    Acho também que essas dúvidas e ruminações são também um excelente indicador da nossa auto-monitorização. Se estás alerta e preocupada agora, também estarás alerta e cautelosa na prova.

    Boa prova :)

    ResponderEliminar
  6. Joana: Uma voz sensata. ;) Também não posso deixar passar assim tanto a adrenalina, senão depois não arrisco! eheh Beijinhos e bom fim-de-semana

    V.: Pois, o facto de não ter ténis adequados também ajuda à preocupação. Mas agora só em Abril, esse belo mês para se fazer anos. :) Na altura não me apercebi que o acumulado ainda era considerável (preferia quando desconhecia por completo estes valores), mas que remédio, há-de fazer-se. Beijinhos

    João: Ainda não é este f-d-s, calma, só para o próximo! :) E, na altura, que dia maravilhoso que foi o da tua Maratona, depois de tudo! Acho que estas dúvidas também são boas para testar o nosso empenho. Beijinhos e bons 20km!

    Carlos: Eu acho que há pessoas que parecem sempre tão confiantes, à Mourinho das corridas, ou então disfarçam bem! Bom trail para ti também, que ainda vai ser mais puxadote (sem pressão... :p)! Beijinhos

    Bluesboy: Suponho que tem esse lado bom, do estarmos/sermos alertas. A prova é só no próximo sábado, mas é para veres como anda a antecipação já! :) Estás a considerar fazer outra Maratona este ano? Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  7. Com mais de uma semana para te preocupares, a prova tem tudo para correr bem, hehe!

    Maratona este ano... Hmmm... Talvez... Em 2010, quando acabei a prova e cheguei a casa, disse à minha mulher "nunca mais me meto huma coisa destas". Agora c o percurso novo em Outubro, já não estou muito certo do que disse há cerca e dois anos, hehe! A ver vamos ;)

    Bom fim-de-semana para ti também!

    ResponderEliminar
  8. Bluesboy: Ahaha, às vezes, ainda estou DURANTE a prova e já estou a dizer que não me meto noutra... Mas depois tenho memória curta! ;) Acho que ainda vai ser este ano que repetes a experiência ... :)

    ResponderEliminar
  9. Just my two cents :)

    ..."receios" ???
    ..."duvidas" ???
    ..."dores" ???
    ..."Ficar em último" ???

    Tudo legítimos "sentimentos" e pensamentos !!

    ...eu , um nabo nisto , e ainda por cima já veterano 1 (e até 2, em algumas provas, malandros, não sabem como chamar velho a um gajo!) , dizia , eu , é com a TEIMOSIA, dedicação, o esforço, o prazer e a "luta" que quero dar a mim próprio todos os dias , que me "liberto" desses pensamentos !!

    ...e chego ás provas e corro...

    ...já quase que fiquei em ultimo em algumas, e essas foram as que mais orgulho me deram de fazer (porque tinha esses "pensamentos" e porque eram verdade), mas cheguei lá e acabei !

    ...já cheguei ao fim de outras provas completamente arrasado e destroçado com a minha "mania" que era "atleta" !! ...pensei em desistir , nunca mais correr...
    ...mas cheguei á meta , e parti para correr outra prova !

    ...isto não quer dizer absolutamente nada , é parvo , mas é a minha "Duvida" sempre !! :)


    desculpa o testamento...



    PS: Maratona ?? e ainda por cima na minha cidade de sonho ?!?!?

    ...essa "doeu" , bateu forte no coração e cabeça !! :)

    Obrigado não conhecia...



    muito boa prova(s) e bons treinos...


    ajb



    ResponderEliminar
  10. Eh eh! Como li próximo fim-de-semana, pensei logo já neste. Bons treinos até lá! :)

    ResponderEliminar
  11. AjB: Pelos vistos, até os experientes Vet.I (ou II) têm os seus momentos de auto-dúvida. Embora me custe a crer que tenhas alguma vez ficado "quase em último"... :) Roma tem tanto de lindo como de caótico. Se as pessoas acham que o trânsito aqui é mau... :) Mas numa Maratona não há problemas desses, e fazes uma visita guiada em andamento! Bjs e bom f-d-s

    João: Como toda a gente pensou o mesmo, o erro foi meu, deveria ter sido mais explícita. Mas agora já está! ;)

    ResponderEliminar
  12. Só tenho um conselho: o que tem de ser, tem de ser com muita força! Podem existir dúvidas, receios mas também existem certezas tais como saber que vais chegar ao fim. Bons treinos!

    ResponderEliminar
  13. Olá R

    Se de cada vez que tenho uma dúvida eu hesitasse, desconfio que nunca teria participado em alguma prova ou não teria feito nada na vida.
    Ninguém pode afirmar certezas de nada. A dúvida é uma variável residente em pessoas como eu, faz parte do treino como os kms, alimentação, hidratação e o sono. Mas como as outras componentes do treino há que saber gerir e evitar que a duvida seja redutora e fatal. Quando ouves os maratonistas referirem que ultrapassam os limites, que vão ao fundo de si mesmos é isso mesmo, trata-se de superação de arrumar as duvidas e dar-lhes uma consistência, torná-las em realidade e certeza e isso é o gozo da “coisa”.

    Nem todos têm essa capacidade. Há os que nunca arriscam pois são consumidos pela dúvida e nunca sairão da sua zona de conforto, pois é cómodo e mais seguro! Mas não são essas as pessoas que fazem o mundo avançar , quebrando tabus e ultrapassando limites. São pessoas como nós “sonhadores” com uma boa dose de aventura que arriscam e se lançam de cabeça nas tarefas sem nunca se dar por vencidos pela “duvida” arreliadora e que cresce sem darmos por isso.

    Ninguém pode afirmar que nunca teve duvidas e o primeiro que o disser (ainda está para nascer)

    Bom fds :)

    Jorge

    ResponderEliminar
  14. Sílvio: É isso mesmo, o que tem de ser tem muita força. Eu nunca tenho dúvidas de que concluo (a não ser que me magoe a sério, knock knock!), mas tenho sempre reservas quanto ao "durante". :) Bons treinos

    Jorge: Agora falaste bem!Racionalmente sei disso tudo, mas todos temos os nossos momentos de fraqueza. :) Como andam a correr os treinos para el maratón?
    Por acaso acho que me lembro de há muitos anos alguém ter dito "nunca me engano e raramente tenho dúvidas"... ;) Lembras-te do sr em causa? É caso para dizer "pela boca morre peixe" ihih :) Bjs e bom f-d-s

    ResponderEliminar
  15. Fiquei com vontade de ver esses filmes porque ainda nem vi o 1º!
    Quero voltar de novo as corridas mas ainda não ando muito bem do nervo ciático (ou lá o que é isto) portanto não posso abusar nos treinos, hoje fui dar uma corridinha e quero ver se continuo :)
    Es sempre uma inspiração e eu acredito que consigas a maratona! :)

    Beijinhoos

    ResponderEliminar
  16. é assim que me sinto agora que já me inscrevi na meia maratona...

    ResponderEliminar
  17. Eu sou a pessoas que mais consegue duvidar das minhas decisões, mas depois de estar feito fico-me com o que fiz :)
    Acho que tomamos boas decisões assim num fechar de olhos, pensar muito faz-nos mal :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  18. Serependity: Tens de retornar devagarinho, não te desgraces!!! :) Beijinhos

    Hermione: É a primeira, não há pressão... (Isso digo eu agora, mas eu sei bem como me senti!!) :) Beijinhos, tudo vai correr bem

    Lady V: Sim, às vezes o que custa mais é tomar a decisão! Concordo ctg que pensar demasiado complica as coisas. Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Eu acho que é perfeitamente normal esse medo :) Mas também acho que é saudavel tentares ultrapssar os teus limtes, e sem desistir lá ires tentando sempre com fé de que te vais superar mais uma vez :) Muita força e nada de desstir!

    Beijinho*

    ResponderEliminar