29 de abril de 2013

Quando fui plenamente feliz por uns instantes

Este domingo pus o telemóvel a despertar um pouco mais tarde para o meu treino matinal: 08h30, um luxo. Mas, quando tocou, carreguei em desligar, pensei "vou só deixar-me estar mais cinco minut...Zzzz" e acordei uma hora e meia depois.
 
Como alguns de vocês sabem, vou mudar de casa já no próximo dia 1, e isto de mudanças é como levar uma grande porrada e acordar todos os dias de ressaca. Além disso, ontem tive de fazer uma das coisas mais dolorosas...
 
 
 
Esvaziar o frigorífico.
 
Como hoje já vão ser transportados todos os electrodomésticos, esta medida drástica teve de ser tomada, salvando-se os restantes alimentos perecíveis à temperatura ambiente, no frigorífico dos meus pais. É uma dor de alma sempre que entro na cozinha.
 
Apesar de todos os nervos inerentes a este tipo de mudanças, e se calhar por causa disso, achei que não podia falhar o treino de domingo, nem que fosse apenas uma horinha. Assim, acabei por sair já ao final da tarde, disposta a enfrentar a multidão que habitualmente passeia junto ao rio mas, afinal, já havia pouca gente e acabou por ser uma corrida muito agradável entre mim e o vento.
 
11,5km percorridos. Eu: 1. Nervos das mudanças: 0.
 
 
Agora, o motivo do título deste post.
 
Ontem fui almoçar a casa dos meus pais e, por entre garfadas, o meu irmão diz a frase mágica:
 
- "Temos de combinar um dia para eu ir correr contigo".
 
!!!
 
De certeza que fiquei ali uns segundos de boca aberta, olhar esgazeado, com o garfo a meio caminho da boca, enquanto assimilava o que estava a acontecer.
 
Por segundos, fiquei na dúvida de ter ouvido realmente estas palavras a sair da boca do meu irmão, cuja ideia de exercício físico é alternar entre o FIFA e o PES na PS3, o meu irmão, cujo único comentário quando lhe falo noutra prova é "acordar-cedo-pa-ir-correr-vocês-devem-ser-masé-maluquinhos", o meu irmão, que há ano e meio tento que me acompanhe em 300 metros de corrida que seja, sem sucesso.
 
OMD, toda a minha lavagem cerebral tentativa de conversão de um jovem adulto sedentário num futuro atleta, está a dar frutos! - pensei eu. Ainda a medo, quis assegurar-me de que não era uma piada.
 
- "Estás a falar a sério?"
 
- "Sério! Quero ver se ganho resistência."
 
Ok, isto é mesmo real, mantém-te calma para não o assustares.

No entanto, por dentro já me imaginava a correr com uma das pessoas que mais gosto neste mundo, a dupla fraterna a correr por entre jardins e estrada, quiçá eu a aproveitar os primeiros tempos em que ainda tenho hipótese e deixá-lo comer o pó das minhas passadas nos treinos... Felicidade! Alcancei um estado de êxtase em que já ouvia passarinhos e pairava acima da cadeira, por entre arco-íris e borboletas quando...
 
- "Ah, mas não tenho ténis para correr, tenho de comprar uns primeiro".

Pum! Aterrei logo.

Crueldade.

Vocês podem achar que não é nada de mais, que esta frase apenas significa a sua vontade e empenho, mas eu conheço-o. É o imperador da procrastinação, e vão passar-se semanas, talvez meses, espero que não anos, antes que se resolva a proceder ao esforço hercúleo de se deslocar a uma loja de desporto para ver de uns ténis. E nem vale a pena estar sempre a relembrá-lo e a insistir, porque ele leva isso como um desafio ao prolongar da sua preguiça. Estou tão perto de ser a Irmã Fixe, Futura Melhor Companheira de Treinos de Sempre, não posso voltar a ser apenas a Irmã, a Chata.
 
Bom, vou manter a esperança.

Boa semana!
 

16 comentários:

  1. Pode ser que estejas enganada. Eu também sou a campeã da procrastinação, mas quando me dá para fazer as coisas faço mesmo ;)

    Beijinhos e tem uma óptima semana :D

    ResponderEliminar
  2. Não percas a esperança.
    Quando menos esperares ele aparece ao pé de ti com um par de ténis e a dizer "Então, bora correr?" =)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Muito bom este teu post, mesmo engraçado....ri-me à grande...obrigado por isso.
    então tens um irmão sedentário? O meu é o contrário, sempre a abrir...mas é só futebol e ginásio...o ano passado, pensava que correr era fácil e veio treinar comigo....10kms logo, eu no inicio sempre nas calmas e ele sempre a puxar....depois apanhou umas subidas e quase que morria....pronto, eu tb fui um bocadinho mauzinho para lhe mostrar que aqui o velhote é que manda, mas pronto...moral da história....nunca mais correu a não ser atrás de uma bola.
    Olha, boa sorte com o teu irmão :D
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Hello!
    Hoje o teu irmão não me bateu na procastinação - fui mesmo the master!...
    A esperança é a última a morrer! No aniversário dele, a tua oferta de mana, pode ser uns ténis (daqueles mais baratos que está visto que não vale a pena investir em muito) e a desculpa acaba ai.

    O teu corpo sabia que estava a precisar de descansar e por isso "obrigou-te" a dormir até mais tarde.

    Mudança de casa só tive uma : de casa doa pais, para esta e confesso que não fiquei com saudades nenhumas :)
    Boa sorte com os trabalhos!

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. "Água mole em pedra dura tanto bate que até fura"

    Insiste, insiste, insiste, que se ele se deixar contagiar, ficará para sempre grato à sua querida irmã que lhe mostrou o mundo maravilhoso da corrida :)

    Força e boa sorte!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Há 3 anos, no espaço de 6 meses mudei 2 vezes de casa. O meu pai já só dizia pensa bem na tua vida que eu não aguento muito mais estas mudanças.
    É horrivel...
    Mas gosto muito mais da minha casa de agora, por isso o esforço valeu a pena.

    Quanto ao teu irmão, conheço muitas pessoas assim, anunciam vou começar a ...

    Mas depois nem sequer tentam e o pior é que é com uma desculpa das mais básicas.

    ResponderEliminar
  7. Joana: Não conto muito, mas também espero que esteja enganada! :) Beijinhos

    Isa: Era bom... Pode ser, haja esperança! :) Beijinhos

    Carlos: O meu irmão também anda a falar que se vai inscrever no ginásio... há pelo menos 3 meses! :) A felicidade também era um bocadinho, confesso, pela perspectiva de o fazer sofrer um bocadinho atrás de mim... eheh ;) Obrigada. Se algum dia houver treino fraterno, comunico-vos. :) Beijinhos

    Lulu: Ele só faz anos para Setembro! Espero não ter de esperar tanto... E, ainda por cima, para lhe comprar uns ténis ele tem de vir comigo para ver como se sente com eles... Enfim, vamos ver.
    Ando mesmo cansada, é verdade, isto mói! Beijinhos

    João: É essa a minha esperança! Ficava tão contente se isso acontecesse... :) Beijinhos

    Cristiana: Há momentos que olho para tanto saco e coisas a fazer e tenho de respirar fundo para não desesperar... E o pior é que esta mudança também é apenas provisória! Aiii... seja o que Deus quiser. :)
    Quanto ao meu irmão, há vezes em que ele me surpreende, pode ser que esta seja uma delas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. eu continuo a ir sozinha ;p só de vez em quando lá convenço o meu namorado a ir cmg e outras o meu irmão... de bicicleta ;p

    ResponderEliminar
  9. LOL

    Tens um problema muuuuito fácil de resolver. Queres saber como?
    .
    .
    .
    .
    .
    Oferece-lhe os ténis!

    Assim, ele fica algo preso ao facto da mana lhe ter oferecido os ténis e vai sentir-se na obrigação de ir correr... ;)

    É uma excelente prenda, e garante-te o companheiro que queres para as tuas corridas!

    ResponderEliminar
  10. Isto dos ténis é dispensável. Fala-lhe do barefoot running e não tarda nada, temos ai um Bikila lusitano. Convém talvez é ter as vacinas do tétano em dia, lol!

    Brincadeiras à parte, é muito o quando conseguimos "evangelizar" alguém para a corrida. A minha irmã está a dar os primeiros passos (uns a andar intervalados com outros a correr) e a minha mulher, aina não desisti de a convencer, até porque o contingente feminino dos Pernas e Gafanhoto já anda a reclamar por reforços.. É como diz o João e muito bem, "água mole em pedra dura...".

    Boa sorte com as mudanças, keep cool. :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Hermione: Mesmo de bicicleta era complicado. ;) Eu gosto de correr sozinha, mas ficava muito contente se a "evangelização" se desse! eheh :) Beijinhos

    Ricardo: Não é assim tão simples porque, primeiro, ele tem de ir comigo à loja e, segundo, nisto dos irmãos acho que não se dá esse fenómeno de contribuição-retribuição assim tão linearmente... :p

    Bluesboy: Um dia havemos de converter alguém próximo, quanto mais não seja por estarem fartos de nos ouvir! ;) Mudanças: ainda uma pessoa pensa que tem pouca coisa... :/ Enfim, está quase! Bjs

    ResponderEliminar
  12. Que o teu irmão deixe de procrastinar e que as mudanças corram bem.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Ainda te vou ver a abrir uma igreja de corredores "pastora" Menina. LOL

    ResponderEliminar
  14. V: Obrigada, não está fácil... (as duas coisas). Beijinhos

    Tigas: Uma Igreja Universal do Treino dos Corredores, mas dispenso o dízimo. :)

    ResponderEliminar
  15. Compreendi-te muito bem em relação ao teu irmão xD
    Estou sempre a tentar convencer a minha irmã a vir correr comigo ou caminhar, qualquer coisa, mas nada... Vamos ver se um dia tenho sorte :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  16. Lady V: É isso mesmo, não desistas. ;) Beijinhos

    ResponderEliminar