3 de junho de 2013

Treino na Barragem do Rio da Mula


Lembram-se que a ideia era fazer um treino mais longuinho no fim-de-semana? Pois, não foi isso que aconteceu, por razões que vou passar a desenvolver, mas, no entanto, isso não significa que não tenha sido duro, porque foi! Suspeito que tenha a ver com um certo treino de pernas que uma amiga me convidou para fazer na quinta e do qual não recuperei completamente na sexta... Foi uma experiência tão traumatizante que nem vou partilhar aqui! :) Mas agora já sei o que é correr com pernas muito cansadas e obrigá-las a subidas consecutivas... Sofri um empeno de tal tamanho que se já não tivesse combinado ir ao cinema com o meu irmão, nem tinha saído mais de casa o resto da tarde.

Mas comecemos pelo princípio.

Ponto de encontro: Barragem (do Rio) da Mula, 9h30 da manhã.

A Barragem à direita e, em frente, a subida por onde iríamos iniciar.

Já há algum tempo que queria ir fazer um treino para a zona da Serra de Sintra que, na minha opinião, aqui perto de Lisboa é das matas mais bonitas para se correr. Não conheço bem a zona nem é sítio onde me fosse meter sozinha, mas desta vez juntei-me a amigos do BTT, que foram fazer um treino no local.
E lá apareço eu, pernas ainda rebentadas de quinta-feira (obrigada S., os exercícios funcionam mesmo...), toda armada em atleta com a minha t-shirt da Meia Maratona de Lisboa e a mochila de hidratação (também conhecida no meio por "camelbag") às costas.

Perguntei a um amigo se o início do treino seria sempre a subir, para me preparar mentalmente, e ele disse que não, era só aquele bocado ali até à curva e depois alisava... Nunca confiem num bttista! Não só não alisou como pelos menos os três primeiros quilómetros foram sempre a subir, às vezes mais inclinado, outras vezes menos, mas sempre! Não sei se foi para não me desmotivar, mas preferia ir preparada para a realidade. Fui os primeiros quilómetros todos a odiá-lo silenciosamente e a congeminar como me poderia vingar desta falsa declaração. E a tirar fotos. 


Na realidade, foi exactamente pelas subidas que quis ir para ali, porque se for sempre tudo fácil, não se evolui.

Já se sentia bem o calor a esta hora e o vento dos últimos dias parecia ter tirado uma folga. Hoje foi daqueles dias que entendemos, e agradecemos, a utilidade de trazer água às costas.


Por volta do km4, umas ligeiras dores que me incomodavam desde que acordei (senhoras, vocês sabem quais são) começaram a piorar, o que por um lado foi bom, porque me distraiu das dores das pernas - perspectiva da filosofia copo meio cheio - mas obrigou-me a ter de andar e mesmo a parar, enquanto o amigo da "é só esta subida e depois alisa" voltou atrás para ir buscar ao carro uns analgésicos que a namorada tinha na mala (desta forma, redimindo-se completamente do prévio comentário enganador).

Aguardei junto a um parque onde estava um grande grupo do que parecia ser uma excursão de caminheiros, pelo menos estavam todos equipados a rigor, enquanto a minha outra amiga pedalou até ao Convento dos Capuchos para fazer tempo. Fiquei com pena de não ir até lá (era continuar sempre a subir), mas fica para a próxima.


Felizmente as dores passaram, porque já estava a ver que tinha vindo para tão longe, com trilhos tão atractivos para correr e tinha de voltar para o carro com 4km feitos.

Passado uns bons minutos, onde aproveitei para comer uma barrinha de cereais, volto à corrida, agora sim, numa parte do percurso mais "plano", tanto quanto possível numa serra.


Ao longo de todo o percurso passámos por vários ciclistas, mas só duas pessoas (um casal) a correr. Havia vários carreiros que se entrecruzavam, penso que para quem não conheça seja fácil perder-se, mas também permite criar treinos das mais diversas distâncias ali na zona, pela abundância de opções.

Infelizmente, como perdemos tanto tempo, mea culpa, tive de encurtar o treino e, depois de uma longa descida, daquelas que os joelhos gostam, estava de volta à barragem com 9km feitos.


Para me compensarem e porque agora tenho, cito, "a mania dos trails", reservaram-me uma surpresa e levaram-me a uma última volta em redor da barragem onde tive direito a cruzar um pequeno ribeiro:


e a uma última subida(zona) com montes de ramos e troncos caídos para me sentir uma Tomb Raider em acção.

Terminei o meu treino aos 11km, em cerca de 1h25, porque tinha de estar em casa cedo, e eles continuaram o seu passeio em duas rodas.

Como disse, foi pouquinho, mas ainda assim com um ganho de elevação respeitável. É uma zona que recomendo, se forem com alguém que conheça bem a serra, porque é difícil, mas asseguro-vos de que nada aborrecido.



Este foi só um primeiro teste a ver como me aguentava a correr pelos montes com calor. Não correu muito bem, mas não vou desanimar.

E ontem, como vos tinha dito, fui fazer claque para a Corrida do Oriente, onde alguns colegas quase não me reconheceram porque "estava de cabelo solto". Ahah! Realmente é engraçado, porque há pessoas que só vejo no contexto da corrida e se por acaso calha ver algum "à civil", ou seja, sem estarem equipados para correr, é verdade que à primeira vista acho sempre estranho. Quase como: ena, mas afinal ele/ela também usa roupas de pessoa normal, t-shirts sem ser técnicas e calças de ganga e tudo... :)
Mas portaram-se todos muito bem, sobretudo tendo em conta que já estava uma manhã quente, e estão de parabéns.

Esta semana tenho um casamento na terrinha e é fim-de-semana prolongado, o que significa que, na ressaca da boda, vou ter tempo para correr na Serra. "A" Serra. A minha, a da Estrela. Vai ser assim como uma espécie de Oh Meu Deus particular, embora a uma escala de distância mais reduzida. Depois ponho-vos a par.

Boa semana!

19 comentários:

  1. Olha que giro, a Barragem do Rio da Mula.
    Quando era adolescente, fui lá tantas vezes! Mas, parvo, nunca a correr pois "isso" cansava, imaginem!
    Gosto muito desse sítio e deste-me uma boa ideia para um dia ir lá experimentar correr.

    Beijinhos, obrigado ontem pelo apoio e o desejo dum bom treino na Serra da Estrela

    ResponderEliminar
  2. Também já pratiquei BTT e ciclismo em, estrada (mas nuca em competição). Se andar de bicicleta a direito e a descer é muito mais fácil que correr a subir bem que prefiro ir a pé!
    Mas olha que os treino de bicicleta são muito bons tanto para recuperação muscular (treinos leves a rolar) com para treinar outros músculos não usados na corrida.
    Tenho até a ideia que a BTT é um óptimo complemento para quem faz provas de trail.
    Então se juntar a BTT com a natação temos um corredor super completo.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Bom treino!
    Essa área é muito boa! Também já fiz um treino aí nessa zona: http://www.endomondo.com/workouts/.

    ResponderEliminar
  4. João: Ahah, é verdade que cansa, mas é muito bonito. :) Tenho pena de não conhecer bem Sintra para poder fazer coisas destas mais vezes.
    Obrigada, será um bom treino, tenho curiosidade de ver a altitude e desnível, agora que tenho o gps.
    Beijinhos

    Jorge: Isso das subidas é bem verdade, se a mim me custavam, eles em algumas também tinham de ir aos "Ss".
    Sem dúvida que BTT será um bom complemento, mas a minha bicicleta velhinha não dava para aqueles caminhos!
    Beijinhos

    Sílvio: Obrigada. Não consigo aceder ao teu link, acho que tenho de estar registada no Endomondo...

    ResponderEliminar
  5. Não conheço a zona, mas pelas fotos fiquei com muita vontade de conhecer! Pelo que li, sei que a "medida" agora são meias, mas 11km (pelos montes)já é uma distancia simpática!
    Boas Corrida!

    ResponderEliminar
  6. Fiz um post sobre a minha aventura na Serra de Sintra, e com o respectivo percurso.
    http://umdiadecidicorrer.blogspot.pt/2013/01/tss-trail-serra-de-sintra-16km.html

    ResponderEliminar
  7. Rui: Era bom que a medida já fosse sempre Meias! :) Sim, foi uma boa distância, até tendo em conta as condições do trajecto. A Barragem também não conhecia, só a zona da Lagoa Azul, que é pouco antes. Boas corridas!

    Sílvio: Já me lembro, acho que foi dos primeiros posts que li no teu blogue. Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Bonito sítio para se correr.
    Obrigada pelo apoio no Oriente :)
    Boas mini-férias e um excelente treino na serra.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Ah, a barragem do Rio da Nula, a ultima vez que aí passei ia cheio de dores (ciclistas, sabem a que me refiro).
    Correr ai deve ser mesmo muito bom.
    No fundo ir à Serra de Sintra É muito bom.
    talvez em Julho...

    ResponderEliminar
  10. Isa: É sim. :) Não são mini-férias (infelizmente) vou na sexta ao final do dia e volto segunda à tarde. Mas vai ser bom para matar saudades. Beijinhos

    jnr: Não sou grande ciclista, mas sinto-me solidária com eles sempre que ando de bicicleta, até porque nem tenho daqueles calções "almofadados"... :)
    Toda a Serra, e Vila já agora, merecem uma visita. Tantos trilhos que há ali para explorar... Fazeres o percurso pedestre do Palácio da Vila ao Castelo dos Mouros seria um BELO treino de rampas... :)

    ResponderEliminar
  11. Rampas???Sintra?
    É tao difícil de encontrar que vou dar um dica: vê o track GPS da bes running Sintra :) há lá uma rampa ou 2:)
    Os belos calções almofadados ajudam mas há almofadados e almofadados e depois há trilhos e trilhos e os de Sintra são lindos mas duros.
    Mas como dos fracos não reza a história :-)

    ResponderEliminar
  12. Excelente treino e zona muito bonita - estou cheio de inveja!!!
    Que treino de pernas é que fizeste na 5ª?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. jnr: Eu SEI, rampas em Sintra, quem diria?? ;) Mas se, em vez de pela estrada, fores por aquele caminho pedestre, "atalho" até ao Castelo, acresce algums dificuldades. Tenho de experimentar um dia destes.

    Carlos: Inveja, quando tens aí zonas tão bonitas no "quintal" da tua casa? :) Ela dá aulas num ginásio, envolveu muitos lounges e agachamentos, entre outros exercícios que não sei o nome. Só coisas boas... :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Mesmo assim :D , que belo treino !

    Boa-zona , ar-puro , e belas-vistas !! :P

    nice... :)


    Estrela ?? ...no proximo fim-de-semana ??? , tinhas que ir á festa da Cereja , não é ?? eheheh...


    Alcongosta ?? , ou mais a "norte" ?? :)

    boa semana e melhor fim-de-semana !! :D


    Ajb


    ResponderEliminar
  15. A: Perto da Covilhã, depois vês o mapa do treino. ;)
    Por acaso cereja é um dos meus frutos preferidos e até temos uma cerejeira, por isso podemos fazer a festa no quintal! :P Se entretanto já não tiverem comido tudo... :)
    Boa semana, beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Zona muito bonita para correr. Grande treino!!!
    Mas o treino na "tua" Serra também vai ser de certeza muito bom.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  17. Vitor: Foi um pequeno grande treino. :) Espero que o teu longão tenha corrido bem! Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Boas menina,
    A serra de Sintra tem tudo de bom para praticar desporto, em geral tenho o habito de ir para andar de bicicleta, e não é só na serra, existe uma quinta mesmo ao lado, a do pisão, onde o terreno não é tão inclinado e ultimamente até andaram a arranjar os caminhos, portanto por aqui temos um pouco de tudo para todos os gostos. Eu, apesar de morar perto da zona, na maior parte das vezes tenho que ir de carro pois o caminho até lá não é muito fácil para se fazer de bicicleta e como o dia da maratona esta cada vez mais perto temos que ter cuidado.
    Bons treinos.

    Manuel Nunes.

    ResponderEliminar
  19. Manuel: Acho que o meu amigo também me falou nisso do Pisão... Se fosse mais perto, iria treinar a Sintra mais vezes, é muito agradável.
    Sim, agora acredio que haja sempre receio de alguma lesão ou acidente... Bons treinos!

    ResponderEliminar