21 de junho de 2013

Vou de bicla

Sobre duas rodas mesmo à beira do mar,
nem preciso da cerveja para refrescar.
Já não quero ir de carro à torreira do sol,
a secar ao volante a passo de caracol.

Por isso vou para a Costa,
por isso vou na minha bicla.
Viro costas a Lisboa,
vou para o sol da Caparica.



Não fui para a Costa, e o sol também não estava assim tão quente, mas hoje fui (andar) de bicla.

Da última vez que andei (há mais de 4 meses!) tive um furo, depositei a bicicleta nas masmorras (cave) da casa dos meus pais e nunca mais a fui resgatar. Mas com o início, eventual, do Verão, achei que estava na altura de tratar do assunto.

Esta situação prolongou-se porque, como já sabem, não tenho grande paixão por bicicletas. Gostava de ter, porque é um bom complemento à corrida e uma maneira fantástica de fazer passeios mais longos, mas entre mim e a bicicleta nunca houve aquele "clique". Ando pouco, mal, e sempre muito insegura. Paro em quase todos os cruzamentos e, arruinando a paciência de todos os que me acompanham, tenho de desmontar sempre que me aparece uma berma de passeio gigante (mais de 5 cm) pela frente.
A maioria das vezes, ao fim de três quilómetros já estou: "Pronto pessoal, o passeio foi giro, mas vamos lá parar de desafiar a morte e voltar a pôr os pés no chão, sim?"

Mas hoje aconteceu uma coisa maravilhosa... Hoje adorei andar de bicicleta!

Fiz mais de 18km, o que para mim é um recorde, e sentia-me bem e cheia de força. As subidas com mais de 1% de inclinação já não me pareceram o Monte Evereste, as travagens nas descidas já não deixaram as pastilhas a fumegar e até me aventurei a subir um ou dois passeios (dos mais pequenos).

Não sei o que se passou, mas gostei. Se calhar, não é só pedalar que ajuda a fortalecer os músculos para a corrida, o inverso também acontece. Quem pratica os dois desportos com frequência, o que acha? A vossa corrida saiu beneficiada por causa de andarem de bicicleta ou vice-versa? Os dois? Nenhum?


Para além disso, houve duas situações em particular que acho que contribuíram para o sucesso do passeio de hoje:

1 - Andei em corta-mato num carreiro pelo meio das árvores, onde por vezes passo a correr.

Ok, foram só cerca de 200 metros... MAS nem sabem o medo que me mete andar em carreiros estreitos e com piso irregular em cima de uma bicicleta. A frequência cardíaca deve ter atingido os valores máximos e tenho a certeza que fiz duas bolhas só com a força com que ia agarrada ao guiador, mas foi um progresso. 200 metros agora, 2 quilómetros amanhã e um dia destes estou feita uma bttista (ahah).

2 - Quando baixei a cabeça num troço do percurso em que estava com um vento muito forte de frente... "Ena! Estou a ficar com musculo(zinho)s nas coxas!"

É só uma definição leve e, aparentemente, só eu é que me apercebo, porque quando chamei a atenção para o acontecimento...

- Vejam só isto! Olhem o músculo da minha coxa!
- Onde?
- Aqui, então não se vê bem?!
- Não vejo nada.
- Estão a gozar, mas não se vê claramente?? Reparem quando eu faço força com o pedal para baixo.
- Ah, isso...

É só para verem o tipo de pessoas com que tenho de lidar diariamente...

Adiante, eles podem não ver, mas eu tenho a certeza que este musculozinho não estava lá há uns meses atrás. Como eu não sou pessoa de muita força, fico contente com a recém adquirida definição muscular, por mais insignificante que seja.

Em relação a novos passeios de bicicleta, pode ser que este não tenha sido um evento feliz único e que seja o início de uma bela história de amizade (de amor é a corrida). Para a semana já combinei novas pedaladas.


Amanhã ou depois (provavelmente depois, devido à "pedalagem" de hoje...) há novamente treino na casa dos 20km. Para a semana digo-vos porque é que ultimamente ando a aumentar os quilómetros das corridas de fim-de-semana. E não, não estou a pensar correr a Big M. (Maratona)!

Bom fim-de-semana a todos!

19 comentários:

  1. Parecias eu...na tua descrição de "andar de bicicleta" :)

    Mas como tu sentiste hoje, eu gosto, gosto mesmo, mas o facto de andar "nessas condições" (andar mal, ter medo, etc etc) aliado ao costume: falta de tempo, falta de locais "seguros" para quem anda mal principalmente, fazem com que raramente pratique, pelo que...não me parece que venha a evoluir grande coisa. Isto tem de se praticar...mas se não o faço... nada a fazer.

    E pelo contrário, tu hoje com 18 km e a continuares, é comos dizes, daqui a nada (nada...salvo seja!) estás feita uma bttista :)

    Bom fim semana e bons treinos, sejam lá do que for!

    ResponderEliminar
  2. Oi
    Em relação às prestações, não sei se melhora... Mas que complementa ,isso não tenho dúvidas.Desenvolve outros grupos de músculos e a nível cardiovascular é muito completo pois a amplitude dos batimentos é muito maior. Ou seja, enquanto no atletismo (no meu caso)o coração vai sempre lá em cima, na bicla, o coração tem muitos picos de esforço e momentos de descanso...(no btt,pois na estrada a cadencia é sempre mais forte)
    Para finalizar só mais uma coisinha... disseram-me que os ciclistas profissionais quando estão a preparar-se para voltas, são quase proibidos de caminhar(exagero) para canalizar toda a energia para a pedalada...
    Será verdade?
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Deste o tal clique que te faltava! Um dia ainda vais fazer um duatlo.

    Fico então na expectativa que digas porque andas a aumentar os kms :)

    Beijinhos e bom fim-de-semmana

    ResponderEliminar
  4. Bom fim de semana:)
    E sim, ambos os dois desportos melhoraram e beneficiaram com a prática de ambos os 2:)
    Agora mais a sério: sempre gostei de correr, como já disse, provas de fundo, até 400m;) e de bicicleta.
    Com intermitências de uns e de outros o mais importante para este comentário é que com o meu "porte atlético" por vezes sentia dores no joelho direito.
    A pratica mais regular da bicicleta e agora tb Indoor, com perca de pesa tb, faz com que esteja e seja praticamente indolor correr ou ate subir escadas.
    De notar que rx,eco e tac nada encontravam, ou seja, o fortalecimento muscular provocado pelo ciclismo melhorou a corrida e bem estar geral.
    O inverso: apenas 1 palavra, BESRunningSintra ;)
    A autoconfiança e conhecimento que a corrida provoca melhora a postura e à vontade em cima da bicicleta e quanto mais à vontade e descontraída com a bicicleta mais prazer se retira.
    Quanto aos teus amigos...isso é inveja ou miopia:)

    ResponderEliminar
  5. Olá, boa tarde!

    Queres combinar uma volta em Monsanto?

    ResponderEliminar
  6. Ana: O ficar uma bttista também é um exagero, porque acho que nunca vou perder o medo e nem tenho bicicleta para isso. Mas gostava de fazer passeios maiores sem ser o sofrimento que era! Vamos ver. Beijinhos e boas corridas, sempre!

    Sam: No meu caso, que não acelero muito, a frequência cardíaca nunca chega a ficar tão alta como quando corro. Aumenta ali um bocado nas subidas, mas depois, como dizes, recupera-se rápido.
    Pois, essas "teorias" mais elaboradas para guardar energia não sei... Também diziam que os jogadores de futebol estavam proibidos ter sexo antes de jogos importantes para "não se cansarem"... Se são mitos não sei!
    Bom fim-de-semana

    João: Não sei se já se deu o clique ou foi só uma coisa de uma vez. :) Tenho de repetir para ver.
    Não é nada de mais! Quer dizer, para mim é... daí ter hesitado!
    Beijinhos

    jnr: Pois, exactamente por esse reforço muscular que referes é que gostava de gostar de andar de bicicleta! E pode ser que estes trails todos agora me tornem uma boa pedaladora. :) Será disso?? ;)
    Dizem que os trilhos não são tão agressivos para os joelhos (serão para outras coisas...) por isso acho que devias experimentar!
    Eu também acho que foi só má vontade da parte deles, é mini-músculo, mas é visível a olho nú, caramba! :)
    Bom fim-de-semana!

    Atlante: Maria, manda-me um email sff, e combinamos melhor.

    ResponderEliminar
  7. Já ando há muito a pensar em ter uma bicicleta, é um bom cross-training. Vamos ver se me decido.
    A malta que não vê o teu músculo é mesmo cegueta.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Olá menina,
    Não vou acrescentar muito mais ao que disse o sam, eu sinto o mesmo pois faço as duas coisas.
    Na bicicleta trabalhamos outros grupos musculares, tanto é assim que já fiz treinos a correr de manhã e na parte da tarde fui fazer mais 30kms de bicicleta em sintra e parecia que nem tinha corrido de manhã.
    A bicicleta é uma coisa que se não andarmos regularmente perdemos um pouco o "jeito" por esse razão se não o quisermos perder temos mesmo é que andar.
    bons treinos

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  9. V: O do gémeo vê-se melhor. :)
    Agora já se vendem bicicletas razoáveis a preço acessível. Para as primeiras vezes, é melhor alugares aquelas de passeio, a ver se gostas.
    Beijinhos

    Manuel: E se for ao contrário? Andar de bicicleta e correr a seguir, não nota diferença?
    Claro que quem pratica estes 2 desportos com frequência deve habituar-se.
    Aliado à falta de jeito, o medo também não ajuda. Sobretudo a descer!
    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  10. Olha que há malucas e malucos fazem isso a nivel oficial, pior, alguns nadam antes!!! Malta doida!
    Normalmente fico mais cansado e com dores musculares apos uma corrida pelo que me é mais facil pedalar e a seguir correr, não sei se é universal.
    Ja fiz 40 km de btt e a seguir 1 hora de spinning e tambem tudo ok, claro que o cansaço era mais notório.
    Agora algo completamente diferente, nas tuas aventuras Monsantianas levaste mochila, ou nem que fosse só umas barritas? Eu hoje abri oficialmente a minha época de Trail, cerca de 13 km por Monsanto e ...esqueci-me das barritas em casa.
    Queria fazer no inicio 20k, depois por falta de tempo por compromissos (a um domingo...) mudei para 2 horas e depois por sms encurtaram ainda mais mas a verdade é que estava a começar a ficar sem combustível.
    Pontos de água não é grave em Monsanto, já comida...
    De resto, e é óbvio que foi uma iniciação muito Soft, gostei, foi engraçado fazer trilhos que só conhecia de btt e ver como a mudança do meio de locomoção provoca sensações tão diferentes.
    De resto comprova-se outra verdade do fora de estrada, seja btt ou Trail running: é mais sujo que a versão estradista:).
    Foi também um "reality check" pois já me via a fazer o minitrail do Almonda (12k) ou o Trail da Serra D'Arga(2:)) no final de Setembro e...acho que tenho que evoluir um bocadinho assim, como um suissinho antes de me aventurar, em especial o minhoto.
    Mas...o bichinho ficou:)

    ResponderEliminar
  11. jnr: Ainda bem! :) 13km sempre a correr em Monsanto já não é nada mau! Eu faço muitas caminhadas pelo meio do treino, porque não aguento sempre a correr em algumas partes.
    Eu tenho levado a mochila, não tanto por causa da água que, como dizes, há muita por lá, mas mais por causa da "comida". Levo sempre umas barritas, frutos secos e marmelada (nunca levo géis em treino, mais por uma questão de forretice, de não querer gastá-los, do que qualquer outra razão...). Desta vez "corri" 3 horas e comi tudo. :)
    Compreendo-te em relação ao reality check... mesmo tentando fazer o máximo de subidas possíveis, o ganho de elevação fica sempre muito aquém do dessas provas e mesmo assim fico de rastos!... mas isso não significa que não as queira fazer na mesma... ;)

    ResponderEliminar
  12. ..."a vossa corrida saí beneficiada por causa da bike"... , isto dava pano para mangas :D

    ...por acaso quando fazia muito btt ou passeios de mais de 50k de bike , pouco corria , e agora que corro quase todos os dias , poucos kms faço de bike :D , á tantas "teorias" e todas certas de certeza...

    , mas por mim , não sei se faz com que se "corra mais" , claro que sendo uma actividade física e "dependendo do percurso e distancia" faz diferença de certeza na tal "forma-fisica" e nos tais músculos "imaginários" que tu tens :P (se calhar se o sol bater assim de um ângulo favorável e ao passar por um prisma se espalhar uma luz mais brilhante e difusa na "coxa" , a "ilusão" passa a realidade , mas isso era outra conversa)... :P

    ...aqui á atrasado , em conversa com um maluco do BTT , uma das questões foi mesmo essa: o pessoal das corridas, tambem anda de bike , mas o pessoal das bikes não corre !! (pelo menos os do BTT), claro que á excepções :)

    ...por um lado tem logica , é tipo um gajo que quer aprender a pilotar um avião e vai treinar a saltar de paraquedas !! (se calhar não é o melhor exemplo , mas parece-me lógico, ou vice-versa) ;)

    ou seja , "treinar" é Treinar... , claro que se devem "complementar" mas isso tambem a natação e o yoga e o pilatos e mais essas modernices todas !! :D


    Bons treinos , boas pedaladas e mais isso tudo... :D

    ResponderEliminar
  13. Tenho tanta pena, mas a bicla não me "puxa" nada. Até gostava porque sempre alternava com a corrida, mas é coisa que não me puxa mesmo...
    Pode ser que me inspire com os teus post. Vai continuando a dar testemunho dessas corridas sobre rodas!

    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  14. Ó menina Rute, vamos lá ver uma coisa...isso de andar a namorar uma bicla qualquer quando tás numa relação séria com a corrida não é bonito. Nada de entusiasmos se faz fvr, hein!! Essas biclas não são de confiança. Pronto tá dito.
    Quanto à malta que não repara no teu músculo desenvolvido....é inveja.
    Beijinhos e boas CORRIDAS (pézinhos bem assentes no chão)

    P.S. Por acaso ainda andei a ver bicicletas à duas semanas (xiuuuu...mas é segredo, dizem que é um belo complemento à corrida)

    ResponderEliminar
  15. Ahhhh....já me esquecia....porque é que andas a fazer esses kms todos????? Diz-me, diz-me....se não é Maratona, é um Trail longo....uma Ultra???
    Ultimamente andam por aqui todos com segredinhos...foi a Isa e o João, agora tu....tssss...não se faz...fico velhinho com vocês :D

    ResponderEliminar
  16. A: Ainda bem que posso contar com a tua análise científica e concluir que não passou de uma "ilusão de óptica"... Obrigada, acho que ias dar-te bem com os meus amigos... :P
    Penso que há exercícios que se complementam melhor que outros... tipo "cara-metade" dos desportos. Em último caso, claro que qualquer um ajuda a uma melhoria da forma física.
    Bons treinos e isso tudo... ;)

    RBR: Percebo-te perfeitamente, porque na maioria das vezes também não me puxa. Pode ser que agora aproveite esta nova vaga de motivação!:) Beijinhos

    Carlos: É uma AMIZADE, frisei isso muito bem! ;) Além disso, sei bem como são traiçoeiras. Eu já com os pés no chão tenho tendência a quedas, quanto mais! :)
    Com que então já andaste a ver de biclas? Para aí para os teus lados precisas de uma resistente!
    Achas que ia passar à frente da Maratona e ir logo para uma Ultra??! Quer dizer, nunca se sabe...;) Mas por agora nem pensar! Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Olá menina,
    Pessoalmente acho melhor primeiro correr e depois andar de bicicleta, já fiz o contrário e o desgaste é muito maior. De bicicleta ainda dá para folgar um pouco, nas descidas por exemplo, a correr isso não acontece, temos sempre que carregar o "fardo". eu tambem tenho por vezes algum receio de cair, mas com a continuação vamos aos poucos ganhando alguma confiança.
    a mesma coisa acontece ao andar no meio de pessoas e no meio do transito, aos poucos ficamos mais á vontade, mas estamos sempre sujeitos, faz parte da vida, não podemos é parar.
    boa semana

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  18. Olha a miuda famosa, no Correio da Manhã :))) quem diria!!
    Se não quiseres, não publiques o comentário, só queria mesmo felicitar-te. Beijo!!

    ResponderEliminar
  19. Manuel: Obrigada pela resposta. O meu problema maior também é com o trânsito. Boa semana!

    Sweet: É cá uma fama... upa upa :P Não há problema, não ia dizer nada sobre isso, mas vou acabar por fazer um post, por respeito ao interesse demonstrado pela jornalista por este tipo de blogues. Obrigada! Beijinhos

    ResponderEliminar