24 de julho de 2013

Feridas de guerra

Há coisas que quem não corre não iria entender. Porque é que, às  vezes, acordamos mais cedo do que num dia de trabalho para correr, e o fazemos com gosto. Porque é que corremos à chuva. Porque é que corremos ao sol (abrasador). Porque é que às vezes corremos no limiar do sofrimento se 'não vamos ganhar nada'. Porque é que ficamos contentes com menos 2 segundos de tempo numa prova, quando o primeiro classificado já chegou há largos minutos (ou horas).
Mas, se há coisas que quem não corre tem mais dificuldade em entender, é como podemos falar com certa naturalidade e até trocar pontos de vista sobre tópicos, digamos, demasiado informativos. Tenho a sorte de ter amigos "leigos" muito compreensivos, mas nem sempre é o caso.

Foi a conversa do papel higiénico aqui há umas semanas, mas há outras. Porque é que compramos vaselina e a utilizamos em diferentes partes do corpo. Porque é que às vezes é boa ideia os homens terem pensos rápidos nos mamilos. Porque é que publicamos fotos de feridas, bolhas, raspões e dizemos "isto foi na corrida tal" e esperamos comentários apreciativos e partilha de situações semelhantes.  Porque é que sabemos que "epá, se fosse a ti não comia isso na véspera da prova, tem muita fibra...". Porque é que a qualidade de um par de meias é um tema de conversa que gera discussões. Porque é que naquela foto em que eles só vêem alguém  encharcado em suor, vermelhão e desgrenhado, nós vemos alguém que nunca esteve tão atraente...

E a lista continua.


Ler mais sobre a campanha Adidas - Runners. Yeah, we're different
com exemplos de outros cartazes igualmente engraçados: aqui.


Esta é a minha história de uma unha negra. Literalmente.
Dantes ouvia pessoas dizerem que tinham uma ou duas unhas negras e que, inclusive, já tinham ficado sem alguma unha e pensava "mas que raio?! Só podem estar a usar ténis sem jeito ou muito apertados, como é que perdem assim uma unha?? Foge!" Mas, afinal, podem ter uns ténis bons, dois números acima, e mesmo assim ficarem com uma unha negra. Basta, para isso, fazerem 4km sempre a descer, a pique, na pior prova da vossa vida até ao momento.

Claro que isto aconteceu no Almonda (a sério, se esta prova não me matou, estou bem encaminhada para chegar a festejar os meus 100 anos). Lembram-se de na altura, no pós-prova, ter referido que me doíam as pontas dos dedos dos pés? Pois bem, a unha do meu segundo dedo do pé direito ficou metade negra, e só reparei nisso a semana passada, porque tinha verniz por cima. Foi uma surpresa quando descobri, e uma mistura entre "ewww" e "uauuuu".
Nunca tinha tido uma unha negra na vida. Assim como nunca tinha tido raspões nas mais variadas partes do corpo antes de começar a correr. Pernas arranhadas e braços esfolados era quando jogava à apanhada em criança e bolhas nos pés estavam reservadas para os raros momentos de saltos altos novos. Por isso, quem quiser começar a correr para 'ter um corpo bonito', pense duas vezes! Fica o aviso. (Estou a brincar, comecem a correr, que o resto compensa estes pequenos acidentes de percurso).

E era isto que tinha para dizer: fiquei com uma unha negra e conto isso às pessoas com uma pontinha de orgulho. Vocês entendem, não entendem?

(Agora só não me digam que vai cair, por favor, tenho os meus limites!)


Contem-me, o maior estrago que a corrida fez no vosso corpo (lesões à parte)? Quantas unhas negras já tiveram? Se ainda não tiveram nenhuma, é porque não se estão a esforçar o suficiente... ;)

32 comentários:

  1. Humm....pois....não te quero estar a assustar mas eu tinha uma unha negra já há meses. Meses! E de repente durante as férias caiu.

    É tal e qual como dizes, uma pessoa sente algum orgulho hehe. Já posso dizer que me caiu uma unha negra por causa da corrida =D
    Ainda pensei colocar a foto da unha que me caiu (até está bonitinha pois está pintada) no blogue, mas depois achei que podia ser demais para os mais sensíveis. No entanto ainda hoje sai um artigo meu onde, entre outras coisas, falo de como fiquei sem uma unha no pé :S

    Mas não me doeu, nem nada. Simplesmente caiu e já se nota nova unha a crescer =)

    Que raio de conversas que uma pessoa tem para aqui por causa de unhas negras hehehe.

    Beijinhos e boas corridas!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo24/7/13

    já que estamos numa de confissões embaraçosas. uma vez tive uma dor de barrigas daquelas durante um treino matinal. estava longe de casa e os cafés ainda não estavam abertos... tive de me esconder atras de uma arvore num jardim a beira da estrada e sempre com medo de ser apanhado de calças na mão. maldito café da manhã! ehhheheh :) J.

    ResponderEliminar
  3. Olá Rute, exceptuando as lesões e os empenos musculares, tb no meu caso os estragos maiores foram (e são) as unhas negras (plural)... tás sentada? Quase todas cairam.... desculpa lá mas é verdade....mas depois voltaram a crescer (dois anos depois :D)
    Quando comecei a correr tinha um grave problema com bolhas nos pés....algumas na planta do pé do tamanho de um bife....treinar era um sofrimento....desde que acertei com o modelo das sapatilhas as bolhas deixaram de existir (vá lá, uma ou outra pequena de vez em quando).
    Beijinhos e boas corridas

    ResponderEliminar
  4. Essa das unhas negras é comigo também! Ainda com a agravante que algumas acabam por cair! É um mistério porque também acontece em provas de estrada, sem contacto aparente entre os dedos e as sapatilhas, que já são dois números acima do normal. Enfim, é a vida...
    Boas corridas!

    ResponderEliminar
  5. Isa: Eu ia compreender se pusesses a foto da unha! ;) E o verniz é o que dá o toque amenizador feminino... ihih :P É verdade, são pormenores um bocadinho desagradáveis, mas nós sabemos o que está por detrás disso e porque ficamos "contentes"! (doidas, quêm??!) :) Beijinhos

    Anónimo: Lol :) Espero que ao menos fosses prevenido com papel higiénico... ;)

    Carlos: Opá, vocês não me digam isso que eu sou muito apegada às minhas unhas (os dez pares delas)! :) Tenho fé que seja uma sobrevivente!
    Os meus primeiros ténis também me faziam bolhas horríveis, mas ultimamente nunca mais tive problemas. Beijinhos

    P: Em provas de estrada nunca me tinha acontecido, mas também nunca fiz nenhuma acima da 1/2 Maratona. Enfim, é a corrida!;) Bjs, bons treinos

    ResponderEliminar
  6. Sorte a minha que não tive muitas "feridas de querra". As poucas mazelas que tive foram sempre resolvidas com a mudança para um equipamento mais adaptado a mim.
    As unhas negras resolvi com tenis um número acima e as queimaduras nas coxas, resolvi com uns calções de licra.
    Bons treinos.

    ResponderEliminar
  7. correrporprazer: Curiosamente, acho que nunca tive assaduras entre as coxas (porque uso calções de licra), aparecem sempre em locais inesperados ou, mais recentemente, por causa da faixa cardíaca. Um bom equipamento faz a diferença. Boas corridas!

    ResponderEliminar
  8. Pois é... já tive unhas negras e... lamento desiludir-te... mas ao fim de várias semanas (ou mesmo meses)... xxxxxx (palavra censurada para não te assustar mas não és diferente dos outros atletas... mas a boa notícia é que depois crescem logo!)

    Beijinhos e vê a unha como uma medalha da vitória que tiveste sobre o Inferno de Dante!

    ResponderEliminar
  9. Como leiga te digo: sente orgulho mulher!! E se cair torna a nascer! Beijo

    ResponderEliminar
  10. João: Como já foram utilizados os termos "quase todas" e "algumas", vou-me agarrar a esta réstia de percentagem positiva. ;) E se tiver de ****, ao menos que espere pelo fim do Verão! :) Beijinhos

    Sweet: Ahah, sim, não é nada que não tenha volta. :) Beijos

    ResponderEliminar
  11. Lamento, mas a unha vai cair.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Alto e pára o baile!! Atenção, minha cara amiga, andam a enganar-te... :)))
    Conheço casos, pois tenho um cá em casa mas sei de outros, em que tal foi a "esfrega" que a unha não voltou a crescer! Ficou negra, ganhou pus (belhác!), caiu e não voltou a crescer! Por isso, muito cuidadinho!

    Agora como vai ser no verão? Vais calçar uma sandalita fashion com unha negra? :)
    Como diz o meu massagista: as mulheres têm muita sorte, pintam de encarnado e não se vê! Pronto, tudo resolvido!

    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  13. Hello.
    Joguei futebol durante 20 anos, à séria. Sempre me habituei a ver unhas negras, a caírem ou não, a caírem com ou sem unha por baixo, etc. É que levar umas porradas, ás vezes com pitons de alumínio, não é muito saudável para as unhas.
    Mas eu, NADA. Nunca tive uma unhinha negra para amostra... até começar a correr. lol
    Umas negras temporárias já tive algumas mas tive uma que não foi temporária, foi definitiva até cair. Mas sem stress, nunca me impossibilitou de correr e quando caiu já a nova estava quase totalmente normal.
    Pronto, está dito. :-P

    Beijos!!! ;)

    ResponderEliminar
  14. Curioso. Eis uma coisa que nunca me tinha acontecido com a corrida... até esta semana.
    Depois do meu primeiro treino de 24 Km no passado domingo, eis que esta semana descubro 1 unha negra em cada um dos pés. Isto depois de perder outras 2 na semana anterior (nos dedões!) por causa dos ténis de futebol!

    Agora é esperar que caiam... lol

    PS: O pior até hoje foi a malfadada tendinite na perna esquerda...

    ResponderEliminar
  15. V: Olha que isto hã??! :) Só por causa disso daqui a dois meses faço um post update sobre o estado da unha. Não pediram, mas agora levam com ele! lol :) Beijinhos

    RBR: Acho que não vai chegar a tanto, mas entretanto, CLARO que uso as unhas pintadas! :) Já usava antes, também não é por aí... ;) Beijinhos

    Pedro: Afinal havia por aí tantos Unhas Negras Anónimos e ninguém dizia nada... :) Esta não está negra na totalidade, por isso tenho esperança! (Caindo depois não te dói a correr??) Beijos!

    Ricardo: Lesões é mais chato, mas estou a gostar de descobrir todo este mundo novo sobre as unhas negras temporárias, definitivas e de substituição.;) Acho que em treinos longos os pés incham um bocado e isso não deve ajudar... Boa previsão para os treinos que ainda te esperam!:) Boas corridas!

    ResponderEliminar
  16. Ora bom, em cinco anos de corrida, nunca tive uma lesão. Só tive um dedo que "cabidelizou" durante a Maratona, por causa de uma unha mal cortada. Mas passados dois dias, estava tudo impecável outra vez.

    Dica para a tua unha negra: pinta todas as outras de preto, adopta um look gótico na praia, até a dita cuja cair. :D

    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Bluesboy: "Cabidelizou" é um bom termo! :) E muito visual também.... lol
    Não sou muito adepta do look gótico, mas fica anotado. :P
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Tal como o Pedro, joguei muitos anos futebol e vi muitas unhas negras, mas sempre escapei a isso. Até ao domingo passado. Em que após 22km cheguei a casa e vi que (precisamente como tu) a minha unha do 2º dedo do pé direito estava em tons de cinzento. Atribuí isso ao facto de ter melhorado o meu tempo da 1/2 maratona, mas como não foi em prova oficial, foi a unha negra a minha medalha. :)
    Posso garantir que bati o meu record "por uma unha negra". lol

    Quanto ao meu maior problema, continuam a ser as bolhas, quando faço mais kms. Já troquei de meias, mas penso que o problema será mesmo do calçado.
    Beijinhos e boas corridas.

    ResponderEliminar
  19. Rute,

    Não tenho grandes feridas de guerra de correr (talvez por não correr muito!), mas tenho feridas de outras coisas:
    O meu joelho continua com a marca de dia 26.03.2013 na Caminhada/Corrida 25 de Abril e parti os dois dentes da frente a andar de bicicleta. Chega?

    E se continuo a tentar tirar fotografias ao mesmo tempo que ando de bike, estou a habilitar-me a que aconteça o mesmo outra vez :)

    ResponderEliminar
  20. Tiago: Ahah, pode dizer-se mesmo que foi por uma unha negra. ;) Ao menos foi por uma boa causa.
    Costumo por sempre vaselina nos pés antes dos treinos longos, e nunca mais tive problemas.
    Beijos, boas corridas!

    Lulu: Partiste os dois dentes da frente?? Possas, isso é que foi! Ganhaste! :P
    Eu ando sempre com as duas mãos no guiador e, caso tenha de levantar alguma, é sempre uma coisa de segundos rápidos (para não facilitar...) ;) Beijos

    ResponderEliminar
  21. Bem...isto parece o final do MadMax III:)
    Já tive uma unha negra, Futsal, e...caiu:) mas a outra estava já lá.
    De resto, arranhões e queimaduras de frição, de bicicleta.
    Na corrida...nem um entorse, e hoje fiz um...à entrada da piscina:)
    Já tive 2 entorses sérios no tornozelo esquerdo mas a jogar básquete e...caí de uma escada...depois de ir buscar ao telhado uma bola de...básquete...
    Costumava ter umas assaduras nas coxas mas desde que fiz um upgrade aos calções :)
    Bolhas...pff mas praticamente apenas em Futsal de fim de semana.
    Bons treinos e...não vale andarem aos pontapés a meio mato apenas para competirem com a unha da R.:)

    ResponderEliminar
  22. jnr: LOL :) Pois, parece que há por aí unhas negras aos pontapés! :P Já contava que não me iam deixar sozinha nesta confissão... São mazelas de "profissão" :) Parece que o futebol está renhido com a corrida nesta luta das unhas! Aí está um desporto que nunca foi para mim... (jogar, ver está bem!)
    Não quero agoirar, mas agora que vais começar a aumentar os kms, pode ser que tenhas sorte... ;)
    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  23. Rute tiveste mais sorte que eu, eu do Almonda para além dos profundos golpes ainda trouxe 3 unhas negras, unhas dos dedos mindinho completamente negras e metade da unha do dedo grosso do pé direito, se bem que esta ultima já é uma habituê hehehe

    Cair nem sempre caem, demoram é um bocado a desaparecer pois implica a unha ir crescendo e aparando, mas quando pensas que ficaste com os pés bonitos outra vês fazes um treino mais bruto ou uma prova et voilá lá voltam as unhas negras.

    Yeah, We're different. ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Parece que vou ter de me esforçar mais na corrida....ainda não tive nenhuma unha negra :( é verdade que não corro as vossas distâncias ( mas já fiz uma meia-maratona ), sinal que ando a correr pouquinho !!!!
    Agora mazelas de bike é comigo ok?
    Graças a Deus nunca parti nada, mas já caí umas 15631478661486 vezes...E agora perguntam vocês, mas por acaso sabes andar de bicicleta??? Sim sei, mas esbardalho-me naquelas descidas técnicas e rápidas, que detesto fazer :( Agora que penso nisso é melhor nem lembrar, pois não caio para aí há 1 ano, é melhor nem falar para não agoirar....Beijocas e bons treinos

    ResponderEliminar
  25. Estou exactamente como tu... Após tirar o verniz das unhas é que verifiquei que tinha duas unhas negras cortesia da Lisbon Eco Marathon :)

    ResponderEliminar
  26. Rui: Assim é que é, logo 3 unhas negras, à homem! :P Mas sabes que, pelo menos em relação às feridas, tiveste um bocadinho de culpa! Não deve ter sido nada fácil correr assim... :S
    Já estou a contar que possam aparecer mais, à medida que os treinos ou provas se forem tornando ainda "mais brutos". ;)
    As senhoras podem pintar as unhas, sempre é uma vantagem, desde que mantenham as 10 intactas. :)
    Bjs

    Carla: Ainda estás muito a tempo, não fiques triste! lol ;) E é de muita coragem caires tantas vezes e voltares sempre à carga. Só caí uma vez de bicicleta (em adulta), nem foi nada de mais e fiquei traumatizada durante uns tempos!:) Beijinhos

    Fiona: Os "prémios" destas provas deixam muito a desejar!!! eheh :)
    Na altura não ficaste com dores nos dedos? Eu fiquei, logo no dia seguinte. Se calhar ficou logo negra, mas só vi depois. Beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Tive sim! Nem conseguia calçar sapatos fechados nem nada. Andei quase uma semana de sandálias eheheh

    ResponderEliminar
  28. Não posso partilhar estas feridas de guerra...porque nunca corri para tal, aliás, o pouco que corro deixa-me logo feridas no corpo todo =P! mas claro que percebo a tua partilha...:) e a maravilha deste mundo dos blogs é mesmo isso, partilharmos as nossas experiências com quem tem os mesmos interesses :)!
    beijinho

    PS: vamos torcer para a tua unha não cair :)!

    ResponderEliminar
  29. Olá menina,

    Elas voltam a crescer, pelo menos as minhas voltaram.
    Também nunca me tinha acontecido e quando aconteceu também fiquei um bocado assustado e tinha alguma esperança que nao caíssem, mas tal não se verificou, caíram mesmo, mas foi devagarinho, nem fizeram barulho.
    Agora já estão outras no lugar delas, bem crescidinhas.
    Bons treinos

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  30. Manuel: Vou ter de me mentalizar que é uma coisa que poderá acontecer. Eventualmente. Esta não me parece em condições de cair, mas nunca se sabe. :) Continuação de bons treinos!

    ResponderEliminar
  31. Anónimo29/8/14

    e qual foi o desfecho da unha negra?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta acabou por cair, já estava uma nova a crescer por baixo. Entretanto já se seguiram outras unhas negras, mas aguentaram-se sempre. :)

      Eliminar