4 de agosto de 2013

TNLO - primeiras impressões

 Recuerdos


- Afinal não eram 25, eram 26km. Ainda melhor.
- Foi um trail acessível, bastante 'corrível', com algumas subidas e descidas mais jeitosas pelo meio. Não gostei da areia em algumas partes e achei uma surpresa sádica terminar a prova a subir dezenas de escadas.
- Numa descida mais longa e inclinada, pude assistir em primeira mão a uma técnica inovadora e que decerto fará furor, de atacar as descidas, por parte de um casal de espanhóis.
- A par disso, alarguei também o meu léxico de vernáculo hispânico.
- Escorreguei e tropecei várias vezes.
- Molhei os pés, ou melhor, metade das pernas, por três vezes durante a prova. A última delas, já quase a chegar à meta, na travessia de um túnel de águas paradas e de cheiro, como hei-de dizer, duvidoso.
- Venceram-se claustrofobias.
- O meu frontal continua fraquinho, mas adorei correr à noite. Tem sabor de aventura.
- As pessoas do trail são espectaculares e não se importam de parar e te estender uma mão, ombro, costas, o que for preciso, para te ajudar numa descida mais complicada ou quando enterramos a perna até acima do joelho, em lodo.
- A maior parte também te chamará quando, mais uma vez, te perderes e enganares na rota. E, acreditem, num trail à noite, vão enganar-se algumas vezes no percurso. Adivinhem quantas?
 - Dentro das limitações, foi uma prova que me correu muito bem e recuperei um bocadinho o ego perdido no Almonda.
- Óbidos é uma Vila bonita. À noite, em plena Feira Medieval e com tanta gente a assistir e aplaudir, inclusive de madrugada quando terminei, torna-se um ambiente mágico. Terminar nas muralhas de um castelo que se ergue acima de uma imensidão de paisagem, também ajuda.
- Nem tudo foi perfeito, mas para o ano estou lá outra vez.
- E, por último mas não menos importante, para além dos suspeitos do costume, obrigada a quem respondeu ao meu apelo aqui no blogue e acabou por me fazer companhia durante uma parte, ou a totalidade, do percurso, impedindo-me de entrar em pânico nas zonas mais escuras e isoladas e tornando toda esta experiência mais divertida.


Este trail foi o terminar piedoso que deixou finalmente as estrelas brilhar num dia que, de resto, tinha sido péssimo. Por causa disso, o relato extenso do acontecimento poderá tardar um bocadinho mais do que o normal a sair, mas sai! Aguardem, que vai valer a pena (farei os possíveis).

Boa semana.


31 comentários:

  1. Muitos parabéns!
    Acho que correr 25 kms, e por trails e à noite, é de louvar :-)
    Estás mesmo de parabéns e é para continuares assim, sempre a melhorar :)
    Estivemos tão próximas e contudo tão longe ;-)
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Olá Rute

    Parabéns por mais um desafio superado!

    Não posso concordar quando falas no ego perdido no Almonda. Tu tens que estar muito orgulhosa do Almonda pois foste uma heroína! O que fizeste foi duma tenacidade a toda a prova.

    Espero que as razões que tornaram o teu dia péssimo, se resolvam, sejam quais forem.

    Beijinhos grande tailista :)

    ResponderEliminar
  3. Tens de mudar o titulo do Blogue! Eu sugeria: CORRE COMO UMA CAMPEÃ, mas para fazer uma ligação com o titulo antigo pode ficar CORRE COMO UMA MENINA (CAMPEÃ)!
    E já vi que a tua "praia" é o trail! Também é a minha mas estou reformado da competição mas não das minhas corridas solitárias!
    Beijinhos menina campeã!

    ResponderEliminar
  4. Rute, como é que vai a recuperação?
    Fizeste uma grande prova. Gostei muito de participar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Rute,
    Espero que a corrida tenha ajudado a superar o dia mau :(

    Sabes que afinal, dois primos meus também foram:
    O Zézé achou que tinha sido o ultimo nos 26 Kms mas afinal ainda ficaram mais 4 atrás dele! (fui ver na tabela das classificações!).
    O irmão dele, fez os 50km mas diz os últimos 5km foram a morrer e quer dar um tempo com estas distâncias tão grandes.

    O recado deles para a mãe foi: " cuidado que a roupa/ténis cheira a m*. Foi o pai da A. que marcou o percurso e como sempre tivemos de vir com cheirinho!"...pois parece que já é hábito.

    Para o ano lá estarei outra vez e espero poder ficar mais tempo para assistir, pelo menos à partida.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Desculpa o meu erro:
    Onde disse "grande tailista"
    Queria dizer "grande trailista"
    Hoje ando com as refeições trocadas então comi um r :)

    ResponderEliminar
  7. Algures: Obrigada. Quem corre por gosto cansa-se na mesma, mas volta sempre. ;) É uma zona bonita e com muitos trilhos por explorar. Beijinhos

    João: Fiquei um bocadinho traumatizada com o Almonda! ihih :) Mas aos pouquinhos recupero.
    Tudo se há-de resolver. Beijinhos e obrigada!

    Jorge: Muito longe de campeã, só se for de perserverança contra as evidências (e alguma teimosia). Com uns trilhos bonitos por perto, os treinos solitários também sabem muito bem. Beijinhos

    V: Acordei com aquela dor atrás do joelho de que falei no fim da prova. Entretanto tenho posto gelo e passou, vamos a ver. De resto, pronta para outra! :) Beijinhos

    Lulu: Obrigada pela companhia (apesar da minha não ser das melhores naquele dia...) e pela prendinha, foi útil! :)
    Foi uma prova muito boa e ajudou...
    Não sabia que também tinhas primos atletas! E eles tinham razão, cheirava a m*rda! ahah :)
    Viste a minha classificação? Não foi muito má! :P Estava na média que te tinha dito.
    Para o ano podes ficar mais tempo, havia imensa gente e já saí de lá depois das 2h, depois de comer uma sopinha. Deve ter sido festa até de manhã! Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Já te mandei mensagem pelo FB...

    Pois...o João sempre gostou de desporto e com 25 anos ainda se pode dar ao luxo de se meter em aventuras de 50Km. Mas eu nem sabia que eles iam participar. Estive com a minha tia hoje e ela é que me disse.

    Fui logo espreitar a classificação...acho que com o teu nome só devias estar lá tu.

    Sopinha a essas horas da manhã? Um luxo!!!
    Eu desde as 23h30 que comecei a abrir a boca, mas aguentei até ao fim do jantar...à 1h30 (se bem que não recorde grande coisa dessas duas horas = era sono, não era sangria :))

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Marcelo4/8/13

    Rute, antes de mais tive muito prazer em te conhecer, a ti e ao Victor, espero encontrar-vos mais vezes noutras provas. Tenho que pedir imensa desculpa por vos ter "abandonado", depois daquela descida interminável e onde bati o meu recorde do km mais lento de sempre em trilhos (24min) comecei a ficar com um nervoso miudinho e como me estava a sentir muito bem acelerei na descida antes do 1º abastecimento. No final ainda esperei por vocês enquanto comi a sopa, mas comecei a arrefecer e achei por bem ir andando.
    Amanhã conto o resto da minha participação a partir do momento em que vos "abandonei".
    Boa recuperação.

    ResponderEliminar
  10. Marcelo: 27min/km no km7 para mim, ganhei! ;) Nesse km os espanhóis à frente atrasaram-nos muito e depois, para piorar, enganamo-nos no caminho pela primeira vez, antes do abastecimento. Fizeste bem em seguir, eu sabia que a forma não estava perdida! :)
    Boa recuperação, bjs.

    ResponderEliminar
  11. As águas paradas e com lodo têm um cheiro característico. Ainda bem que te divertiste apesar de tudo.
    Beijos e boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Sam: Sim, é verdade. Todos brincámos com a travessia "do esgoto", mas claro que não era. Obrigada, bjs.

    ResponderEliminar
  13. Menina de coragem que tu és! Águas paradas e mal cheirosas? Até às coxas? Deve ser realmente bom para vencer medos :) e derrubar fantasmas. (que seria o me caso)

    ResponderEliminar
  14. Muitos parabéns, tralhista ops... trailista :)

    Dá para perceber que a prova te correu 1000 vezes melhor que Almonda, mas talvez por Almonda te ter sido difícil, o prazer desta de Óbidos ainda foi maior :)

    Cá aguardamos ansiosamente o relato :)

    Bjs e boa recuperação

    ResponderEliminar
  15. Parabéns Rute!
    Estás cada vez melhor nos trilhos!
    Deve ter sido uma bela aventura pela noite dentro.
    Este ano estou totalmente concentrada na maratona mas para o ano junto-me mais vezes a vocês nestas belas aventuras pelos trilhos de Portugal :)
    Beijinhos e bom descanso.

    ResponderEliminar
  16. Parabéns por mais uma etapa e pelo trauma ribatejano estar lentamente a desvanecer.
    Mas aquilo que todos os leitores deste blogue querem saber é: e a tua unha negra, ainda aí está, fugiu, reproduziu-se ( espero que não, embora seja católico)?
    Boas férias

    ResponderEliminar
  17. Ana: Era melhor nem pensar o que esconderiam aquelas água turvas... É seguir e pronto! Beijinhos

    Bluesboy: Está correcto, é uma mistura entre tralhista e trailista. ;) O ambiente desta prova ajudou bastante e estava uma temperatura ideal. :) Beijinhos

    Isa: É isso mesmo, foi uma aventura. :) Vai-se melhorando (um bocadinho!), mas há sempre coisas novas em estreia a cada prova. Beijinhos!

    jnr: Fogo, esta corrida correu tão bem, não queres saber antes disso? :P
    Ainda cá está, mas foi novamente massacrada nesta prova. "Crescei e multiplicai-vos" não sei se também se aplica às unhas, mas espero que pelo menos o "se cairdes, substitui-vos" seja um facto neste campo da pedicure. ;)
    Boas férias!

    ResponderEliminar
  18. Mas que esta prova correu bem percebi logo no inicio deste belo relato;)
    Por exemplo, a questão do frontal fraquito, do "lodo", a sopa:)
    Enganaste-tê 23 vezes, por km, no percurso mas mesmo assim chegaste ao fim, tropeçaste mas não caiste ;-).
    Ou seja, a roçar a perfeição ;-)

    ResponderEliminar
  19. Em grande Rute, parabéns!!! Essa é a tua "praia"...para o ano estás aí outra vez, quem sabe para a Ultra. Eu se puder estou aí batidinho pq esta é daquelas obrigatórias.
    Beijinhos e fica à espera do relato mais pormenorizado, com muito humor sff :)

    P.S: Qual é a próxima?

    ResponderEliminar
  20. jnr: Isso é que é confiança nas minhas capacidades de orientação! lol Não me enganei assim *tantas* vezes... :)
    A perfeição é subjectiva. ;)

    Carlos: Por falar em praia, ainda corremos uns bons kms ao lado da Lagoa, mas nem se vê! :)
    Acho que não podes falhar para o ano, vale a pena. E eu, quem sabe a ultra... (estou cheia de moral! lol Isto passa :P)
    Agora em Agosto é férias. Em Setembro só tenho confirmada a Arga, mas depois logo se vê o que aparece antes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Eu sei que tenho andado desaparecida, mas continuo por aqui ;) Só ando mais 'fugida' porque tenho de estudar (a secaaaaa) ;)

    Enterrar a perna em lodo - já aconteceu ao meu irmão uma vez nas férias. Estávamos na Papua, fomos visitar uma vila de nativos e a dada altura tínhamos de passar por um (chamemos-lhe) sítio onde havia porcos. Ora esse sítio estava cheio de (chamemos-lhe) pupu de porquinho, e tinha umas tábuas minúsculas para pormos os pés e conseguirmos passar (estilo ponte sobre areias movediças). Ora o meu irmão meteu mal o pé e ficou com uma perna enterrada até ao joelho em lama/cocó de porco. Eu tentava ajudá-lo, mas só me conseguia rir, e a coisa piorou quando ele conseguiu tirar o pé mas se desequilibrou e acabou por meter lá o outro pé! Coitado do rapaz ;)

    Para a próxima também quero ir ao encontro ;)

    Espero que esteja tudo bem contigo rapariga... Ultimamente pareces mais 'pensativa' (não me ocorre melhor palavra, é tarde!). Se precisares de alguma coisa estou aqui :)

    Beijinhos e tem uma boa semana :)

    ResponderEliminar
  22. Sabes o que tenho a dizer depois de ler este resumo?? Que vontade de lá estar no próximo ano!! :) Bjs e continuação de boas corridas!

    ResponderEliminar
  23. Joana: Olá! ACHO que era "só" lodo e água mal-cheirosa, acho... :) Mas foi uma experiência interessante! ;)
    Sim, temos de marcar, até comentei com a L. que era preciso ir a Óbidos, quando às vezes estamos tão perto! :)
    Pensativa é uma boa palavra (e não é mentira)! :) Obrigada...
    Beijinhos

    Fiona: E fazes muito bem! :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  24. 2ª CORRIDA SOL&DÁRIA DO FESTIVAL PRAIA SOBRE RODAS
    https://www.facebook.com/events/492775420810941/

    ResponderEliminar
  25. Parabéns pela participação! Deduzo das tuas palavras que gostaste da prova! Aguardamos pelo teu relato "oficial", que nos vai fazer reviver aqueles momentos espetaculares!
    Bjs!

    ResponderEliminar
  26. Chakal: Obrigada pela divulgação!

    P: Gostei muito, sim. Só não gostei de já ter passado os ténis por água duas ou três vezes e aquele cheiro persistir... :) Espero que a tua estreia de distância tenha sido boa! Bjs

    ResponderEliminar
  27. Parabéns "Corre como uma Menina" , grande prova e um belo desafio superado com distinção !! :)

    ...eu adorei a prova , já estou com saudades :D

    ...parabéns pela aventura e pela bela conquista do castelo! :)


    PS:
    obrigado

    ResponderEliminar
  28. Olá.
    Quanto ao cheiro de "água parada", vamos chamar isso, experimentaste lavar na máquina?
    Sim, já sei, as marcas não recomendam:'(.
    Baixa temperatura, pouca centrifugação e se fores picuinha, enrola numa toalha.
    E nada de secar ao sol.
    Até agora nunca tive problemas.
    É que assim não fosse todas as minhas sapatilhas dormiam na varanda:)
    E agora que fiz um comentario sobre algo que todos devem fazer e saber..
    Vão correr :)

    ResponderEliminar
  29. A: Obrigada. Foi mesmo a conquista do castelo, até já queria atalhar pela porta da frente em vez de contorná-lo e terminar na "Porta da Traição". ;) Bjs

    ajb: Sei que não se deve fazer, mas foi mesmo isso que fiz! Pus na máquina, a 20º, sem centrifugação. Acho que foi desta! Mas pus ao sol... ups!
    As minhas sapatilhas/ténis ;) dormem sempre, pelo menos uma noite, na varanda. :)
    Bons treinos!

    ResponderEliminar
  30. Parabéns por esta aventura !
    Sim, o trauma de Almonda vai ficando mais suave :)Bjinhos

    ResponderEliminar
  31. Filipa: Obrigada. O tempo apaga tudo! lol Espero que para o ano, quando estiver a chegar o início de Julho, ainda não esteja totalmente esquecida, para não fazer nenhuma loucura... :)
    Bjos

    ResponderEliminar