29 de setembro de 2013

Serra d'Arga, até onde a vista alcança

Serra d'Arga. Comecei a sonhá-la há mais de um ano, ainda antes da minha primeira prova de trail. Vi-lhe os montes, as rochas, a água. Imaginei-lhe as encostas, as curvas, os trilhos. Temi as subidas, as escarpas, as descidas técnicas. Do mesmo modo, aceitei-as como parte do desafio. Queria, como muitos outros antes e depois de mim, chegar ao topo, e parar para contemplar as vistas das pequenas, grandes, banais, vitórias da nossa vida.

Serra d'Arga. Agora, que já lá estive, não posso dizer que a vi, mas vivi-a.

Como já devem saber, as condições climatéricas foram agrestes. Fortes rajadas de vento, muita chuva, muita água. E um intenso nevoeiro.

Sempre tive um fascínio por nevoeiro, que não sei explicar. Desde que me lembro de ler, as minhas histórias preferidas sempre andaram à volta de cenários históricos ou fantásticos que tinham em comum esse ambiente envolto em brumas e mistério. Mas, de uma forma mais prática e menos poética, na Serra d'Arga, descobri também que o nevoeiro obriga-nos a estar presentes no momento.

Não podendo alcançar com a vista o que nos espera ao fundo, temos de nos concentrar no imediato. Observar onde o colega da frente coloca os pés, se a pedra era de confiança ou instável, para reproduzir esse mesmo passo ou procurar uma alternativa. Procurar com a vista e o tacto a zona da rocha que nos parece menos escorregadia e confiar no nosso instinto. Evitar, pelo menos nos primeiros quilómetros, a lama, os pequenos riachos e poças formados pela chuva.
Não vemos a paisagem abrangente, mas vemos pequenas cascatas (e depois grandes!) que ladeiam o percurso, a hera húmida nos troncos das árvores em cujos ramos procuramos um apoio, as gotas que pingam das folhas e plantas. É como uma lente macro no nosso foco.

E a verdade é que assim, pelo menos para mim, o tempo passou muito mais depressa. Estando concentrada nos passinhos de bebé numa distância longa e percurso difícil, a meta chegou sem dar por isso e fiquei, mantendo a terminologia infantil, "aguada" pelos menos cerca de 3km de percurso, que teve de ser cortado devido ao mau tempo.

Não quero com isto dizer que não me custou. Vocês sabem que sou sincera com as minhas dificuldades e limitações. As subidas não eram para brincadeiras e as descidas exigiam alguma perícia técnica que ainda não tenho. Tudo isto agravado pela chuva intensa. Assustei-me com o vento no topo da Serra, tive frio, e não houve um centímetro de pele em mim que não tenha chegado encharcado ao final.
No entanto, há muito que não desfrutava tanto de uma prova. Posso até dizer que, de uma maneira estranha, diverti-me. Nunca tive nenhum momento de (auto) dúvida e acho que devo isso ao "nevoeiro". A lente macro que me obrigou a viver os metros em que estava, sem pensar nos que faltavam.

Claro que agora, um dia depois, os 45km (que acabaram por ser 42km) já me pareciam perfeitamente concretizáveis. É a beleza de uma memória filtrada dos 21km (18km e pouco) e adocicada pelos momentos em que dava por mim a pensar, feliz:

- "Estou na Serra d'Arga".


Para o ano, quer viVER o Grande Trail.

Serra d'Arga ou a demanda de D. Sebastião?

Crónica com os momentos difíceis, caricatos, encontros e desencontros, poucas fotos, fotos desfocadas e vídeos falhados, no próximo post.

Boa semana!


PS: Sim, estou toda empenada hoje. :)

30 comentários:

  1. PARABÉNS! Acredito que viveste momentos inesquecíveis e que te divertiste.
    Que bom que superaste as dificuldades e como dizes e bem, viveste :)

    Ansiosamente à espera do relato completo.
    Beijinhos

    p.s.para o ano lá estarás para os 45 km ;)

    ResponderEliminar
  2. Os teus relatos de prova fazem-nos sentir que estivemos lá. Adoro ler-te! E venha o grande trail ;) Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns Rute. Fico à espera de relato com os pormenores, dessa grande aventura superada sempre com um sorriso.
    O empeno são 2 dias, mas as memórias da prova ficarão para sempre.
    Para o ano serão os 45km.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Muito feliz por teres concretizado esse teu sonho (de 2013, porque o de 2014 ainda é mais ambicioso), pois não há nada melhor do que vermos outros companheiros de corrida a realizarem os seus sonhos.

    Gostas de nevoeiro e ele tem aparecido em sítios de paisagens magnificas, aguando-te para lá regressares. Já assim foi no Fim da Europa e agora em Arga.

    Muitos e muitos parabéns e força para os 45 kms de 2014.
    Tu consegues! Tu tens conseguido tudo em que te metes! :)

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Muitos parabéns Rute!
    Venceste mais um desafio, e este não foi pequeno.
    Já ficou neste post uma pequena amostra dessa aventura, venha agora o bonito relato do costume. Este ano vou lá através dos relatos dos outros, mas para 2014 quero ver a Serra pessoalmente.
    Descansa bem Campeã.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. E ela vive, qual Jamie Lee Curtis, loura ou não, saindo do nevoeiro...enlameada mas, pelos vistos, feliz.:)
    Mesmo que tenha sido dificil parece, pela short Version do relato que podes dizer que foste muito feliz na Serra d'Arga.
    É lindo o quão impressionante a Natureza pode ser, e o que isso nos faz sentir, estar mesmo lá no meio.
    E não, não fui a este GTSA:-(
    Fico a aguardar pela Long Version.
    O empeno passa, o que viveste fica.

    ResponderEliminar
  7. Rute,
    Para o ano são mesmo os 45km :)
    Foi uma prova vivida ao momento, sem ânsias pelo que viria a seguir. O que fazemos por gosto é mesmo assim...

    Aguardamos pelo relato alargado!

    Beijinhos e bom descanso!

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns! Ficamos à espera do grande relato :)

    ResponderEliminar
  9. Isa: Obrigada. Sim, se tudo correr bem lá estarei. :) Beijinhos

    Fiona: Obrigada. Vem também! :P Beijinhos

    Tigas: Foi mesmo uma aventura! Ao menos vou testando condições climatéricas extremas em prova. :) Obrigada, beijinhos.

    João: É verdade, já no FdEuropa tinha estado nevoeiro e gostei. Comparando com os 42º à sombra, este temporal foi como uns chuviscos refrescantes. :) Obrigada e boa M.! Beijinhos

    V: Aqui para nós que ninguém nos lê, o Almonda custou muito mais! :) Este mau tempo assustou em certas partes, mas psicologicamente foi muito mais fácil. E é uma zona linda (do que foi possível ver) ;)
    Beijinhos

    jnr: Obrigada por essa imagem da JLC a emergir do nevoeiro... :P
    Não é uma prova fácil mas, como tinha feito o pior cenário possível em termos de dificuldade, fiquei agradavelmente surpreendida (ou isso ou o treino das "lombas" anda a dar resultado). :)
    Não foste a este mas vais para o próximo! Bjs

    Lulu: Olá! Sabes que às vezes é mais fácil não ver o que nos espera. Isso resultou muito bem nestas subidas intermináveis, por exemplo. E o frio ajudou a diminuir a dor muscular. ;)
    Era um local muito bonito, com cheiro a Serra molhada, que adoro. :)
    Beijinhos grandes

    Ele: Obrigada. Estou a tratar disso! :)

    ResponderEliminar
  10. Parabéns Rute! Foi ou não foi um brilharete??? Só pode ter sido, para achares concretizáveis os 42 Km... ;)

    ResponderEliminar
  11. Ricardo: Pode ser uma definição de brilharete um bocadinho subjectiva, mas para mim foi! :) Amei.

    ResponderEliminar
  12. Congrats! :D
    Por acaso tb ia com essa ideia de poder contemplar e gravar na minha memória a beleza da vista lá de cima, infelizmente aquele nevoeiro não deixou, se calhar do ponto de vista psicológico até nem foi mau hehe :D

    Por incrível que pareça também não tive problemas de maior no pós-prova, tenho as pontas dos quadriceps ao pé dos joelhos todas doridas mas de resto estou perfeitamente bem, apesar de tudo acho que o tempo ajudou, nem quero imaginar aquelas subidas com um sol e calor tipo Almonda... :D

    O meu gps marcou 43km, também me enganei 2x, talvez tenha sido isso.

    ps- Para o ano quero te a fazer-me companhia nos 45km, como diz uma colega minha "é tudo psicológico". hehe

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Eu sabia que ia correr bem! :D Muitos parabéns!

    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Anónimo30/9/13

    Fantástico!!! Se dúvidas podesse haver... Temos ULTRATRIALISTA no seu estado mais intenso. Muitos parabéns pelo objectivo e muitos muitos mais pela forma como foi atingido!!!
    Pedro

    ResponderEliminar
  15. Ainda não foi desta que nos encontrámos! Que pena!...
    Fico contente porque terminaste e bem. Ouvi uns zuns-zuns que a prova dos 21km teve alguns problemas...
    Aguardo ansiosamente o teu relato!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  16. Rui: Obrigada! :) Para mim sei que é mais fácil não "ver" o que ainda falta subir, apesar de ter mais ou menos uma ideia, pelo passar dos kms.
    Eu acho que me correu melhor exactamente por causa do frio: os músculos estavam anestesiados! :p
    A parte que cortaram era partilhada pelos 45km e 21km (junto ao rio), foram cerca de 3km, por isso temos de voltar para o ano para compensar! :)
    E vou para o Grande Trail, claro! (se soubesses a "inveja" que senti de vocês, sobretudo porque estava num dia bom, e havia que aproveitar :) )
    Bjs e parabéns!

    Bluesboy: Amanhã é terça, mete o euromilhões! :P Obrigada. Bjs

    Pedro: Obrigada. Estava num dia bom. :) E o ambiente de Arga inspira a feitos ousados. ;)

    RBR: Eu não me apercebi de problemas, embora tenha visto uns rapazes que se perderam (mas a sinalização estava visível, pelo menos quando passei).
    Só vi pessoal conhecido no fim, quando fui para a zona da Meta dos 45km! Se calhar já lá não estavas na altura...
    Espero que tenhas tido uma boa caminhada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Olá Rute
    Ficamos tristes quando sabe a pouco, mas é sinal que a nossa capacidade está a aumentar.
    É uma sensação tão boa quando conseguimos alcançar os objectivos e sentimos que ainda conseguíamos ir mais além.
    Acho que todos nós de uma maneira ou outra ambicionamos isso.
    Rápida recuperação porque domingo tens mais.

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  18. Mas havia dúvidas? Eu não tinha nenhumas....muitos Parabéns Rute!!!
    Tive alguns conhecidos meus a fazer os 45 (42 ou 43 sei lá)...se já estava invejoso antes, pior fiquei...é que eu adoro chuva, rios, lama...fiz o Trail Santa Luzia nessas condições e adorei.
    Bem, parece que para o ano vamos os dois ao GTSA, e mais uns 1000 :)..isto se a feira anual de cerâmica em Bologna não me trocar as voltas como este ano.
    Venha de lá esse relato pormenorizado para eu "correr" um bocadinho contigo...
    Beijinhos e mais uma vez muitos parabéns!!!

    ResponderEliminar
  19. Não tenho dúvidas que viveste momentos inesquéciveis naquela serra :)
    Á espera do detalhe todo! :)

    E para o ano tens os 45K!!! :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Manuel: É mesmo uma sensação espectacular! E é verdade, no domingo há mais... nem sei em que condições vou estar, mas é mais para apoiar amigos da Maratona do que para tentar melhorar tempos (não sei se vou estar em condições.. :) )
    Força para domingo!

    Carlos: Pensava que era a única maluquinha que gosta de correr com este tempo! :) Então ias adorar... :p
    E para o ano estamos lá, fica já aqui combinado! :)
    Beijinhos

    Piolha: Foi muito bom. Tenho de organizar as ideias, para não me esquecer de nada. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Ontem lembrei-me de ti, e torci para que tudo tivesse corrido muito bem :) Não tenho comentado muito, mas tenho passado por aqui sempre (ultimamente ando uma moça poupada de palavras, ando pouco inspirada) ;)

    Achei graça ao 'Posso até dizer que, de uma maneira estranha, diverti-me.' porque sinto muitas vezes isso com coisas que não são normalmente para os outros divertidas como, por exemplo, limpar casas de banho :P

    Beijinhos e tem uma boa semana :)

    ResponderEliminar
  22. Joana: Olá! Já tinha saudades tuas! :P
    Suponho que correr à chuva e frio, por entre poças de água e lama não seja divertido para muita gente (não percebo porquê...;) ), mas eu adoro! Deve ser a criança em mim.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  23. Tu és um rapariga do trail!
    É como eu digo: o alcatrão faz mal à saúde!

    ResponderEliminar
  24. Jorge: O alcatrão é muito duro, faz mal às articulações! ;) Sinto-me melhor na natureza, por isso trail é o caminho (com uns pequenos atalhos de provas de estrada pelo meio). :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Marcelo1/10/13

    Parabéns por mais um trilho conquistado. Eu não disse que ias ficar com vontade de fazer o resto eheheh.
    Bem, também eu, depois de ver as fotografias e alguns videos no youtube já fiquei com pena de não ter ido. Acho que para o ano volto lá.
    Beijos e boas corridas.

    ResponderEliminar
  26. Parabéns pela prova e que para o ano venha o Grande Trail.

    Na minha aventura para a maratona comecei a despertar para o trail e o Carlos Sá tem sido uma inspiração para mim. Estas férias comecei a descobrir, ainda que sozinho, novos caminhos para correr, como que uma introdução ao trail.

    Ainda não tenho preparação para participar numa prova de trail, ainda que seja trail curto, mas estou quase lá, e desejoso de experimentar.

    Bons treinos e boas corridas.

    Uma vez mais PARABÉNS!!!

    Fernando Varela

    ResponderEliminar
  27. Marcelo: Se também és dos maluquinhos que adora correr neste tipo de tempo, ias adorar! No topo da Serra era assustador, mas de resto fazia-se bem. E sim, adorei e corria mais kms! Fica para o ano. ;)
    Beijinhos

    Fernando: Obrigada! Quem treina para uma Maratona já tem preparação para trilhos! Pelo menos um mais pequeno, para experimentar. E mentalmente acredito que seja muito mais fácil. Há muito a que prestar atenção e deixa menos tempo para pensar. :)
    Eu gostei de ver o Sá na Arga, sempre atento e preocupado com os atletas e à espera para os saudar na meta.
    Boas corridas!

    ResponderEliminar
  28. Muitos parabéns por teres concretizado o que te propuseste.

    Também corri os 21km (18 e tal), e superei todas as minhas espectativas. Durante a corrida pensei que andava nos 300 e tal... 400...
    Mas ainda acabei nos 150 primeiros! Fiquei super hiper mega feliz!

    O unico zum zum da prova dos 21km que notei foi aos que vinham na frente (eu incluido) mandaram seguir pelo rio, subir umas escadas, mas afinal era o percurso da caminhada isso e já iamos mal... Talvez tenha sido falha do primeiro que se enganou, mas que eles (voluntario) mandaram ir por ali, lá isso foi. Mas nada de importante. Ficamos a conhecer umas escadas (muito grandes) diferentes lol.

    Boas corridas!

    ResponderEliminar
  29. Olá R
    muitos parabéns pela tua prova.

    Tu és mesmo uma trail-runner.

    sabia em troca de mensagens com outros atletas (doidos) que as condições iriam ser de mt chuva e frio o que aumenta a dificuldade exponencialmente. mas isso é o verdadeiro trail em estado puro como gostamos. É tempo de saboreares a tua prova e guardares as melhores lembranças que irás registar e partilhar connosco.
    eu comecei tb a fazer trail como sabes e dou-te a razão o trail aprende-se a gostar e qd se gosta é para sempre.
    boa recuperação e vais ver que não tarda nada estás a consultar provas e a inscrever-te noutra prova ;)
    domingo vou á maratona lisboa e não tem a mesma piada

    bjs
    J

    ResponderEliminar
  30. chicolaiev: Parabéns pela tua prova! Também me apercebi disso. No abastecimento dos 7km aparecerem uns rapazes perdidos (se calhar eras um deles?), que alguém tinha induzido em erro, e voltaram ao local de onde tinham saído. Penso que foi mesmo má indicação de alguém, porque a sinalização estava bem feita (e eu vou sempre preocupada com isso!).
    Boas corridas!

    Jorge: Obrigada. Pois é, domingo vou fazer a Meia mas também não me apetece! ;) Eu preferi a prova assim, do que se estivesse muito calor. Até ajudou a anestesiar os músculos! :)
    Beijinhos e boa Maratona! Talvez nos vejamos por lá.

    ResponderEliminar