20 de dezembro de 2013

Ver se chove

 
Nunca consultei tantas vezes os sites meteorológicos como desde que comecei a correr. Mais por causa dos dias de prova, mas às vezes também por causa de alguns treinos. Ora deixa cá ver que tempo irá estar mais logo ao final da tarde, interrogo-me, e abro a janela. A da internet, não a da rua.
São os sinais do tempo (o das modernices, não o meteorológico).
 
Lembro-me de os meus avós olharem para o céu e lerem-no como se fosse um livro. As nuvens estão assim e assado, vai chover, diziam. E eu olhava e via apenas um céu bonito com alguns farrapos brancos a passar. Outras vezes diziam: O vento vem da direcção tal, hoje não chove, e eu abanava discretamente a cabeça em descrença, porque dois minutos antes ia jurar que tinha sentido uns pingos. Mas a verdade é que as previsões dos meus avós tinham uma taxa de sucesso de fazer inveja a muitos programas meteorológicos. Eu ficava fascinada com aquilo, os saberes antigos e o entendimento da natureza.
 
Hoje, que já não tenho avós, fico com pena de nunca lhes ter perguntado os seus segredos. Como ler o céu, o que levava o chá que curava as constipações dos netos, qual a melhor altura para plantar determinada erva, como reconhecer a melhor fruta, como distinguir se uma ave é "menino ou menina"... As mezinhas, as crenças e sabedoria popular, tudo aquilo que, aos meus olhos, fazia parte do seu mundo mágico de avós.
 
Hoje, para saber como vai estar o tempo ao final da tarde, abro uma janela num computador. Penso como seria espectacular abrir uma janela real, em casa ou no trabalho, olhar para o céu e dizer confiantemente para o atleta que quisesse saber do tempo (são atletas, são sempre atletas): Hoje não chove. Sei ver, aprendi com os meus avós.
 
 
 
 
Foto tirada numa caminhada em que o computador disse que não ia chover, e mentiu. Não faz mal, gosto de chuva. E lembrei-me dos meus avós.
(E também já vos disse como gosto muito de troncos assim cobertos de musgo?)
 
 
Amanhã é o 1º Trail do Cabo Espichel. Obviamente, os 30km, para os quais já estava inscrita há algum tempo, estão fora de questão. Irei fazer 15km, em modo passeio, caminhando em subidas e descidas acentuadas, correndo quando puder. Muito provavelmente será a última prova do ano e a última em que espero ter de me controlar.
Era um bom lugar do qual voltar recuperada, não era? Chutar a lesão para o oceano e ficar a vê-la afastar-se, com as ondas... Se a vida fosse um filme, dava uma boa cena.
 
 
Já fui ver o tempo para amanhã. O computador diz que não chove. Devo confiar?
 

24 comentários:

  1. Boa prova!

    Eu sempre achei que o truque dos avós e tios olharem para o céu era para distrair a juventude. Eles na verdade sentem tudo, mas é nos ossos. Com a idade, lá chegaremos ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Bluesboy: Ahahah, também é possível!:) E outra coisa é que, com a idade, se aprendem a contar melhor as histórias... ;)
    Obrigada! Bjs

    ResponderEliminar
  3. Rute, eu acredito que vai correr tudo bem. Vais com calma e vai correr tudo bem.
    Fico a torcer por ti.

    Beijinho grande e uma excelente prova para ti amanhã!

    ResponderEliminar
  4. Deves confiar porque amanhã não chove. Mas se fosse a ti preocupava-me mais era se estava vento. Em condições normais, o Cabo Espichel é ventoso. Com vento, é MUITO ventoso.

    Espero que te corra tudo bem e que dês um chuto na lesão, um chuto daqueles à meia-volta, em estilo e a fazer levantar uma bancada de atletas ansiosos por te verem recuperada.

    FORÇA!!!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Isa: Obrigada. Espero não me deixar "entusiasmar" com o ambiente... é o problema das provas. Beijinhos

    João: Realmente é verdade que o vento é pior. Esperemos que não esteja muito ventoso!
    Dou um toque de calcanhar, como quem não quer a coisa... ;)
    Obrigada, beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olhei para o dia de hoje e sem saber a magia que levava os mais velhos a dizerem "amanhã não chove", eu quase que digo que deves confiar que amanhã não chove.... mas vá se lá saber..
    Eu também adoro os troncos com musgo... e porque?! Porque quando era criança ia de faquinha em punha com o meu pai até ao mato apanhar musgo para fazer o nosso presépio. E ficava o presépio mais lindo que eu já vi até hoje. Deixámos de o fazer, e eu nunca mais vi um presépio como aquele. Incrivel não é?!

    Beijinhos e boa prova!!! Deixa lá ficar a lesão :D

    ResponderEliminar
  7. Espero que corra tudo bem na prova :) A zona do Cabo Espichel é muito gira.

    Eu sou como tu, ando sempre a ver sites de meteorologia para saber se vai chover ou não nos dias em que, eventualmente, poderia ir andar de bicicleta :P

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito do que disseste sobre os teus avós :) Sem dúvida que têm aqueles dons, que infelizmente não te passaram. Mas quem sabe um dia, consegues adivinhar se chove ou não.
    A minha mãe também faz isso, olha para o céu e diz que amanhã ou vai estar um bom dia ou vai chover. Uma vez tentei fazer o mesmo e errei redondamente ahaha
    Espero que o trail corra bem :D
    E espero que com 2014 essa dor no joelho se vá embora de vez!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Piolha: Presépios com musgo é do melhor. Também já há muitos anos que não o faço. Mas o "ir apanhar musgo para o presépio" era outra daquelas tradições bonitas. Por isso compreendo-te. ;)
    Beijinhos

    Algures: Já há muitos anos que não vou para aqueles lados por isso, apesar de tudo, quis ir na mesma, pelo passeio.
    Andar de bicicleta à chuva deve ser mais complicado do que correr, com tanta lama que se agarra às rodas! Mas já sabes, nunca fiando nos sites. ;)
    Beijinhos

    Lady V: Eu também espero... Vou contar os segundos para a passagem de ano apoiada no pé direito, para boa sorte (e para mostar ao joelho direito quem manda). :)
    Beijinhos, obrigada

    ResponderEliminar
  10. Eu não corro, mas gosto de saber que tempo faz. Eu ainda tenho os meus avós e realmente farto-me de rir com eles, com as conversas "no meu tempo...". Boa prova para amanhã. Beijo

    ResponderEliminar
  11. Olá !
    A chuva faz parte da aventura.
    Apenas não gosto da chuva antes de começar... depois acho que não tem importancia nenhuma.
    E das provas que fiz , as melhores lembranças são aquelas onde a natureza mostrou um pouco as suas unhas.
    ah! Feliz natal:)

    ResponderEliminar
  12. LiS: E nem é preciso ser avó, às também já digo "no meu tempo"... ihih (meio a gozar, meio a sério) ;)
    Obrigada, beijinhos

    Sam: Olá! Sem dúvida, exemplo disso foi o trail de Arga, uma das provas mais felizes para mim.
    Feliz Natal!:) Bjs

    ResponderEliminar
  13. Eu não sei ler o céu como os nossos avós o faziam masquase que aposto que não vai chover.

    Vai com calma e irás conseguir fazer a prova tranquilamente. Nada de exageros para que a lesão não reapareça.

    Força e uma óptima prova, e que essa recuperação seja definitiva.

    Feliz Natal!

    Fernando Varela

    ResponderEliminar
  14. Obrigado Fernando. Feliz Natal para ti e tua família!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. ...não tinha duvidas nenhumas das previsões do meu avô !


    Boa prova , diverte-te e desfruta o melhor possível...

    ...ou melhor:
    "Have Fun , Run Happy" :)


    Feliz natal e bom ano novo CcuM .

    ajb

    ResponderEliminar
  16. Rute, esta tua ultima frase parece digna da revista "Maria"! I Have sex with my boy without condom. I´m I pregnant? Este foi o meu momento mais de 18 anos :)

    No tempo dos nossos avós, eu acho que era mais fácil de identificar os sinais. A sério. As estações eram mais definidas. Verão era mesmo verão, Inverno era mesmo inverno. Agora é um misto e perdemos um pouco a noção.

    Boa sorte para os 15km. Para o ano fazes os 30Km porque o Natal vem ai e com os pedidos que fizeste, o joelho só pode recuperar :)

    Por aqui a manhã está limpinha, espero que por ai também.

    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  17. Olá Rute,
    Não chove mas está um frio que não se pode.
    boa prova

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  18. Olá.
    Correu bem?
    Espero que sim;)
    E tambem espero que tenho sido um libertar, um relaxar e descontrair e apreciar na plenitude, novamente, uma prova, um Trail, simplesmente correr.
    Hoje está um dia lindo:) espero que tenho sido isso o teu regresso.
    Além da lesão em si, das cicatrizes que ficam, as mentais são as que mais custam, o voltar a ter aquele prazer libertador, o correr apenas por correr, sem estar a pensar no que aquela dor significa ou pode significar, por vezes nada, outras vez o regresso ao..
    Resumindo, com as cunhas todas ao Barbas ( o Pai Natal, não o da Caparica ou daquele clube...Benfica) o teu regresso foi tudo aquilo que pediste.
    Bom, estou só à espera que o Belo almoço desmoa para ir fazer uma corridinha;)

    ResponderEliminar
  19. A: Os avós é que sabem, sobretudo se estiverem com a enchada na mão, não convém contrariar. ;)
    I had fun and run veeeeery happy!!! :)
    Feliz Natal e bom ano novo, ajb. :)

    Lu: Ahhh, a revista Maria, esse ícone... :) Ou o clássico: "Dei um beijo, será que estou grávida?" (Ninguém me tira da ideia que essas coisas eram inventadas...) :)
    Sim, isso das estações serem mais definidas antes também é verdade.
    O joelho portou-se bem e o trail era fácil. :) Estava céu limpinho, mas cá um frio!!!
    Beijinhos

    Manuel: É verdade, a caminho de lá o termómetro anunciava uns belos 0º! Depois aqueceu (e eu também). :)
    Obrigada!

    jnr: Olá. Correu bem! Percurso muito acessível (houve alterações de última hora), talvez dos mais fáceis em que participei. E ainda bem, por um lado, por outro era muito "corrível" e uma pessoa entusiasma-se à parva... Mas não tive dores, por isso feliz! :)
    Prefiro o Barbas Natal do que o Barbas da Costa, sem dúvida. Apesar da "cor" ser a mesma, mas coiso... :)
    Boa corrida, aproveita que está fresquinho!

    ResponderEliminar
  20. Cheguei atrasado, já vi que correu bem e não tiveste dores :D..venha um relato pormenorizadobcom fotos.
    Essa árvore é qualquer coisa de espectacular.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  21. Olá Rute!

    E não choveu:)
    Fiquei contente que não tivesses dores, a prova teve dificuldade adequada à tua situação física.
    Espero que tenhas gostado da viagem, também é parte da prova ;)

    Beijinhos e Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  22. Carlos: É bonita a árvore, não é? São os pormenores. :)
    Época complicada para relatos pormenorizados, mas vou ver o que consigo... :)
    Beijinhos

    V: Não choveu e em compensação estava um frio desgraçado! :) As viagens são uma das partes mais interessantes dos trails!
    Beijinhos e bom Natal

    ResponderEliminar
  23. Olha, ontem estavam...não sei quantos estavam quando sai às 7:30h, sei que estavam 5 C às 10:30h.
    Não via o Tejo, ou o Zêzere ou Constância a 100m com o nevoeiro, hoje está mais quente e a ...chover :) mas estava nas previsões ;)

    ResponderEliminar
  24. jnr: Nevoeiro... Já tenho saudades de correr com nevoeiro... :)
    Belos treinos que andas a fazer, sim senhor!
    Sim, hoje bateu certo a chuva. Já que não há Natal branco, haja Natal molhado (me likes, peço desculpa aos anti-chuvistas). :D

    ResponderEliminar