24 de fevereiro de 2014

O treino do arco-íris

Sexta-feira, mais um treino de rampas. E não é por acaso ter sido na sexta... foi mesmo a adiar até às últimas! Tenho gostado de tornar a incluir algum desnível nas minhas corridas, mas tudo o que é treino de repetições me aborrece (talvez por isso já nem me lembre da última vez que fiz treino de séries...). No entanto, é um mal necessário. Além disso, o facto de me ter inscrito em provas desafiantes também me dá o respeito (miúfa...) necessário para me sujeitar a estas coisas (torturas...).

E assim, no final de uma bonita tarde de sol, enchi-me de boa vontade e escolhi uma zona com uma subida moderada com cerca de 600 metros, disposta a fazer repetições da mesma como gente grande. Ou seja: pelo menos meia dúzia de repetições, segundo a super-mulher que é o meu alterego, e pelo menos uma, segundo o abismo negro de preguicite que às vezes me invade.

Depois de um aquecimento, assim se fizeram as rampas:
- A subir (relativamente) depressa: "Ufff... Olha que ideias que tu tens, ufff, nem pensar que vais aguentar mais repetições, UFFF, acabas esta e já vais com muita sorte!"
- A descer, em recuperação: "Weeeeee!!! Afinal não é assim tão mau, aguentas TRINTA repetições se for preciso!"
Repetir cinco vezes disto. Done!

Foi quando já estava a dar uma corridinha de regresso à calma que me apercebi desta maravilha no céu...


Foi inesperado, porque nesse dia nem tinha chovido (pelo menos que desse conta) e o melhor, e porque há momentos reais que parecem cenas de filmes, estava eu a fotografar o arco-íris quando recebi uma chamada esperada, muito importante e feliz. Foi como tornar a inspirar fundo e sentir o ar fresco encher os pulmões depois de chegar ao topo de uma rampa.

E agora era descobrir o tal pote de ouro... ;)


O que não é ouro mas deixou-me também muito contente foi o meu treino longo deste fim-de-semana. Estas escapadinhas por trilhos familiares ou desconhecidos já se tornaram, sem dúvida, o treino pelo que mais anseio toda a semana. Tanto que às vezes até me custa chamar-lhe "treino", quando é uma coisa que faria com gosto mesmo não estando a treinar para coisa nenhuma. No entanto, apesar do lado lúdico que sempre lhe encontro, não pensem que não foi dureza! Este foi o meu maior treino até hoje, em quilómetros e talvez também em ganho de elevação. E terminei sem vontade de me atirar para o chão de cansaço e terem de me arrastar até ao carro por me recusar a dar mais um passo, por isso foi uma vitória! Mas essa é história para o próximo post.

Boa semana!

24 comentários:

  1. Quando fizeres os 42km de Almourol, e no fim o corpinho ainda pedir mais, vais ver que essas "torturas" de rampas e series valeram a pena. Tás uma maquina, e mai nada;)
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Cheira-me que estás, se não em grande forma... muito perto disso!! :)))
    Muito belos treininhosss :D

    Continuação de bons treinos :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Anónimo24/2/14

    Enquanto se sobrepuser o prazer de correr a todas as outras coisas (treinos, provas, tempos, distâncias…) estamos garantidamente no bom caminho. Os sintomas são vários, ansiar pelo próximo momento que que se calçam os ténis, sensação de dever cumprido para connosco após o treino (independentemente da sua natureza), a noção forte de liberdade – vou e volto por mim, como quero. A um nível um bocadinho mais profundo (no correr) é o escolher, invariavelmente, o piso mais desafiante sabendo que os pés agradecem a oportunidade de diálogo, é a subida, mais que o cansaço, representar a oportunidade de aplicar esta técnica, ou aquela, tanto física como de cabeça, é a descida corresponder quase a um “voo”, concentrado mas descontraído, toda a atenção apenas na escolha da trajectória.
    Enfim, é tudo e “apenas” o imenso prazer de poder correr!...
    Continuação de bons treinos!
    Pedro

    ResponderEliminar
  4. Carlos: "Quando fizeres os 42km de Almourol, e no fim o corpinho ainda pedir mais".. ahah que simpático! :) O meu corpinho vai é pedir por descanso na horizontal! :P Mas se a mente pedir mais já não é mau! ;)
    Beijinhos

    Piolha: É um sonho pelo qual vale a pena treinar. Sabes como é, não sabes? ;) Beijinhos

    Pedro: Escreveste muito bem agora. ;) É mesmo isso... Bons treinos!

    ResponderEliminar
  5. São esses treinos mais específicos que depois te vão dar bem estar suficiente para tirares muito gozo dos 42k de Almorol :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Tanta alegria junta :).
    Até deu para treinar rampas, ufa.
    Boa semana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Bluesboy: Deus te oiça!! :P Beijinhos

    jnr: Não leste bem a parte em que estava a "subir"... ;)
    Espero que a Corrida da Árvore tenha sido boa e trates bem do pinheirinho! :) Bjs

    ResponderEliminar
  8. E afinal, encontras-te o pote ou não? ;)

    ResponderEliminar
  9. Hermi: Não, continuo pobre (de dinheiro) :)

    ResponderEliminar
  10. Olá,
    Li tudinho (como sempre, aliás), mas o resto transparece e sobrepõe-se ;)
    Quanto à Corrida da ÁArvore foi boa mas insatisfatória...
    PS: Eu já disse que costumo ir ao f.d.s para Monsanto, pois um dos "caminhos" com 10K que habitualmente faço é quase o trajeto da Corrida da Arvore na integra, apenas difere na meta.
    Resumindo, ainda não estou onde quero estar para fazer a minha Meia à vontade (mas fiz o meu RP da distância em Monsanto).
    PS2: Pobre em ouro, mas...
    PS3: Há momentos sem preço mas com muito valor e nem tudo o que reluz é ouro mas por vezes é mais valioso;
    PS4: Esta tem um preço alto :)
    Bjs, sê feliz

    ResponderEliminar
  11. jnr: Não podes ir para Monsanto e correr só na estrada, é ERRADO! :) (Pelo menos acho que a Corrida da Árvore é sobretudo em estrada, mas nunca a fiz...)
    PS: Mas se conseguiste um RP ali, quando fizeres uma prova na zona ribeirinha vais ver esses números a descer! :)
    PS2: ... "rica em sonhos"? ;)
    PS3: Tens razão, é preciso é estar atento e viver bem esses momentos (nem sempre é simples).
    PS4: O que vale é ter um irmão com a mania que é rico em jogos.. :) Mas não ligo muito.
    Obrigada, bjs.

    ResponderEliminar
  12. Deixaste-me na expectativa. Foste ou não à procura do pote de ouro? Se sim, encontraste ou não? Não nos podes deixar assim sem sermos bem informados :)

    Beijinhos e boa continuação de treinos :)

    ResponderEliminar
  13. João: Não, ainda não encontrei. :) Mas encontrei um bocadinho de estabilidade laboral e isso é bom. ;) Beijinhos e boa recuperação, campeón!! :)

    ResponderEliminar
  14. Aproveita esse pico de boa forma! Se te sentes bem agarra essa metodologia de treino e imprime-lhe emoção!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Rute,
    O pote de ouro nem sempre é "dinheiro-dinheiro"...
    Cada vez que corres e a tua lesão não se queixa, é um bocadinho de ouro para a tua vida. Cada dia que "os nossos" vivem com saúde é mais um bocadinho de ouro. Vamos dourando a nossa vida dia a dia!...mas seria hipócrita de dizer que o dinheiro não importa. As contas do mês são pagas com ele!
    Pelo que li, está relacionado com trabalho e com a estabilidade (monetária e um bocadinho psicológica). Bom saber :) Fico feliz por ti!!

    Podes sempre ir de bicicleta para as provas (mesmo as que são a centenas de kms da tua casa) e garanto-te que ninguém te poderia arrastar para o carro!!

    Beijinhos grandes e continua a fazer o que gostas independentemente do nome que lhe queiras dar!

    ResponderEliminar
  16. RBR: É mais emoção que metodologia... ;) Beijinhos

    Lulu: Ah sim, isso sem dúvida. O pote de ouro nem precisa de ser dinheiro, mas agradeço esta oportunidade de poder respirar mais facilmente (pelo menos durante uns mesinhos)! :)
    Se forem provas pertinho posso sempre pegar na bike e fazer um duatlo, chego é lá já cansada. :P
    Beijinhos grandes!

    ResponderEliminar
  17. O princípio deste post fez-me lembrar da primeira vez que fiz rampas no Parque da Paz, em que "ataquei" a primeira rampa à bruta, praticamente em sprint e depois foi um sarilho para fazer as repetições.

    Força com esses treinos, e os 42 km vão ser fantásticos.

    Continuação de bons treinos.

    P.S. - E que o pote de ouro apareça depressa, seja dinheiro, felicidade, ou outra coisa qualquer.

    ResponderEliminar
  18. Fernando: Sim, temos de começar com calma, senão depois é uma tortura. :)
    Espero que sejam!
    Obrigada, bons treinos!

    ResponderEliminar
  19. ahah esses diálogos interiores durante as rampas são-me tão familiares!

    ResponderEliminar
  20. Olá Rute!
    Pelo que estou a ver, vão bem esses treinos para os desafios que aí vem. Estou curioso em relação ao teu maior treino até agora.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Vitor: Sim, estão a correr bem. Sobretudo os treinos longos! Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. ola :) acho que ja te disse isto outras vezes...tu divertes me :) a serio...eu a ler o que escreves, fico sem fôlego como se tivesse a viver o que dizes, e parece que vivo as emoçoes que transmites :) adorei a história do arco-íris:) beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Amoridoce: Obrigada. :) Beijinhos

    ResponderEliminar