20 de março de 2014

Treinos primaveris

Antes de entrar no tema, aproveito para confessar-me: apesar do que escrevi na última vez, de que tentava inspirar-me no vosso exemplo quando me dava a ronha, esta última semana tem sido a semana mais preguiçosa de sempre. Ou, pelo menos, deste ano.
Os treinos até têm saído, mas muito a saca-rolhas. Como alguém sugeriu, poderá ter influência a mudança de estação. É verdade que sou muito mais menina de correr à chuva e frio do que ao calor. Talvez seja o meu organismo a reagir a memórias recalcadas de sofrimento ao sol, a antecipar aqueles treinos em que, de tanto calor, o suor evapora logo e deixa-nos na pele uma pista de sal (bonita imagem), mas, a verdade, é que tem sido um combate. Eu bem tento argumentar, comigo própria, e pensar em todas aquelas coisas que vos disse, mas a contra-argumentação, de mim própria, é feroz. "Cala-te e volta a dormir" é difícil de rebater.

Confissão feita, continuo na luta. Adiante.


Aproveitando os dias de sol e temperatura ainda amena, eu e metade de Lisboa saímos à rua na tarde de Sábado. Eu para ir dar um passeio de bicicleta ribeirinho, e os restantes para servirem de obstáculo nesse mesmo passeio. :)


Fui até à zona do Terreiro do Paço e acabei com uma volta de cerca de 26km.

Já de regresso, reparei que trazia comigo uma passageira clandestina...


Olá Sra. Joaninha!

Eu bem que me estava a sentir mais pesada e cansada nos últimos quilómetros sem razão aparente... Enigma resolvido! :) (E passageira clandestina gentilmente despejada numa paragem de relva verde e fresquinha.)

Depois, no domingo, novo dia de sol e novo dia em que eu e metade da população de Lisboa saímos à rua (e muito bem) mas, desta vez, em posição invertida. Eu como transeunte-atleta, e os restantes como ciclistas na zona de Monsanto.

Não querendo exagerar, mas devo ter-me cruzado com aproximadamente 1432 ciclistas (mais coisa menos coisa) durante o tempo que durou o meu treino. Monsanto, este domingo, parecia o paraíso das bicicletas. Sempre que me enfiava por algum carreiro mais estreito tinha de ir atenta, não me fosse aparecer alguma bina disparada pela frente. Ainda cheguei a ter alguns encontros quase imediatos. Um deles quando vinha eu a descer um single-track toda contente, qual Heidi a saltitar nas montanhas, e do meu lado esquerdo, no cruzamento com a estrada, vinha o Lance Armstrong em recuperação das glórias perdidas e ia havendo ali um acidente, não fossem os reflexos rápidos de ambos e o grito de alerta outro corredor que ia a passar... Medo!
Os restantes encontros imediatos, dois, para ser exacta, foram também com ciclistas, mas estes numa versão mais ambientalista, que decidiram contribuir para a preservação do verde de Monsanto, regando uma árvore à beira do percurso, se é que me entendem...

De resto, foi um treino pacífico e uma grande diferença em relação ao último por lá realizado, tanto em termos do estado de espírito, como na quantidade de pessoas que se via a caminhar ou simplesmente a aproveitar o sol. Fartei-me de trocar cumprimentos e sorrisos.

Quem corre por lá, sabe que as pessoas têm o hábito de cumprimentar-se sempre que passam umas pelas outras (o que não acontece onde habitualmente corro), mas com os ciclistas torna-se muito complicado. Em grandes grupos de t-shirts coloridas, óculos de sol e capacetes, nunca sei aqueles por quem já passei e às tantas já dei os bons dias às mesmas pessoas umas duas ou três vezes. O que até nem faz mal, antes em excesso do que em falta... Mas desta vez foi engraçado, porque quando ia a passar por mais um grupo de ciclistas, a tentar distingui-los, um deles adianta-se e diz-me: "Já passámos por si três vezes!" (-> Ler com tom claramente impressionado com os meus dotes de corrida e resistência... Ihih). E pronto, só sorri e já não disse bom dia.

Coisas que acontecem quando andamos horas perdidos por aqueles trilhos.


Para terminar, um cenário já a adoptar as cores da estação:


(Já vos disse que adoro correr nestes carreirinhos assim estreitos? Passo os treinos a tentar desviar-me para single-tracks sempre que posso! :) )


Longo de domingo:
Distância - 24km
Ganho de elevação - 499 metros (bem que podia ter subido a um muro para arredondar isto...)


Boa Primavera!

23 comentários:

  1. Para evitar o calor nada como um treino de manhãzinha bem cedo, quando o dia ainda está fresquinho. O problema é levantar da cama, eu que o diga.

    Se isto é uma semana preguiçosa em treinos, com treinos de bicicleta de 26 kms e mais um longo de 24 kms em Monsanto, nem quero pensar no que será uma semana a todo o gás.

    P.S. - Aquela foto do single track é Monsanto, certo?

    Acho que um dia quando eu tiver mais disponibilidade de tempo ao fds,i.e., depois de terminar a formação que estou a fazer, te vou desafiar para me mostrares esses percursos, pois só conheço as estradas (alcatroadas) que o atravessam.

    Continuação de bons treinos,

    Fernando Varela

    ResponderEliminar
  2. É uma delícia ler os teus relatos monsantianos :)

    Continuação de bons longões :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Ou estou confuso ou não percebi nada. Dum lado leio a semana de maior preguiça depois leio treinos com essa extensão... Estou confuso! :)

    Quanto ao calor que se aproxima, acho que aguentas qualquer calor depois do inferno do Almonda! :)))

    Beijinhos e bons treinos!

    ResponderEliminar
  4. ahah imagino isso no Domingo em Monsanto. Passei por lá de carro e era uma loucura de gente por todo o lado! Aqui pelos meus caminho da Lezíria, se disser bom dia a 3 ou 4 é uma grande sorte!

    ResponderEliminar
  5. Fernando: Na prática, ainda considero estes dois treinos da semana passada. Desde segunda é que ando com preguiça. :)
    Sim, é em Monsanto! E vale a pena conhecer a parte dos trilhos (que também ainda não conheço toda...), é marcar um treino lá, quando tiveres oportunidade!
    Bons treinos!

    Bluesboy: Obrigada. :) Continuação de boa recuperação! Bjs

    João: Não se pode falar dessa prova, olha o meu organismo!! Ihih :) Estes treinos ainda são da semana passada, agora é que a preguicite atacou, mas para o fds já melhora. Beijinhos!

    Filipe: Em comparação com o último treino por lá, em que me cruzei com meia dúzia de pessoas... :) O sol atrai a malta a estes locais. Aí para os teus lados é um descanso! :)

    ResponderEliminar
  6. Parece que perdi mais uma posta, vai -tê embora Troika que eu quero ser consumista...
    Bom, dissertava sobre as manhãs com pouca chuva e ainda frescas, o ser mais fácil sair dos lençóis, mas também de ser necessário por vezes uma pausa para contemplar o que já conseguimos, o que queremos ainda obter, atingir.
    E que conheço uns morros para o lado de Tancos, onde também pululam joaninhas, pulgas, carraças, gafanhotos, onde a vista é linda e se consegue abarcar a planura do Ribatejo ;) e a arquitectura medieval local.
    E que gosto do espírito de tribo que ainda se vai encontrando por Monsanto, onde na maioria das vezes as pessoas se cumprimentam, até satisfeitos e felizes por nos encontrar.
    Espirito esse, na minha opinião, que com este aumento de praticantes e com o calor se perde um pouco ( ou eu sou muito feio e mal encarado...)!
    E que adoro os picos de adrenalina provocados por estes quase encontros de ciclista/corredor num trilho muito estreito.
    Noto, até com satisfação, que passaste ao nivel seguinte: acertar os km E o acumulado!
    PS: também confessava que não me mexi ainda esta semana, ginásio à noite, bof.
    PS2: em Belém, quando fui buscar o dorsal da Meia o meu filho também brincou com uma joaninha pendura ( que sobreviveu:))
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. jnr: Nã percebi a parte da posta da Troika! (Ainda não almocei, há que ver...) :)
    Uma vez, num passeio lá no Norte, com esta mania de desbravar trilhos, fiquei com as pernas cheias de pulgas ou carraças ou o raio que era aquilo... não teve piada! lol (Só agora.) Prefiro joaninhas (a minha também sobreviveu).
    E também prefiro Monsanto mais sossegado, mas fazer o quê? Tenho de aprender a partilhar. :) Se queres adrenalina é ires para lá agora, na Primavera!
    Calma! Eu ainda só acerto os kms (não é um caso assim tão grave de OCD :P), mas com 4e99 de acumulado... quer dizer... Era mais um esforço. ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Troika - telelé novo, eu tinha comentado antes mas...puff.
      Vou para lá vou, este fds quero lá ir 2 vezes:) mas cedinho:).
      Almoçar? A Menina já treinou hoje? Então e um treino à hora de almoço? Há quem diga que é revigorante!
      Olhó barqueiro de Tancos. :)
      Bjs

      Eliminar
  8. Todos nós padecemos de preguicite aguda de vez em quando mas depois passa :)
    E pelo que li até tens treinado e não é pouco!
    Beijinhos e bem-vinda Primavera!

    ResponderEliminar
  9. jnr: As pessoas que conseguem treinar naquele intervalo mínimo do almoço são um mistério para mim... Como é que correm, tomam banho e comem e tudo certinho... Não dá! :)
    Barqueiro de Tancos, pfff... andas mesmo numa de instalar o pânico! :D
    Bjs

    Isa: Sim, é bem verdade. Estranho é dar-me nestas alturas. Quando o resto do mundo desperta para a prática desportiva é que a mim me dá a neura, enfim... :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Parece que as joaninhas são o símbolo da primavera que chegou hoje... No Domingo, também aterrou uma joaninha no chão da varanda e eu e os meus pequenos estivemos a aprecia-la.
    Não consigo entender-me com esses single-tracks porque me parecem sempre estreitos para pôr os dois pés!
    O descanso é fundamental. Boa semana preguiçosa! :)

    ResponderEliminar
  11. Sofia: Ahah :), é verdade, em alguns carreiros tem de se correr com muito jeitinho, um pé sempre à frente do outro. Hoje tornei a ver outra joaninha no beiral da minha janela, elas andam aí! :)
    Obrigada, boa semana para ti!

    ResponderEliminar
  12. Eu já fui mais de me levantar cedo, para ir correr. Agora prefiro os fins de tarde. O deitar tarde também contribui para isso.
    Uma coisa que eu gosto a partir de março, são os dias maiores , o que facilita muito a quem corre onde só há luz natural.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  13. sam: o meu problema é exactamente esse, o não conseguir deitar-me cedo, mesmo quando tenho de acordar cedo.
    Essa parte dos dias serem maiores também gosto.
    Bom fim de semana, bons treinos!

    ResponderEliminar
  14. Já sabes que adoro os teus textos (deste tb), mas desta vez o que gostei mais foram duas fotos, a do Tejo com a ponte e o Trilho em Monsanto (essas cores...)...foram tiradas com telemóvel?
    499m de D+ acumulado....pfff...era só mais um degrau ou dois...é impressão minha ou nestas últimas semanas tens falhado algumas vezes nos arredondamentos?....tás a perder qualidades :)
    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  15. Que grande inconsciência!
    Absolutamente incrível!
    Estou muito chocado!
    Transportar uma Joaninha, de bicicleta, sem ela levar capacete é um acto lamentável!
    Mesmo que compreendendo que já mal estavas a aguentar o peso da joaninha sem capacete agora imagina se ela levava o dito!
    Mas a segurança, da joaninha, acima de tudo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Carlos: Sim, foram tiradas com o tlm. São sempre. E o tlm nem é grande coisa, a qualidade das paisagens é que é boa. :)
    Ahah, sabes que no meu gps não consigo ter acesso ao ganho de acumulado, só depois de descarregar o treino. Mas os kms têm sempre prioridade de arredondamento. ;)
    Beijinhos e bom f-d-s!

    Jorge: É verdade, uma inconsciência! Por isso é que foi logo convidada a sair na primeira paragem possível. :)
    De qualquer forma, a condutora levava capacete. ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Nem me fales de preguiça, está a atacar-me por todos os lados. Estou a tentar resistir. Exagerei um pouco depois da maratona e agora estou a pagar.
    Esse teu longo de 24 km faz muita inveja :)


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. V: É de ser mudança de estação, está visto, vamos acreditar que sim... ;) Por andarmos a correr mtos kms é que não é de certeza!! :P
    Tenho de combinar treino com vocês para trocarmos os livros! Durante a semana agora não dá para mim.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. hahah aqui pelos montes esses comprimentos entre atletas e ciclistas também são permanentes ahahh é uma prática saudável que gosto muito :D

    Mas nada comparado com Monsanto obviamente :)

    E como adoro os campos no inicio da primavera... dá logo outra alegria :)

    A joaninha tadita, já devia ir cansada de voar e viu em ti uma boa maneira de andar uns bons Km's á boleia.. magana ela!! :D

    ResponderEliminar
  20. Piolha: Eu prefiro as cores do outono, mas estas também não estão mal. ;)
    Se calhar foi isso, a joaninha viu ali a oportunidade de uma borla... não sei é se a deixei onde ela queria. :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  21. Rute,

    Estou a ler os teus últimos 3 posts com atraso...mas ainda é a tempo, porque eles são intemporais :)

    *Eu confesso que, como é por gosto, não me custa levantar às 6h15 da manhã para ir à elíptica "dar ar aos pulmões". Acaba por ser um "investimento" já que o dia corre sempre melhor.
    Se for depois de 10 horas de trabalho é que já fica mais complicado de arranjar força para isso!
    ...quando me sinto cansada, o ideal e lógico seria descansar, mas fico com a consciência pesada de "estar a perder tempo sem fazer nada". Tenho de trabalhar melhor essa parte, porque o descanso também faz parte do "crescimento".

    Certamente que o teu músculo dessa perna ficou bem mais desenvolvido com o peso da joaninha. Sacana!!...ainda por cima não pagou bilhete :)

    Sabes que os "senhores do tempo" leram o teu post e pensaram "a Rute não se dá muito bem com o calor, afinal ainda é muito cedo para estas temperaturas e para este sol...vamos lá retroceder a coisa com a entrada da primavera". Depois do Almonda ficaste com muito crédito junto deles :)

    Sabes que eu acho engraçado isso de se cumprimentar sem se conhecer!? Depois de muitos sorrisos começa a fartar, mas por outro lado, gera-se uma cumplicidade com as outras pessoas como que a dizer "tu entendes-me!"

    Tu andas numa de não chegares ao números certos...mas eu sempre gostei mais dos impares do que pares :)

    Espero que o fds esteja a correr bem e..."may the force be with you" again para fazeres bons longuinhos (que agora é o nickname do meu menino - porque a médica acha que ele vai ser mais comprido que gordinho, já que a ecografia acusou "ossos longos". Isto foi um aparte que eu já estava nas despedidas :))

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  22. Lulu: 6h15?? És a minha ídola! :) Para mim sempre foi mais fácil correr ao fim do dia, apesar de haver alguns de muito cansaço. Eu também sou como tu e fico de consciência pesada se não faço as coisas, só me dou "folga" ao domingo. :)
    Eu acho que tenho mais força na perna esquerda que na direita, então agora ainda mais. ;)
    Espero que tenha mesmo ficado com crédito junto a S. Pedro, pelo menos, já que vou precisar de alguns favores nos próximos tempos!
    Com isto dos cumprimentos só fico lixada quando vou ali toda cansada, de respiração mais acelerada, faço um esforço para dizer "B'dia" e depois não respondem!!! Grrrr... :D
    Nos números também sempre preferi os ímpares, desde que estejam aredondados. Ihih ;) E também prefiro os ano ímpares... estamos em 2014... Espero que seja a excepção!

    Beijinhos para ti e longuinho!!

    ResponderEliminar