4 de maio de 2014

Trail Nabantino

No papel escrevinhado à pressa na noite anterior, diz para sair da A13 e passar uma rotunda, entrar noutra rotunda e sair na primeira saída. Algo nesta simples equação correu mal, porque não estou onde devia estar. Quer dizer, estou em Tomar, mas onde?
8horas da manhã de um domingo não é uma altura em que se vejam muitos transeuntes pela rua aos quais perguntar o caminho. Finalmente um rapaz, com ar e voz rouca de quem ainda não foi à cama, lá dá umas indicações surpreendentemente esclarecedoras, e ao fim de dois minutos estamos a passar a cancela do Regimento de Infantaria nº 15, partida e meta deste II Trail Nabantino.

Zona da Partida e Meta (foto pós-prova.)

Não foi uma prova com muitos participantes, talvez cerca de 200, e desses 200 talvez só uns 10% fossem mulheres (recordem-se deste pormenor para mais tarde). A Organização foi simples, mas esteve praticamente irrepreensível. Logo no briefing inicial avisaram-nos de que algumas das fitas sinalizadoras tinham sido retiradas, mas que tinham colocado alguém nas zonas que pudessem causar maior confusão. Foi das provas em que vi mais pessoal, sobretudo ciclistas, a colaborar ao longo do percurso, não houve por onde enganar e sentimo-nos sempre apoiados.

Foi também no briefing inicial que soubemos logo que este seria um trail rolante, sem necessidade de "molhar os pés" e outras aventuras, e isso notou-se logo nos primeiros quilómetros. Grandes estradões de terra, ainda por cima a começar a descer, o que puxou logo à velocidade dos atletas. Não é o que mais me agrade, mas uma pessoa entra na onda do pelotão e adere ao ritmo que pode. Mesmo assim, primeiros quilómetros na casa dos 5min. é rápido para o meu habitual.


Finalmente, por volta dos 3 ou 4km entra-se numa zona de carreiros, ainda por cima à sombra, o que me deixou mais contente.


Nesta fase, não via já ninguém nem para a frente nem para trás, tal a dispersão das diferentes velocidades que o início fácil provocou.


Correu-se grande parte do percurso junto ao rio (Nabão?), mas 4km de prova passados e ainda sem dificuldade maior que justificasse ter de caminhar e aproveitar para tirar umas fotos com mais cuidado à bonita paisagem, onde já se viu isto? :)

Finalmente, a primeira subida "à trail"...


É engraçado, porque eu odeio quase todos os momentos que passo a subir e refilo para dentro, ou para fora, depende da companhia, mas mesmo assim é das poucas vezes em que consigo recuperar alguns lugares na classificação, já que a velocidade não é o meu forte. Nas rectas, e sobretudo descidas, é sempre a vê-los passar! Não é que as subidas sejam o meu forte, mas ao menos sempre são o fraco de outras pessoas. :)

Foi também nesta subida que vi uma rapariga, cá das minhas, a agarrar num ramo caído e a utilizá-lo como bastão para ajudar a subir. Fiquei contente por saber que não sou a única a recorrer a cajados quando necessário (bastões xpto em carbono para quê?? Ihih...)  e trouxe-me logo memórias agridoces daquela prova que vocês sabem...

Mas por aqui havia muita água...

Ao km5, o primeiro abastecimento, com vista para esta casa peculiar.


Vim um pouco às cegas para esta prova, sem me ter informado sobre o gráfico nem sobre o número e localização dos abastecimentos... Neste caso resultou bem, mas confesso que sou do tipo de atleta que prefere saber ao que vai, e ter o oásis do abastecimento como meta e alívio psicológico, para aquelas alturas em que estamos na fase má.


Desta vez não tive fase má, tive fruta, marmelada e bolinhos em quatro abastecimentos no total, e ainda companhia que me incentivou a não parar de correr, inclusive nas partes piores...


Claro que na foto de cima o incentivo não foi suficiente para me fazer correr aquela subida toda, nem sequer metade, mas ficou a intenção e o power-walk (que basicamente foi caminhada, o "power" é só para enganar).


Ponte romana.
Vigias.

Nos últimos quilómetros começamos a passar pelas pessoas da caminhada, o que dá sempre um ânimo extra. Mesmo que já tenham passado mais de 100 corredores antes de nós e estejamos com ar meio morto, vamos sempre ser aplaudidos e incentivados como se fôssemos grandes atletas. Houve até uma senhora muito querida que, ao afastar-se para me deixar passar, exclama: "Ai menina, que corajosa!" Digam lá que uma pessoa não se sente logo um herói, neste caso heroína, num filme particular de acção e aventura?! (Confessem lá, não posso ser a única...). Só para ouvir estas palavras tão simpáticas já valeu a pena ter feito aquela prova.

Ao fundo já se avista o quartel, no qual iremos tornar a entrar, desta vez pelo portão das traseiras, para uma espécie de sprint até à meta, onde se é recebido com música e um bolinho entregue em mãos, como se fosse um troféu! Prefiro esta versão, embora o "troféu" não tenha durado muito, se é que me entendem... Durou uns 10 segundos, para ser exacta. Tivemos também ainda direito a um íman simbólico de finisher, que se encontra neste momento a enfeitar a porta do frigorífico cá de casa.

2h53 minutos, 25km, quase 100% a correr. E, desta vez, também quase 100% sem momentos negros. Foi um trail rápido e tranquilo, e cheguei a casa sem necessidade de pôr os Trabuco de molho.


E agora o final caricato: descobri depois que fiquei em 3º do meu escalão!!! Lembram-se de eu ter dito que eram poucas as mulheres a participar? (Não, também não eram só 3 no meu escalão, não sejam más-línguas....) Pois é, fiquei no pódio! :) Claro que isto apenas significa que as dezenas de mulheres que habitualmente ficam à minha frente não foram a esta prova, mas este trail vai ficar na mesma para sempre no meu coração por me ter proporcionado o primeiro, quiçá o último, pódio da minha vida! Obrigada, Trail Nabantino.


Para o ano conto voltar, fica apenas a sugestão de criarem uma prova de distância mais longa. 30km já não era mau... Caso me estejam a ler, pensem nisso com carinho, sim? Há ali muita paisagem bonita que merece ser vista e (per)corrida.

25 comentários:

  1. Cá para mim, ainda vou ler aqui que ficaste em primeiro numa prova qualquer. Tens tido uma evolução inacreditável. Só queria 1% da tua paixão... Beijo

    ResponderEliminar
  2. Parabéns! Não se ganham provas ficando em casa no sofá! Por isso ir a um pódio é sempre mérito de quem teve a coragem de participar e se esforçou!
    Lamento mas eu devo ter sido o primeiro a estrear um cajado como bastão quando na década de 90 terminei o primeiro Crosse da Serra do Açor fazendo a descida final, a pique em xisto molhado e com sapatos de estrada (não havia outros), a tremer de frio e agarrado a um pau!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. LiS: Em 1º não digo nunca, mas... Nunca, vá! :) A não ser que façam pódios para a paixão, como dizes. ;) Beijinhos e obrigada!

    Jorge: Estas tácticas já são muito antigas então, e eu a pensar que era a primeira... ihih :) No meu caso foi mais por causa do calor.
    Obrigada! Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns pelo teu pódio.
    Não interessam quantas estavam. Se as outras não foram, é porque não tiveram a coragem de enfrentar esta prova como tu o fizeste :)

    A minha terra é bonita, não é? E fico feliz que o teu pódio tenha sido lá :)

    Beijinhos e... hum... algo me diz que não será o teu único pódio :)

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Rute, por mais um trail e pelo pódio!
    Pelas fotos, parece ter havido paisagens bem bonitas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. João: Sim, é bonita, por isso é que precisa de um trail maior! :)
    Obrigada! Pela fé também. ;) Beijinhos!

    V: Obrigada! É uma das coisas boas disto, é raro correr por zonas feias. ;) Beijinhos!

    ResponderEliminar
  7. Olá Rute,
    Aqui está uma boa prova para iniciação, não muito longa, não muito a subir, talvez para o ano.
    bons treinos.

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  8. Diz lá que o Ribatejo não te marcou?
    Ele é Almourol, Tomar, aquela outra que não ma lembrã agora:)
    Muito, muito bom;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Elahhhh temos pro! Sim senhora, a subir a podios e tudo!

    Também já utilizei a técnica do cajado, duas vezes! É melhor do que ir apoiado nos joelhos nas subidas eheh

    ResponderEliminar
  10. Muitos parabéns! :D

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Parabéns pelo excelente resultado e respectivo pódio! Com treino e persistência conseguimos atingir bons resultados. E já agora que tal uma foto no pódio para eternizar o momento? Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Muitos parabéns!!! Uma classificação para recordar e repetir!
    Ir ao pódio não é para qualquer um(a)! Bem gostaria de um dia conhecer essa sensação (mas só se inventarem um pódio para os últimos eh eh :))
    Beijos e boas corridas!

    ResponderEliminar
  13. Que grande máquina estás! Parabéns Rute, um pódio...espectáculo..."foi um trail rápido e tranquilo"???...2h53min...pfff...quase 3 horas e foi curto e tranquilo....é o que digo tás um maquinão ;)
    Olha...pelas fotos parece-me que foi bem giro..acho que tb gostava deste....o problema é que gosto de (quase) todos, e tenho que ser muito selectivo :(
    Beijinhos e vê lá se começas a fazer trails mais longos por que 3h é pra meninos :P

    ResponderEliminar
  14. Um trail quase 100% a correr é coisa rara mas deve ter sido excelente e bom para variar
    Parabéns pelo pódio! Espectáculo!
    Beijinhos e continuação de boas corridas.

    ResponderEliminar
  15. Muitos parabéns! Um pódio é um pódio! Grande Atleta! Agora podias era ter escrito a distância, tive de ir cuscar o site da prova. :P Não sabia desta prova mas pela tua descrição parece-me um um trail de sonho: rolante e sem molhar os pés! :D
    Bjnhs!

    ResponderEliminar
  16. Manuel: Sim, para quem prefere trails rolantes esta é o ideal. Também a do Cabo Espichel, mais perto, era assim. Aconselho! Bons treinos

    jnr: Olha que para quem, vida pré-trails, tinha trauma com o Ribatejo (long story..), estou a recuperar! Ihih :) Também o do Zêzere, mas esse foi duro!! Para já não falar de... :)
    Obrigada! Bjs

    Filipe: Ahaha, pro, qué isso? Não há disso por aqui. :) A minha técnica a subir é linda, e inclui exactamente esse apoiar nos joelhos...
    Pelos vistos há por aí muitos outros "pastores" a revelarem-se... :)

    Bluesboy: Obrigada! :) Bjs

    ResponderEliminar
  17. Silvio: Não houve foto de pódio porque não sabia, nem estava à espera (óbvio), por isso fui logo embora! Só soube depois...
    Obrigada!
    E parabéns pela tua prova!! :)

    Paulo: Obrigada. Foi uma conjugação favorável de factores. :) Se aconteceu a mim também pode acontecer a ti (embora nos homens haja mais concorrência...) :) Obrigada! Bjs

    Carlos: Exacto, menos de 3horas, que é isso?! Pffff... :D Mas sim, soube a pouco e trails rápidos cansam muito! lol :)
    Obrigada, maquinon! :)
    Beijinhos
    PS: Também tenho esse problema de ter de ser selectiva.... :/

    Isa: Sim, é raro e ainda bem. lol :) Como este, que tenha feito, só o de Espichel, talvez. Obrigada! Beijinhos

    Rui: Já tinha dito a distância no post introdutório! lol :) Mas tens razão, devia ter referido neste também. Foram 25km.
    Obrigada! E parabéns pela tua conquista!! Bjs

    ResponderEliminar
  18. E acho que irás voltar sempre não?! Foste feliz e até ganhas-te um 3º lugar no pódio eheheh De certeza que esta prova ficará guardada para sempre no teu coração :D

    Muitos parabéns!!! :)

    Quando soube que tinhas ficado em 3º no teu escalão fiquei super contente :D
    Mereces :D

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  19. Piolha: Obrigada! :,) Sim, mais uma para o meu coração. Arga, Óbidos, Almourol... agora esta... qualquer dia não cabem lá todas! :) Beijinhos grandes!

    ResponderEliminar
  20. Espetáculo!! E as fotos são brutais! Parabéns! :)

    ResponderEliminar
  21. Ricardo: Obrigada. :) A maioria das fotos foram surrupiada... ãhh... gentilmente cedidas pelo amigo que me acompanhou, já que eu estava mais ocupada a respirar! :D

    ResponderEliminar
  22. Gostei muito de ler:
    ..."um trail rápido e tranquilo"
    ..."e só 3 horas a correr" ??
    ..."e quase 100% a correr" ??

    Pffff... ihihihi...

    Nice ! :D

    ...e mais uma bela descrição\relato de uma prova e com belas fotos. :)

    Parabéns pelo 3 lugar no escalão !
    (e mais não digo, porque sou logo acusado de qualquer coisa, e talvez com razão) :P



    PS:
    espero que o pódio não te suba á cabeça !
    olha que "craques e craquas" já á por aí muitos\as !!
    (não resisti) :P

    bjs
    ajb

    ResponderEliminar
  23. A: Obrigada! 3 horas a correr em trilhos é sempre pouco, sejam 15 ou 30km... :)
    Se eu nem ao pódio subi, não é o pódio que me sobe a mim. :) O lugar dos craque(a)s continua garantido, não sou eu que o tiro... ;)
    Bjs

    ResponderEliminar