4 de agosto de 2014

Perdida pelas matas de Óbidos

Este ano marquei novamente presença no TNLO, umas das provas que mais gostei de fazer o ano passado. Como a crónica do acontecimento ainda pode levar alguns dias (semana complicada) ficam com uma foto de "qualidade":

(Ao início ainda tentei tirar umas fotos com o telemóvel, nos momentos mais parados, mas ficavam todas assim, e desisti)

A história que se destaca da minha participação foi o facto de me ter perdido à grande e à francesa, a cerca de 3km do final. Sabem o que são 2km de engano, cansados, à noite, no meio do mato, juntando uma imaginação muito fértil...? São cerca de 15 minutos em que parece que somos protagonistas numa qualquer sequela de filme de terror dos anos 80, em que corremos e corremos, mas o assassino, em ritmo de descontra, está sempre lá, atrás de uma árvore, à nossa espera. (Imaginação fértil, como eu disse... :)) Felizmente foram só alguns minutos sozinha, até começar a ver alguns pirilampos ao fundo (atletas que também iam enganados) e se que juntaram a mim na busca do trilho certo.

Banda sonora da noite.

Bom, mais uma história para contar aos netinhos. Mas vocês não vão ter de esperar tanto tempo (espero!)

Assim, foram 28km, alguns minutos acima das 4horas. O engano levou-me a entrar por parte do percurso da Ultra, por isso, no fundo, acho que era o meu subconsciente a indicar-me o verdadeiro caminho. ;)


Boa semana.


14 comentários:

  1. Hehehe....acho que vou gostar desta crónica...leva o tempo que for preciso, esmera-te :)
    Beijinhos e boa semana

    P.S. Iron Maiden?? Sim senhor...like

    ResponderEliminar
  2. Carlos: Só te ris das "desgraças" tu!! Pff... :P
    Música adequada ao momento. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. E é essa imaginação fértil que gostamos de ler em cada crónica :)

    Beijinhos e, desde já, parabéns por mais uma prova bem superada

    ResponderEliminar
  4. João: Obrigada. A posteriori é sempre engraçado, na altura não. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Rute,
    Cá ficamos à espera do relato. Take your time :)

    Obviamente que a prova teria de ter alguma história para mais tarde recordar. Fazer quilómetros à borla é muito bom!!

    Vou-te dizer já para não me esquecer (queria ter dito em pessoa, e esqueci-me): já consideraste configurar os comentários, para aqueles que têm a opção de seguir as respostas e o resto dos comentários para quem assim o desejar?
    (No meu estaminé, tenho desses...)
    Ficava mais fácil para os leitores que querem saber as "respostas" :)

    Beijinhos e boa semana :)

    ResponderEliminar
  6. Ah, anda a Óbidos, aquilo é giro e coiso...pois...eu ainda lá andaria...claro que como qualquer filme de terror dos anos 80 ou 90 ( ahh Neve Campbell para onde foste???) eu seria o jeitoso que me safaris, ou o jeitoso é o que se fina primeiro? Agora fiquei preocupado e angustiado! Arga é de dia, certo? Que barulho é este???Eddie???
    Mas...que....

    ResponderEliminar
  7. Olha já aqui estava, nem tinha reparado! eheh Perdeste-te? Como é que é possível ter-te escapado um daqueles quadradinhos minúsculos fluorescentes?? eheh Por acaso tive sorte, andei quase sempre com uma referencia à frente (que também não se enganou). Andei foi até ao ultimo metro à espera do túnel do ano passado!

    ResponderEliminar
  8. Conta lá rápido o empeno... :)

    ResponderEliminar
  9. A tua frase final é lapidar. Quem te mandou fazer os 28km??? Ora, ora...
    Já me estava a imaginar a ouvir rastejantes e sentir barulhos esquisitos atrás de mim. Isso é que era correr!!!
    Aguardo!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Lu: Obrigada. Sem histórias para contar não tem piada. :)
    Eu até fazia isso que tu dizes, mas onde alteras? Acho que uma vez tentei alterar, mas não encontrei essa opção... Beijinhos!

    jnr: Eu estava mais a pensar no Jason, do Sexta-feira 13, parte 1324, e eu na minha curta participação de actriz secundária precocemente assassinada. :) Mas sim, é "giro". ;) Não percas é os teus amigos/colegas de equipa de vista. Lesson learned!
    Bjs

    Filipe: Eles já tinham anunciado que este ano "cortavam" a parte do túnel. por isso é que tiveste de andar a "escalar" nas muralhas do castelo, para compensar. :)
    Por acaso até achei que esteve sempre bem sinalizado, os quadradinhos é que são tão pequenos que, se numa curva, te distrais... :S Foi o que aconteceu.

    Sílvio: Vá, não foi tão mau como o do Monte da Lua... ;)

    RBR: Exacto, isso é que seria correr!! Mas depois não se vê nada e é uma porra... :D Cair e ficar lesionada ali no meio da escuridão também não seria agradável!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Cá para mim não foi engano nenhum... foi a vontade a falar mais alto ehehehe :D

    Ansiosamente á espera do relato creepy :D

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  12. Piolha: Antes fosse! lol :D
    Relato meio creepy, meio cómico. :)
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  13. Olá Rute,
    Gostei muito de ler estas ultimas aventuras, deve ter sido maravilhoso
    Mesmo não tendo feito nenhum comentário ultimamente não tenho deixado de seguir com atenção o teu blog.
    bons treinos

    Manuel Nunes

    ResponderEliminar
  14. Obrigada Manuel. Está a ser muito mais complicado escrevê-las do que fazê-las! :) Mas tem sido uma viagem maravilhosa, sim. :)
    Bjs

    ResponderEliminar