4 de fevereiro de 2015

FOMO dos Trails

FOMO - Fear Of Missing Out. Ou, tradução livre, o "Medo de Ficar de Fora".

FOMO é uma sigla usada para descrever a ansiedade social desta nova era tecnológica em que se sente a necessidade de partilha e presença constante, sob risco de perder uma grande experiência e/ou novidade.
Ora, eu, que não sou de partilhas sociais (eu sei que isto parece irónico vindo de quem tem um blogue, mas adiante), não faço ideia de quais os sítios que estão "in" e oiço os mái'novos falar de coisas como "Jajão" e fico "qu'é isso, alguma bebida?", e posso bem ficar sem ir à Internet um dia inteiro ou até, na loucura das férias, mais dias, pensava que estava imune a esta ansiedade comparativa em que temos medo de ficar sempre a perder e os outros é que se divertem.
Até que pus a mão na consciência e pensei. Péraí! Eu sigo os vossos blogues, devoro as vossas crónicas, em especial aquelas sobre corridas nos trilhos, fico a babar com as fotos nojinhas de locais lindíssimos em que algumas pessoas têm a sorte de treinar (vocês sabem bem quem são...), vejo vídeos de provas e montanhas de sonho, fico invejosa das provas a que vão e que são fantásticas e, que raios, até fico invejosa das provas a que vão e saem de lá de rastos (Trilhos dos Abutres, estou a olhar para vocês...) Acho completamente normal estarem acordados às 5h para um treino do Bagacinho, ou às 6h para irem seguir uns esquilos a Monsanto, ou até saírem às 21h para andarem à caça de Salamandras (para quem não está por dentro, todos estes são treinos reais, não estou a inventar para efeitos de narrativa) e vejo as fotos posteriormente publicadas e penso "estes sim, sabem divertir-se"...

- Olá, o meu nome é Emelie Forsberg* e tenho FOMO dos Trilhos. (Não confundir com "fome", o que também é verdade e acaba por dar no mesmo, mas estamos a falar de uma ansiedade séria, não nos dispersemos.)

* Toda a gente sabe que nestas reuniões de Dependentes Anónimos nunca ninguém dá o seu nome verdadeiro e eu escolhi este nome porque achei que soava bem. Uma escolha completamente ao acaso, claro. 

Respondam todos: Oláaaa Emelie Forsberg.


E é isto, tenho FOMO dos Trilhos. E ter FOMO dos trilhos é uma doença grave, porque, encoberta sob um véu de actividade saudável, esconde uma série de transtornos. Entre outros: acordar naturalmente mais cedo a um domingo de manhã do que durante a semana, aparecimento espontâneo de unhas negras e hematomas diversos, em especial nos membros inferiores, e cabeça inchada de tal forma que altera a percepção da realidade e nos achamos sempre capazes de feitos muito acima do actual estado físico (também conhecido por síndrome do Super-Sá).

Socialmente, não fico a salivar se comeram sushi ao jantar, nem pestanejo se partilharem uma fotos dos vossos pés nas areias brancas do Pacífico (a não ser que tenham uns ténis calçados), faço um like amigável às vossas noitadas de copos e danças, mas nem se atrevam a ir a provas de trail sem mim!! É isto que tenho para vos dizer.

Este transtorno é especialmente angustiante para pessoas que, como eu, não possuem recursos financeiros abundantes (vulgo pobretanas) e são obrigadas a escolher, sim ESCOLHER (vejam bem a crueldade e toda a ansiedade que ter de preterir uma prova em função da outra provoca), de entre uma miríade de provas. E nem me falem daqueles fins-de-semana em que são às duas e três provas no mesmo dia... (É por causa destas coisas que se devia apostar na clonagem).

Mas bom, brincadeiras à parte, já desde o ano passado estabeleci que uma prova por mês seria razoável dentro das possibilidades. E, com esse limite (flexível), sempre que posso tenho optado por zonas que não conheço, para poder aliar com a vertente "turismo". Tirando uma ou duas provas que quero mesmo repetir, serão esses os critérios que manterei este ano.

Depois de, por várias razões, não ter podido comparecer ao Trail de Bucelas, como anteriormente previsto, comecei a pensar em outras opções de provas para o mês de Fevereiro. Tendo ainda uns dias de férias por gozar do ano passado, não foi preciso pensar muito. Ganham-me sempre com fotos bonitas...

Portas de Ródão
Foto retirada daqui.

Sei que sou suspeita, mas a Beira Baixa é uma das zonas mais bonitas do país. As provas do Circuito Centro exploram-na muito bem. Não as posso fazer todas (aliás, a primeira foi logo em Janeiro), mas poderei estar presente nesta segunda etapa, em Vila Velha de Ródão. Sendo relativamente perto da minha Serra, vou aproveitar para uns dias de descanso. (Outro sintoma: achamos que "dias de descanso" é igual a correr 40+ quilómetros).

Parece que vai estar frio! E embora tenha esta visão idílica de estar a correr nos trilhos e começar a nevar, sei que na realidade existem coisas como hipotermia, perda de sensibilidade nos dedos e outras coisas menos poéticas com as quais não ia gostar de lidar. Pelo menos até ter equipamento em condições. Mas pode nevar no domingo, quando estiver em recuperação em frente à lareira, seria bonito.

De qualquer forma, espero que esta prova me corra melhor que a anterior... Talvez aquela lama reconheça as pisadas de uma filha da terra (se se estiver num raio de 100 km ainda se é considerado conterrâneo?) e seja meiguinha. Sim, vamos acreditar que sim.

Mais algum FOMO dos Trilhos e/ou Estrada Anónimo ou não tão anónimo por aí? Provas para breve?

44 comentários:

  1. Anónimo4/2/15

    Olá! O meu nome é Anton Krupicka! Também padeço de FOMO numa fase que, creio, está um pouco mais avançada que a sua; por exemplo, quando vou de carro e vejo alguém a correr, pergunto a mim próprio quem é e porque é que não me disse que ia correr. Essa sensação que exclusão social repete-se várias vezes ao dia, mesmo em dias em que já treinei. Apenas não sinto FOMO quando estou a correr e vejo algum companheiro a fazer o mesmo tipo de atividade física; nessas situações cumprimento, olhos nos olhos, e sigo o meu treino sem me sentir excluído.
    Boa prova em Vila Velha de Rodão; também marcarei presença e talvez nos vejamos... na partida. Parabéns pela qualidade da narrativa ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah :) Olá Krupicka (o seu nome não me é estranho, será que já nos cruzámos em alguma prova?) :)
      Partilho dessa ansiedade quando conduzo e, agora no Inverno, vislumbro um impermeável fluorescente a movimentar-se pelo passeio. Também acho de mau tom não me avisarem de que iam correr.
      Sim, é provável que apenas nos encontremos na partida, a não ser que sejas algum dos vassouras. :)
      Boa prova!

      Eliminar
  2. Oláaaa Emelie Forsberg

    Desejo-te uma boa prova em Vila Velha de Ródão e que saias de lá muito feliz. Isso irá logo acalmar a tua ansiedade.

    Beijinhos, Emelie :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, espero que sim! :)
      Beijinhos :)

      Eliminar
  3. Oláaaa Emelie Forsbergueeeeeeeeeee
    Eu vou ao Trail de Monsaraz (que é novo) - se na altura já conseguir correr 25 kms
    Se sobreviver depois venho contar...
    Boa prova para VVRodão, onde desde 2 de Janeiro me ando a roer porque queria ir BuAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGHHHHHHHHHHHHHH
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso agora é que é explorar o território alentejano, muito bem! (Por acaso é zona que conheço pouco). Que corra tudo bem, agora andas numa boa maré. :)
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Bom dia Dª Amélia (tamos em Portugal carago), eu tb sofro dessa coisa moderna mas num estado um bocadinho mais avançado que o seu...tanto me dá para o Trail como para a estrada..pronto...tá assumido...sim, sou doente e não quero ajuda, tou bem assim!!!!
    Quanto a provas, 1 por mês tb é a minha bitola....e a escolha é tão difícil :) ....boa prova no sábado...estarão lá dois do Gangue dos Pernetas...se os vires passa-lhes uma rasteira....eles andam a treinar tanto e bem, e eu nada...estou com uma inveja que nem os posso ver ....fazes esse favorzinho ao teu amigo doente??? Brigado...
    Em Março é que devias ir à prova do Circuito TC!!!! :):):)
    Beijinhos e boas férias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesse caso, podes chamar-me de Emília. Emília Ferraz. :D
      Acho que uma vez numa prova passei por um membro do Gangue dos Perneta. Ou melhor, ele é que passou por mim, mas isso agora não interessa nada. :) Em Arga.
      Mas, se os vir, empurro-os para uma poça e digo que foste tu que mandaste, tudo por um amigo doentinho. :) De nada.
      Também pensei ir a Vila de Rei, mas já me meti noutra em Março.
      Beijinhos!

      Eliminar
    2. ..Amélia é mais giro ;) ...não vais a Vila de Rei???? tsssss....fraquinha!!!!

      Eliminar
    3. Podes crer, bom, percebe-se, aquilo é só para duros!

      espera...eu estou a pensar ir...bom...

      Eliminar
    4. Amélia é definitivamente mais giro! (não fosse o nome da minha filha ehehe)

      Eliminar
    5. Beeeemmmmm.... Vamos ter de banir o Jorginho K destas reuniões, ai vamos vamos! Engraçadinho...

      Eliminar
    6. "Podes crer, bom, percebe-se, aquilo é só para duros" pareceu-me que estavas a duvidar das capacidades aqui da Emília para participar em provas de dureza! Não pode ser!! Sim, sou "fraquinha", mas não posso ler assim essas coisas, fico sensível. ;)
      Se não era nada disso, ignora. Claramente estou confusa e já nem sei qual é o meu nome anónimo. :)

      Eliminar
    7. "espera...eu estou a pensar ir...bom"
      Logo...
      Então...eu percebo, FOMO, FOMOA,OMD, Frost, Fosberg, Sá...desculpa, eu por vezes sou insensível, é o meu lado...duro! Ahah.
      Bjs, Menina que corre que se farta!
      Ass: Jorginho Fraquinho, aka, Jorginho que nem sabe no que se está a meter mas que vai a Vila de Rei vai ( versão TT).
      Bjs

      Eliminar
    8. Ó Jorginho Fraqu....ups....Krupicka....então vais a Vila de Rei? Boa....finalmente vou ver quem é o "bitaiteiro" que anda por aí a "bitaitar" pelos blogues de corrida fora ....já andava a desconfiar que não existias, que eras uma computador ...lol
      Abraço

      P.S. ...e continua a bitaitar à vontade que a malta gosta (pelo menos eu e o Moi-Même)

      Eliminar
  5. Olá! Que conselho darias a quem quer começar a correr trails?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Raquel. Não sou muito entendida para dar conselhos, mas se quiseres experimentar uma prova com o objectivo de te divertires e superares, acho que vais gostar muito. Para primeira experiência se calhar é melhor optares por uma distância curta (+-15km) e perto de casa. Informa-te sobre aquilo que vais encontrar (terreno muito técnico ou mais corrível, se vão ter de meter os pés na água ou não...) para ires preparada. Se gostares, o primeiro investimento será mesmo comprares uns ténis adequados ao trail, fazem toda a diferença.
      Ao contrário das provas de estrada, depois vais-te aperceber que não é sensato, nem possível (pelo menos para a maioria dos atletas) ires sempre a correr. Eu geralmente opto sempre por fazer as subidas inclinadas (e não tão inclinadas... :) ) a caminhar. Mas depois cada um encontra a sua técnica.
      Podes ler sobre a minha primeira experiência em trail aqui:
      http://vaicorrerlonge.blogspot.pt/2012/10/20-corrida-do-monge.html
      Beijinhos e boas provas!

      Eliminar
  6. Oláaaaaaaaaaa Emelie Forsberg , eu sou o Jorginho Krupicka e também tenho FOMO de trilhos mas o meu caso é ainda mais grave que o seu, se me permite, também tenho fome de trilhos!

    Sendo assim e depois de meses de rambóia fisica, vulgo, doi o joelhinho e por isso vou "descansar" e me tornar ainda mais robusto fisicamente, em especial devido ao estágio intensivo no Natal, decidi voltar ao cross-trêning (uso o máximo de estrangeirismos, é cool, fresco, como o tempo) e OMD, vê lá, correr!

    E sim, tem estado fresco às 6 da matina, até lava a alma, e os olhos que não param de chorar, é da velocidade, claro!

    Olha, vai estar frio,dizem, vai lá divertires-te para o Rodão, mas leva luvas, li por aí que por vezes dão jeito também para correr :)

    Quero ver se a partir de Março entro finalmente em ritmo de cruzeiro, aka, 1 (prova) por mês.

    Bjs, respeitosos, claro, Sra D. Emelie Forsberg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oláaa! Olha, outro Krupicka! É da família do primeiro FOMO anónimo que comentou? :)
      Bom regresso aos treinos. Eu nunca treinei com estrangeirismos, não sou adepta de ginásio, mas têm ar de ser pesados. Já correr... É uma abordagem nova, tenho de experimentar! :P
      Não me diga que também é daquelas almas que tem disciplina suficiente para ir treinar às 6h da manhã??!! Desenvolvo já aqui outra crise de FOMO aguda! Não foi para isso que criei estas reuniões... Humpf!
      Por acaso tenho uma luvas novas todas catitas, sim! Não sei se são de bike ou corrida, mas na prática vão ser 2 em 1. :)
      Estou um bocado preocupada com o frio, confesso, já que com tanta caminhad...ãhh... corrida lenta que faço, tenho tendência a arrefecer. Mas vou levar várias camadas e depois logo vejo. Wish me luck!
      Bjs, Sr. Jorginho Krupicka

      Eliminar
    2. Olá EMILIA (tás contente?), daqui "fala" o Charles Krupicka (primo em 3º grau do Antão Krupicka, 1/4 de irmão do Jorginho Krupicka e cunhado afastado do Anónimo Krupicka)...só para dizer que se te congelarem os dedinhos não te esqueças (como outros que andam por aí!!!) da técnica do meu amigo Perneta...

      http://papakilometros.blogspot.pt/2013/03/treino-no-gelo-e-maos-nas-nadegas.html

      ...mas por fvr, deixa-te fotografar quando estiveres a utilizar a técnica :):):)

      Beijinhos Emilia...

      Eliminar
    3. Ihihih :) 'Tava mais contente com o Emelie Forsberg, mas vós sóis uns puristas da língua portuguesa e uma pessoa já não pode escolher o nome ao acaso que lhe apraz. Mas se fosse Cátia Vanessa ou Jéssica Iara já achavam bonito!!! Pfff...
      Lol Caso tenha de recorrer a esses métodos, digamos, menos ortodoxos (não vou dizer se já recorri ou não, sou uma senhora) :) verifico primeiro se não há câmaras por perto, como é óbvio... Até olho para cima, não vá estar a passar algum drone! :D Hoje em dia tudo vai parar aos feicebuques, há que ter cuidado... :)
      Beijinhos Charles

      Eliminar
  7. Rute, acredita que não queres mesmo passar por uma situação de frio extremo durante uma prova. A hipotermia não é nada divertida, é assustador.
    Que tudo corra bem em Vila Velha de Rodão, isso é que é importante.~
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É claro que não quero! Espero que se tenha percebido isso pelo texto, e não o contrário. :)
      Obrigada, Isa. Beijinhos!

      Eliminar
  8. ahahah que post espetacular! Até hoje ainda não sei o que é o Jajão, acreditas? Apesar de já ter visto isso escrito uma data de vezes. Quando vejo alguma coisa muito partilhada faço tudo por tudo para não saber do que se trata. É uma boa maneira de nos mantermos sãos! Por falar em FOMO, estava vai não vai para me inscrever só para ter as medalhinhas todas! ahah MAs isso foi antes do reality check de Miranda do Corvo :) Ah, é verdade, LEVA LUVAS! ahah Boa prova, deve ser espetacular, a julgar pela primeira etapa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois eu, tive a (in)felicidade de saber o que era Jajão e, acreditas, a minha vida não ficou mais enriquecida por isso?!! :)
      Acho que até vou levar dois pares de luvas, pode ser que também possa ajudar alguém. :)
      No ano passado ainda estive vai não vai para me inscrever no CC todo... Mas nesse caso estava despachada para os primeiros 4 meses do ano em termos de provas!
      Obrigada, beijinhos

      Eliminar
  9. Boas tardes. O meu nome é Zé Queniano e padeço apenas de FOMOA - Fear os Missing Out Alcatrão. Mas derivado de andar a ler desde há alguns tempos inúmeros relatos epopeicos de gentes como aqui a sodona Amélia Ferraz estou tentado, mal a vida de pai me permita, a debutar-me num trail de distâncias mais humildes, até porque tenho uns "téni" vermelhos que os senhores da Salomon me enviaram e urge dar uso àquilo noutros contextos, que escorregam um pouco no alcatrão molhado.

    Saudações asfalteiras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oláaaa Zé Queniano.
      Parabéns pelo primeiro passo, que é assumir o problema, e bem-vindo ao grupo.
      Quanto ao "téni", não seja por isso que ficam com falta de uso. Quanto é que calça,? Pode ser que se encontre "alguém" com espírito de sacrifício para os testar. :P (Essa cor é que, pronto...)
      Saudações!

      Eliminar
    2. Eu calço o 7 (tamanho britânico). O "téni" não sendo um perecível, pode perfeitamente aguentar mais umas semanas sem uso (embora já os tendo estreado nuns curtos 8km. Conto em breve fazer uma review profusamente ilustrada dos ditos (são vermelhos, é certo, mas antes vermelho que encarnado :P)

      Eliminar
  10. Anónimo5/2/15

    Oláaaaaaaaaaa Emelie Forsberg
    (era assim não era?)
    Xiça, que esta menina não pára de bem escrever e sobre temas pertinentes!
    Até chateia, porque, assim, de repente, é mais uma obrigação… (deixa ver se a menina já escreveu hoje!!! Eh lá! e já são muitos os comentários!! Atão e eu?!)
    éh pá é chato…
    E eu chamo-me Sá pois então! Pedro António Emanuel de Carlos Sá e sou FOMO ou lá o que é!…
    E é tramado!! Então quando os vejo, fim de treino, enregelados, enlameados, e exaustos na milésima foto/selfie, (“igalhina” às outras 999!), com roupas e em figuras que não lembram a ninguém (assim de repente penso que só no meio dragqueen se assiste a explosão de cores e texturas luminosas minimamente comparável!), (e até luzinhas na tola tipo, estrela cadente em árvore de natal), mas com um ar (que não engana!) miseravelmente (isto sou eu a forçar a nota…) feliz!!! Eh pá tramado é apelido! É mesmo f*****! Eu devia lá ter estado! Deve ter sido fantástico! E aquele filho da mãe o “qué” que lá estava a fazer? Está a ganhar uma forma monstruosa é que é e eu, aqui,…vou para o meu canto… chorar mais um bocadinho e jurar a mim mesmo que a partir de amanhã (a sério!) trilho(*) dia sim dia não! Não! Trilho(*) todos os dias!!! E de manhã e à noite no mesmo dia (tipo táxi que é para manter o motor sempre quente). É certinho! E eu, depois, conto…
    Pedro, perdão… Pedro António Emanuel de Carlos Sá, assim é que é!...
    (*)Trilho do verbo trilhar, não o substantivo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oláaa Pedro António Emanuel de Carlos Sá (gosto de pessoas que se apresentam com o nome todo, dá logo um ar distinto) :) Bem-vindo ao grupo.
      Parece que somos muitos a sofrer do mesmo, andavam era escondidos, mas não podemos ter vergonha de assumir o que somos.
      Neste contexto, a comparação com o meio drag queen faz muito sentido, mas, atenção, drag queens que não têm medo de sujar as roupas e se arrastar na lama! Depois, conforme os gostos individuais, há os minimalistas ou os que gostam de se acessorizar da cabeça aos pés. É um bom objecto de estudo, vou estar atenta nas próximas provas! :)
      E referiste outro tópico sensível... Aqueles que andam por aí a correr SEM NÓS (como se atrevem?), seja num treinozito de recuperação de 5km ou numa prova de rebentar, claro que vão ficar umas máquinas supersónicas dos trilhos, enquanto que nós, em casa, quase que sentimos a forma a perder-se a cada segundo que passamos de rabo alapado no sofá. Enfim... Não é fácil. :)
      Bons trilhos! (o substantivo)
      Bjs

      Eliminar
  11. Olá! O meu nome é Jeropiga da Serra e tenho MOFO dos Trilhos. Sim, mofo! Já não vou trilhar há tanto tempo que já estou a criar um odor esquisito! Salivo quando vejo sushi e tal como tu tenho que ponderar muito bem as provas a que quero ir por falta de t€mpo. Ainda para mais quando queremos levar a namorada para ver os sitios giros por onde corremos e ainda acresce mais t€mpo na equação.

    Quanto a Vila Velha de Rodão, quero um relato exaustivissimo e cheio de fotos, para eu conseguir imaginar o que perdi.

    E como é, encontramo-nos em Piódão? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oláaa Jeropiga da Serra (és de que zona do país? Acho que conheço a tua família) :)
      Lamento desiludi-lo, mas está com negação de FOMO. Ora veja, ainda nem há duas semanas fez uma ultra pirata em trilhos, portanto não pode estar com MOFO... Esse é um sintoma muito comum, referido aqui no comentário acima, em que uma pessoa sente que está a perder a forma a cada segundo que passa fora dos trilhos...
      Mas junta-te a nós, sem medos. Temos barrinhas energéticas de vários sabores e roupa de compressão. Bem-vindo. :)
      Sim, talvez nos vejamos em Piódão. :)

      Eliminar
  12. Hello Emelie Forsberg !!!! :) É um prazer eheheh

    Desejo-te uma óptima prova... (ohhhh pa mim com inveja eheheh)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Igualmente. :)
      Obrigada. Lá nos veremos depois em Março! ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Olá, apresento-me, Paul "OnTheRoad", e também padeço dessa alteração. No meu caso manifestou-se tardiamente, mas com uma progressão galopante. Já fui ao médico e a receita foi: Vai correr que isso passa! Eh Eh!!
    Boa prova nas Portas do Rodão, Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ansiedade cura-se com a corrida. :)
      Obrigada. Foi uma óptima prova!
      Bjs

      Eliminar
  14. EXCELENTE TEXTO!
    Do melhor que já li até hoje na Blogosfera Corredora!
    Parabéns!
    Eu como já não tenho nem esqueleto, nem dinheiro estou curado dessa dependência.
    Mas ainda sofro um bocado a olhar para coisas que já não são atingíveis por mim e que tanto gosto.
    Mas vou dando as minhas corridinhas aqui pelo Ribatejo e quando o esqueleto deixa aperto com ele mais um bocado!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Jorge!
      O Ribatejo também é um bom local para umas corridinhas que curam a ansiedade de mais. :) E não esquecer todas aquelas que já foram vividas e que deixam grande memórias!
      Beijinhos

      Eliminar
  15. Pois eu também e sofro principalmente de inveja (que é um sentimento que nem sabia que tinha) por correr à noite, de madrugada, provas longe, longas, etc.
    Também eu sofro do meso mal da tesura, se não tanto eu como o meu fofo lá estariamos pelo menos uma por semana, como fizemos em tempos, agora? ai! ai! ... beijinho, fico aqui a roer-me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, parece que já somos muitos a padecer do mesmo mal! :)
      Beijinhos

      Eliminar
  16. Estou fã do vosso blogue. Um abraço com amizade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Paulo. Bem-vindo!
      Um abraço

      Eliminar