18 de março de 2015

Pedalar ao Domingo

I am the passenger
and I ride, and I ride
I ride through the city's backside
I see the stars come out of the sky
Yeah, they're bright in a hollow sky
You know it looks so good tonight.

(The Passenger, Iggy Pop)


No passado Domingo, em recuperação do treino de Sábado (que terá direito à sua própria crónica), fui fazer um passeio de bicicleta. A ideia era fazer pelo menos uns 20km e ir até onde me sentisse bem.



Ruas sem trânsito (automóvel) entre o Terreiro do Paço e o Cais de Sodré. Em compensação, era um engarrafamento de pessoas. Fartei-me de andar aos "ésses" e gastar pastilhas dos travões, mesmo quando na ciclovia...

Por acaso através desta foto não conseguem ter uma ideia muito fidedigna
da confusão que estava... :)
Passando o Cais de Sodré continuava a sentir-me bem, por isso fui pedalando.


Cheguei a Belém com mais de 19km feitos, a distância que tinha definido para o passeio. Como ainda tinha de voltar tudo para trás, digamos que acabei por dobrar os quilómetros pretendidos.

A minha velhinha Blackie e a Torre.
Uma pequena pausa para o primeiro gelado do ano enquanto assistia ao "mergulho" do HIPPO (o autocarro anfíbio) no rio. De vez em quando sabe bem sermos turistas na nossa própria cidade. :)

Na viagem de regresso comecei a acusar o cansaço. Vinha um vento frio de frente mas não podia abrandar porque estava a começar a anoitecer e não tenho luzes. A maior parte deste percurso está coberto por ciclovia mas, mesmo assim, não gosto de pedalar de noite.

No entanto, tinha que limpar o orgulho ferido no treino do dia anterior e continuei a dar com a força possível no pedal, mesmo quando o sol se começava a pôr e já nem sentia os dedos nem o nariz congelados, mesmo quando apanhei aquela subidinha final que tanto me custou nas coxas...

Fiquei sem bateria no gps quando já estava a chegar à Expo mas, tendo em conta os quilómetros de ida, e sendo o percurso de regresso praticamente idêntico, calculo que tenha sido um passeio de perto de 40km. A minha maior volta de bicicleta até à data! (É verdade, já fiz mais quilómetros seguidos a correr do que de bicicleta).

Estes passeios de bicicleta são uma alternativa que tento arranjar aos exercícios de reforço muscular que raramente faço. No entanto, por questão de tempo, ficam limitados a um dia por semana, geralmente ao Domingo. O que funciona em termos de recreação, mas é insuficiente em termos de complementaridade. Faltam duas semanas para o Piódão...

24 comentários:

  1. Muito bom, bela voltinha!
    Há cerca de dois anos também fiz mais ou menos essa volta, pela primeira vez, e tive essa sensação, dos ziguezagues e das pessoas que não se desviam :-(
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se há dois anos já estava a ciclovia toda concluída mas é verdade, são raras as pessoas que têm a noção de prioridade na ciclovia. Eu às vezes também as uso para correr, mas vou sem auriculares e de frente para o sentido, para poder desviar-me.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Ahhhh...fiquei logo bem disposto de inicio....Iggy Pop...bué de fixe!!! ..de resto já nem li, não li que fizeste 40km de bicla a atropelar a malta que anda a caminhar, que comeste um geladinho (que nojo), que chegaste a casa de noite e que não andas precavida com um frontal, que embora digas que lês o PK não lhe prestas a devida atenção (mãos nas nádegas, lembras-te? resolvia o problema...e não venhas com desculpas que tinhas que segurar o guiador, porque o gordinho do Piranha do Verão azul até gelados comia a andar de bicla sem colocar uma unha que fosse no guiador)...e pronto....acho que já chega de testamento...a culpa é tua...pões o Iggy Pop logo de inicio e eu empolgo-me :):)
    Beijinhos e Piódão vai ser um espectáculo!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah e agora lembraste-me tu o Verão Azul!!! Também era uma boa música para pôr nesta crónica, não tem é letra! ;) Mas o Piranha, e os outros, apesar de pedalarem numa zona de praia em época balnear, não apanhavam pessoas pela frente... Bons tempos. :)
      Beijinhos e... espero que sim! :)

      Eliminar
    2. Ena pá, o verão azul!!!!! Fantástico!

      Eliminar
  3. Excelente! A bicicleta é um excelente complemento para a corrida a pé.
    Durante 3 anos (enquanto esperava por um "conserto" a um joelho que me impedia de correr) fiz muita BTT e estrada. Era menino para fazer longos de 70 km de BTT ou 100 se fosse em em estrada e bicicleta de corrida (cicloturismo) as fins de semana e andava praticamente todos os dias. A minha maior distancia foram 160 quilómetros em estrada.
    Amo bicicletas mas os meus problemas de coluna não permitem usar a minha velhe BTT devido a uma posição de condução demasiadamente inclinada para as minha, desgraçada, coluna. Mas tenho de resolver isso e voltar a umas voltas de "bike" que as saudades são muitas.
    Recomendo a toda a malta que corre umas voltas de bicicleta só tem a ganhar com isso!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, gostava de conseguir pedalar mais vezes... Pode ser que agora com o horário de Verão consiga encaixar pequenos passeios ao final da tarde.
      A minha posição na bike também não é das melhores e devia andar com o selim mais alto mas... tenho medo quando não consigo pôr pelo menos as pontas dos pés no chão! :D :)
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Um avanço com desnível positivo ( claro, esta malta é só D+), um guiador curvo e sobreelevado fazem milagres à posição de condução e a uma posição menos agressiva.
      E é material que se encontra com facilidade em 2 mão.

      Eliminar
    3. Nã percebi nada, não fales comigo em bicicletês... ;)

      Eliminar
    4. Pois jnr eu entendi perfeitamente. Bicicletês é comigo! Eu quero fazer isso, aliás quero mesmo mudar o guiador e avanço de modo a ficar com uma posição de condução estilo "Lorde Inglês" direito que nem um fuso! :) Vai ser lindo é com vento de frente forte mas também com é só para dar uns passeios... Tenho mesmo fazer isso se quer andar de bike pois estou proibido pelo médio em andar de bicicleta inclinado e se tentar isto acho que quando sair de cima dela já não consigo endireitar as costas!

      Quanto há altura do selim a regras para isso Rute mas dá para dá para por as pontas dos pés no chão quando se para! Agora também se pode dar é o caso de o quadro (o quadro é toda a estrutura da bicicleta, ou seja se tirares as rodas os pedais, o guiador, as mudanças, enfim tudo fica só que se chama o quadro) ser grande demais para a tua altura. Pedalar com um selim baixo de mais alguém de prejudicar o rendimento da pedalada julgo que também é pior para os joelhos...
      Abraço e beijinho.

      Eliminar
  4. "Bicycle bicycle bicycle
    I want to ride my bicycle bicycle bicycle
    I want to ride my bicycle
    I want to ride my bike
    I want to ride my bicycle
    I want to ride it where I like"
    :)
    Mas a verdade é que o velhote que não aguenta schweppes lemon Dry ( a publicidade é fantástica, se não viste procura, ok, pronto https://m.youtube.com/watch?v=TW7QG8zmaxM) tem sempre essa boa onda.

    olha, eu adoro spinning, rpm, bem sei que é parvo estar num ginásio a pedalar mas quando posso sinto logo diferenças, os joelhos doem menos, o cardio melhora, até os gluteos, muito importantes nas descidas, ficam mais firmes :)
    Não é completo, claro, mas ajuda.

    Essa malta que anda nas ciclovias..., pior, ficam a olhar como se fossemos doidos...

    Bjs

    PS: quando precisares trocar de pneus de não troques por uns de estrada, mantém esses de btt, fazes mais esforço ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto dessa. ;)
      Lembro-me desse anúncio, acho que também passou por cá!
      Na única (e curta) vez que andei num ginásio também gostava das aulas de spinning. Aquilo era bem durinho e fartava-me de transpirar! Curiosamente, quando estava na casa dos meus pais tinha uma bicicleta estática... que servia, basicamente, de cabide! :)
      E quando as pessoas ficam ofendidas porque tu apitaste a alertá-las de que estavas a passar??!! :D Enfim...
      Bjs
      PS: Sabes que tirando o selim e o pneu de trás, a minha bike é toda de origem? Uma relíquia!! Mesmo que um dia compre uma nova não vou conseguir desfazer-me dela.

      Eliminar
  5. Olá! Realmente... "não bate a bota com a perdigota"..Ah e tal, muita gente e depois uma foto quase no deserto :) Entendo isso. As pessoas vêm um fio de sol e saem todas à rua...e fazem muito bem que a vitamina C é extremamente importante.
    40Km já é alguma coisinha. Qualquer dia ainda vais fazer uma prova de tt! Nunca digas nunca! Bem tu sabias há uns anos, que hoje serias maluquinha por trails!!!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, parece que fizeram de propósito e se afastaram todas naquela altura, só para me deixar mal! ihih ;)
      Aqui à beira-rio, sempre que o tempo está bom é um caos. Lá se vai o passeio relaxante de domingo... :)
      Naaa, tenho amor aos meus ossinhos! Preciso deles para correr! lol :D Mas não digo que não a uns passeios futuros de bicicleta pela serra.
      Beijinhos grandes

      Eliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. " é o mesmo que substituir um naco na pedra , por um hamburger de tofu"... :D :D Lovit!!! Acho que vou passar a usar essa frase em várias temáticas, u have been warned. :P

      De resto, quem falou de dores nos joelhos?? Eu acredito que, da forma que pedalo, não faça muito bem... Mas também não ando assim tanto de bicicleta. De resto, se estiveres bem posicionado, desculpa lá, mas faz um músculo do caraças (não é o meu caso :P) e músculos mais fortes protegem os joelhos. (Podes confirmar. Usa o google, que toda a gente sabe que é uma fonte fidedigna... :P)

      Beijinhos e vai fazer agachamentos! ;)

      Eliminar
    2. Eu falei em dores nos joelhos!

      Atenção ao tipo de dor.

      E à posição dos joelhos nos pedais, altura do sellim, posição geral na bicleta (estrada, btt, estática, eliptica...).

      No meu caso, que não tenho (bato na madeira) problemas ósseos, a questão é apenas o esforço colocado sobre as articulações e musculatura, tendões...

      E nestes casos o reforço muscular, gémeos mas principalmente quadriceps, diminui o esforço das articulações, principalmente nos joelhos.

      Agora, há lesões que o andar de bicicleta piora e muito a dita lesão.

      Também falo em causa própria :)

      E sim, melhor era eu voltar finalmente ao peso recomendado...

      Bjs e abraços

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  7. E na recuperação de provas, costumas andar? Toma a gente me diz que é o melhor. Mas eu não tenho paciencia nenhuma para andar de bicicleta :\ Já o substituir os exercicios de reforço muscular...bem, estou com o ajb ehehe Ah, e sim, definitivamente mais quilómetros a correr que de bicicleta! eheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso já aconteceu pedalar no dia a seguir a uma prova. Mas, lá está, eu vejo o meu pedalar como "passeio".
      Beeem... vocês não me venham dizer que pedalar monte acima não faz músculo!!! Pelo menos dores musculares dá. :P
      Para mim, o problema de andar de bike é que, ao contrário da corrida, que não me importo nada de fazê-lo sozinha, para grandes pedaladas só com companhia.
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Olha, aí está uma atividade que eu gostava de fazer mas não tenho tempo disponível no meu calendário. Boa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é mais horas de sol... :)
      Obgd, bjs.

      Eliminar
  9. Também gosto muito de andar de bike :)
    Volta e meia eu e o Vitor vamos passear para a ciclovia entre Cascais e o Guincho e adoramos.
    Vais ao Piodão? Ai que inveja da boa! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também é uma zona fixe. Tenho de ir lá passear de bike um dia destes! :)
      Sim... Já estou na fase de apreensão... :D
      Beijinhos

      Eliminar