27 de maio de 2015

No trilho das cascatas


"I went to the woods because I wished to live deliberately, to front only the essential facts of life, and see if I could not learn what it had to teach, and not, when I came to die, discover that I had not lived."

Henry David Thoreau


Foi o FOMO, esse maldito, que me fez ir em busca das Cascatas de Anços. Decidi, depois de ver pela 2436ª vez um amigo partilhar fotos do local, que estava na hora de juntar o útil ao agradável e fazer um treino por lá. Afinal, fica aqui tão perto, não era propriamente um desejo assim tão difícil de realizar, não havia por que ficar mais tempo na lista do “Um dia…”. Um dia vou/um dia faço…, essa lista tão extensa, rasurada, e constantemente acrescentada ao longo da vida.

Assim sendo, dia 23 foi o dia. Local: Cascatas do Rio Mourão, um afluente do Lizandro, junto à aldeia de Anços.

Deixei o carro em Montelavar e seguimos pela estrada em direcção a Anços. Tinha preparado um track que partia da Mata Grande mas que acabou por não funcionar, por isso tivemos de nos manter no caminho “oficial”, pois tinham-me dito que chegando a Anços começaria a ver placas a indicar o percurso, e assim foi.
Depois de a aldeia nos saudar com uma pequena subida,


foi só seguir as setas.



Começámos a descer em direcção ao rio, cujo caudal já escutávamos ao longe, e passados cerca de 3km do início do treino damos com elas.


 As cascatas.



Acabou por ser bom passarmos por lá tão cedo, já que não estava ninguém e deu para tirar fotos à vontade. Imagino que à tarde, tendo em conta o calor que fez nesse dia, já não fosse bem assim.






Depois, como tínhamos ainda a manhã toda pela frente e sem destino definido, fomos à aventura.





Mantivemos-nos junto ao caudal do rio enquanto deu e depois passámos para um estradão em terra batida e pedra que se iria prolongar uns bons quilómetros.


Este caminho irá levar-nos até à caricata Aldeia da Mata Pequena que não reconheci logo mas foi local de um dos postos de abastecimento do Trail da Ericeira.



Estando lá, ainda tentámos recriar o percurso da prova a partir daí mas, meses depois, o trilho estava cheio de vegetação e não dava para passar. Como íamos com cerca de 8km de treino, a decisão foi seguir até Igreja Nova e aí “fazer a curva”, tentando regressar sem repetir o mesmo percurso.
Num café que não me lembro o nome mas que se deveria passar a chamar “Km10”, porque o gps marcava 10km certinhos quando estávamos a entrar, fez-se então o primeiro PAC (Pára, Alimenta-te e Conversa).

Daqui para a frente, e porque desconhecíamos alternativas, grande parte do regresso será feito por estrada, felizmente com trânsito escasso, coisa que me começou a afectar um bocadinho devido à ausência de sombras e ao calor que se fazia sentir. Por sorte, íamos passando por várias aldeias com fontes fresquinhas a cada esquina, que eram uma visão do paraíso para mim. Tentei não falhar uma. Há quem faça a rota das tascas, eu faço a rota dos chafarizes!


Um espécime à moda antiga e ainda funcional.

Tive também a surpresa de tornar a passar pelo Penedo do Lexim, um Monumento Natural de origem vulcânica, pelo qual também tinha passado no Trail da Ericeira mas a que na altura não dei a devida atenção. Desta vez acabámos por o escalar e aproveitar para fazer ali outro PAFC (Pára, Alimenta-te, Fotografa e Conversa).

Vista panorâmica do cimo do Penedo.

Finalmente, depois de alguns “desvios” em que é possível termos trespassado propriedade privada de forma involuntária, avista-se a placa a anunciar Anços e, repetindo os quilómetros iniciais, chegámos à meta, em Montelavar, concluindo o treino de 24km.

Foi um treino muito bom. Não foi especialmente técnico nem duro (abaixo dos 700m D+, cerca de 1250m acumulado), mas conheci um novo sítio e revisitei antigos e esquecidos. Além disso, fui obrigada, mais uma vez, a gerir o desgaste (sobretudo mental) que é para mim correr na estação quente, o que, esperemos, me irá preparar para desafios futuros. Embora suspeite que nas provas não vá haver chafarizes frescos de 500 em 500 metros para me refrescar…  


PS: Vocês não sabem (e acho que ele também não... J), mas eu e o Papa Kilómetros andamos numa competição pelo pódio dos treinos mais "mete-nojo"! Ele, numa versão mais internacional, eu, numa versão O que é Nacional é Bom. Por enquanto, ele leva ligeira vantagem porque recorreu ao golpe baixo de partilhar também as iguarias gastronómicas. Mas não perde pela demora quando eu começar a partilhar fotos dos meus piqueniques... Me aguardem.

38 comentários:

  1. "Acabou por ser bom passarmos por lá tão cedo, já que não estava ninguém e deu para tirar fotos à vontade" - Querias escrever, claro, "deu para nos banharmos e ficarmos no "jiboianço" descansados e sem melgas!"

    A tua competição com o PK (a tua introdução fez-me lembrar aquela questão da infância...ela é minha namorada, não sabe, mas é!) é muito renhida. ele realmente joga de uma maneira muito agressiva, entre pilseners, bolas de gelado e nem comento o resto...torna-se dificil, realmente.

    Ainda por cima ele parece bom rapaz...é do Porto, enfim, mas se queres mesmo saber a tua foto nº 7 do "Chamemos-lhe uma espécie de duatlo" é definitivamente umas das mais espetaculares e bonitas que tenho por esta blogosfera adentro visto.

    Estou para ver como fazes um piquenique com isto...http://3.bp.blogspot.com/-SXMnzzPKtx4/VWB9-1efefI/AAAAAAAANME/oXk6W_X0Bms/s400/20150519_212155.jpg

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ihihih :) Não, por acaso desta vez não houve mergulhos e jiboianço, era muito cedo. :) Se fosse mais para o fim do treino... ;)
      Na infância só me lembro dos papelinhos a dizer "Queres namorar comigo? Sim, Não ou TALVEZ" lol Adorava a parte do "talvez", mostrava capacidade de perseverança.
      Pois, é uma competição um bocado desleal da parte dele... :) Realmente não posso levar um gelado desses todo catita para um piquenique, mas posso fotografar um sixpack de mines a refrescar na corrente do rio, que achas? Dando-lhe um toque artístico, há hipóteses?? ;)
      Tenho uma foto tirada nesse exacto local e treino, um pouco mais à frente, que é agora o meu wallpaper. Essa paisagem arrebatadora pela sua grandeza em comparação com o pequenino que somos... Também gostei muito.
      Bjs

      Eliminar
    2. Isso, ponham-se com converseta como se eu não estivesse por aqui... ignorem-me... "mi aguardem" - ler com sotaque brazuca :)

      Eliminar
    3. Ahhh...e não queiras começar uma "guerra" de six-packs, mines e afins ... na escrita não tenho a mínima hipótese, nas fotos dou luta, mas nas mines ganho-te - olha, juntando tudo dá empate :)

      Eliminar
    4. Beeemmm, ai é assim?? Vai ser uma disputa Super Bock vs. Sagres? :) Tens razão, não sei se aguento, sou fraquinha. :P Empate seja. Por enquanto... ;)

      Eliminar
    5. Mines??? Competição de mines sem mim!!! AHAHAHAHA
      Muita graça, MESMO!!!
      AHAHAHAHA

      Eliminar
    6. Bolas, assim começo a ficar sem hipóteses!!! :)

      Eliminar
    7. Olhem...eu distraido....mas pode ser sagres, estrella damm e ... em honra do PK e suas viagens, voll-damm, Bock Damm, pronto, duvel, leffe...

      Menina, corta com sevenup ;), shiuuu

      Eliminar
    8. "Panachê"??! Numa competição de "mines"??? Não exageremos... :P

      Eliminar
    9. Já só faltava cá a RBR ... pessoal, é meter a viola ao saco ... não temos qualquer hipótese, nem a mais pequena .. aquela malta de Pampilhosa não dá hipótese ...se vissem uma foto que vi de uma noitada de mines por aquelas bandas ...xiiii.... já fomos :(

      Eliminar
    10. Hélder Jorge, adoro Leffe... a bruin com aquela espuma cremosa por cima, em copo balão gigante ....nhamm ... da última vez que a bebi foi à umas semanas atrás no aeroporto de Bruxelas ... uma das grandes (estava com sede, que queres???) ... até fiquei zonzo ... fraquinho :)

      Eliminar
    11. Vai gozar com o cara go!
      Hadestermuitosamigosdessaformadesvesseteapanhonumtrail,logoàpartidaaindatepassoumarasteira;)

      Eliminar
    12. Haja alguma coisa onde vou ganho!!!

      Eliminar
  2. Ehehehe, venham as fotos dos piqueniques!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. As fotos dos teus treinos são uma delícia! E não há dúvida: uma das melhores maneiras de explorar novos sítios é corrê-los. Ultimamente até tenho ido mais longe e aproveito para correr sempre que tenho que ir pôr uma carta aos correios ou comprar pão ou comprar bilhetes de comboio. Sinto que já devo ter ultrapassado uma linha que não devia ter, sobretudo quando dou comigo a correr com um pão de forma debaixo do braço :P
    Gostava de te perguntar como fazes com a orientação nos teus treinos de trail. Ir assim à aventura por uma floresta adentro ou uma serra acima é muito aliciante mas de certo que há algum trabalhito logístico? O teu relógio GPS permite descarregar rotas prévias e depois segui-las ou faze-las tu mesma? Sempre que vou à descoberta de sítios novos, mesmo em cidade, tenho que escrever as ruas todas onde cortar num papelinho e levá-lo na mão... não me parece que este seja o método mais sofisticado (até porque nas florestas não há ruas assinaladas...). Gostava de saber mais sobre isto da orientação, qualquer dica é benvinda :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ihihih Agora fizeste-me lembrar os parisienses que eu via a passearem na rua com as baguetes debaixo do braço! :)
      Quanto aos treinos, sim, o meu gps tem essa opção de seguir uma rota. Posso usar alguma que eu própria já tenha feito (como escrevi aqui: http://vaicorrerlonge.blogspot.pt/2015/03/segue-o-track-colares.html) ou então alguém enviar-me uma em formato gpx, que eu depois passo para o meu Garmin.
      Neste caso das Cascatas de Anços tinha um track que me enviaram, mas à última hora não consegui passá-lo. Assim, fiz só uma ligeira pesquisa no dia anterior no google maps, para ter uma ideia, e depois foi "à aventura". Claro que nesta zona (Sintra/Mafra...) o "à aventura" é relativo, porque acabamos sempre por ter alguma referência.
      Mas agora tenho ideia de explorar novos sítios e sim, tentarei ir sempre com track. Gosto de explorar, mas inevitavelmente acabamos sempre por ir dar a trilhos sem saída ou que se tornam intransitáveis... O que não é mau nos dias como este, em que não há pressa, mas não funciona tão bem quando temos tempo limitado. E, claro, se estivesse sozinha, em zonas que não conheço nunca iria sem algum conhecimento/estudo prévio.
      No caso das cidades e estradas é mais fácil. Mesmo não tendo essa opção do gps, podes sempre consultar sites como o gpsies.com e estudares os trajectos lá disponíveis.
      Espero ter ajudado alguma coisa. :)
      Boas corridas!

      Eliminar
    2. Aaaah certo, então não é preciso (e por alguns comentários ao post que linkaste, nem recomendável) que o relógio mostre mesmo o mapa do trajeto, basta a bússola. É que eu andei a pesquisar os Garmins e quase nenhum mostrava mapa GPS, estava a achar estranho. Fiquei bastante curiosa com essa funcionalidade, estou quase quase rendida ao trail :)
      Obrigada pela ajuda!

      Eliminar
    3. O meu modelo é o 410. Penso que há modelos superiores (e mais caros!) que mostram um mapa mais completo. Assim também dá para seguir bem o percurso, tens é de olhar com mais frequência em zonas de cruzamento, para confirmares que não saíste de rota. É giro, parece uma prova de orientação. ;)
      De nada!

      Eliminar
    4. Mapas, mapas, apenas o novo €pix e os modelos "maiores" para uso em caminhada, btt (Dakota, EDGE...)...

      os outros têm uma espécie de "trilho" marcado...

      Eliminar
  4. Bonitos sítios!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Oláááááá...cá estou eu :):):) .... gosto deste tipo de treinos, assim à descoberta. Esta semana já fiz um assim - estou na Alemanha, numa zona que não conhecia .... já estás a ver o que te espera :):):) ... voltando à tua posta, mete-nojo à grande, mesmo ...belas fotos ...podemos considerar empate??? .. e só não ganhas, porque te "esqueces-te" de colocar uma que eu cá sei :P (bhhhlecccc.... aarghhh ou qualquer coisa do género) ;)
    A luta continua ....
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é verdade, "esqueci-me"... ;)
      Mas tu agora é só "viages", pah?! Assim não tenho descanso, todos os fins-de-semana obrigas-me a sair para locais novos e lindos para correr. Não se faz! :P O que vale é que tenho cartadas na manga. Como disse, me aguarde... :)
      Empate! :)
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Os sítios por onde passaste são mesmo espetaculares!!! Fazes o que gostas e ainda por cima com esses extras, és uma sortuda, mulher! Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (L) Verdade. É um privilégio.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Sim não estou a gostar disto!!!
    Uma pessoa entra no PK e é mete nojo à fartazana!!! Entra aqui e é mete nojo.....

    Estou amuada!!!! :D

    Me aguardem pelo fim de semana!!! uahhhahahaahaha :)

    ADORO .... essas fotos metem uma inveja daquelas!!! :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, não sei se aceitamos mais gente na competição! Este é um pódio que tenho mesmo hipótese de conseguir, não me lixem!!!!! :P
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Mas o que vem a ser isto cara...go :) ... tb tu ó "Piolha"??? Vá, mais respeitinho pelos velhinhos, metam-se com alguém da vossa idade....
      Beijinhos

      P.S. Estou a chegar de um "treinito" de 20km, daqueles de sair sem rumo, sem conhecer a zona, à descoberta.... tenho montes de fotos, mas tenho umas que vão matar a competição ... acho que não aguento até ao fim de semana.... acho que as vou publicar daqui a bocadinho :):):)

      Eliminar
  8. :) :) :) Note to self: comprar uma máquina nova. E minis pretas...E arranjar sítios secretos para correr...Grrrrr ca raiva, só me apetece correr ali...
    Olá, olá. Os sítios que tu descobres com a tua mente criativa... que belo treino, mas há algumas fotos que trespassam algum calor :)
    Bom, nada melhor que terminar um treino na cascata.
    Bons treinos e corridas
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também queres entrar na competição de mines? :) Com o tlm também se conseguem boas fotos (no meio de outras tantas desfocadas...)
      Imagina o sol a bater naquele estradão clarinho... Uma maravilha!! Not. :) Mas faz parte. E era mais inteligente as cascatas terem ficado para o fim, mas depois se calhar já não se conseguiam fotos sem "emplastros"... os sacrifícios que se fazem pela arte... ;)
      Beijinhos, bons treinos!

      Eliminar
  9. Estes treinos com diversos tipos de "paisagem" , pisos , ritmos , ambientes , e ir á "descoberta" , só não são os meus favoritos...
    ... , porque gosto muito de treinar na minha serra de Sintra e nas minhas arribas e praias , habituais !! :)

    Continuação de boas e frescas descobertas e bons treinos...

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. There's no place like home... Continuação de bons treinos na tua serra e arribas!
      Bjs

      Eliminar
  10. De um lado mete-nojos, do outro mete nojos. Ok vou remover estes dois blogs dos favoritos... :P
    A Cascata de Anços é um local fantástico. Já tive o prazer de conhecer e só posso dizer que pelas fotos não é tão espectacular. Todo o seu local é muito bom...
    Bons treinos a todos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh :) É uma "partilha de ideias". ;)
      Sim, as fotos nunca fazem justiça aos locais. Por isso é que, depois de verem neste ou noutro blogue, aconselho a irem lá também!
      Obrigada e volte sempre! Para a semana há mais "novidades"... :)

      Eliminar
  11. Sem nunca ter ido, tenho conhecido Portugal somente por fotos e blogs como o seu :)

    São lindas paisagens quem valem a pena correr como se não houvesse amanhã.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, há sempre pequenos paraísos perto de casa para descobrir a correr.
      Obrigada pela visita. :)

      Eliminar