7 de março de 2016

Nova incursão a Sta Eufémia e Isto de treinar Parte II

Esta semana voltei à "rampa" que amo e odeio de igual forma: a subida de 1km e pouco que liga São Pedro a Santa Eufémia.


Como a ideia era fazer um treino curto, mas com algum desnível, não só a subi uma vez, como a tornei a subir uma segunda vez e ainda uma terceira, mas esta última por outro caminho que já só apanha os 300 metros finais.

No muro junto ao cruzeiro.

Sim, a ideia foi simultaneamente corajosa e parva. Da segunda vez que a subi já tive de fazer grande parte a caminhar, mas nem por isso custou menos, já que quis manter um bom ritmo.

A vista do miradouro.

Felizmente, na segunda volta fiz um amigo que me acompanhou na subida e parte do trajecto de regresso.

Com quatro patas é batota!

Ao contrário dos cães dos quintais, que começavam a ladrar mal passava, este cão estava a dormitar à beira do caminho e viu-me chegar. E viu-me chegar... e continuou a ver-me chegar. Levei tanto tempo até chegar ao pé dele, que ele teve tempo de levantar-se, espreguiçar-se, vir buscar-me, cheirar-me, e começar a correr, ou melhor, caminhar, à minha frente.

A chegar à ermida de Santa Eufémia.

De vez em quando parava e olhava para trás como que a dizer: "Anda lá, despacha-te!" e certamente a pensar: "Estes bípedes são uns fraquinhos..."

"Deixa-te de fotos e corre, mas é!"

Na brincadeira, acabou por ser uma distracção e uma ajuda. Foram 8km e 440 metros D+. Custou, mas fiquei contente por ter feito.


Com 200 metros de "corrida de obstáculos".

Este treino teve um propósito. É claro que treinaria por ali de qualquer forma porque, como vocês sabem, gosto muito de Sintra e dos seus bosques e recantos encantados. Mas, em qualquer outra circunstância, nunca de livre vontade e em pleno uso das faculdades mentais iria repetir aquela subida só porque sim. Primeiro, porque custa para caraças e, segundo, porque não sou fã de estar sempre a passar pelo mesmo sítio, repetir várias vezes o mesmo trajecto no mesmo treino. Esta incursão a Santa Eufémia vem no seguimento do programa de treinos que abordei na crónica anterior.

Como sabem, decidi não só estrear-me nos três dígitos, como fazê-lo na maior montanha de Portugal continental (como também sabem, foi uma escolha feita com o coração e não com a cabeça...). O desnível vai ser, se não a maior, uma das maiores dificuldades. Portanto, é impreterível que inclua elevação nos meus treinos. Além disso, independentemente do percurso do OMD ser diferente do ano anterior ou não, devido ao local de partida os primeiros quilómetros são obrigatoriamente a subir. Sei que muita gente prefere apanhar logo grandes subidas de início, enquanto tem as pernas frescas, mas comigo não é assim. Por isso é que estes treinos por Santa Eufémia são importantes. Ali, partindo do largo de São Pedro, é logo a subir desde o início, e bem. A ideia é voltar lá algumas vezes e tentar fazer com que vá ficando cada vez menos difícil. Depois ponho-vos ao corrente.

A par disto, e como faço parte dos 98% de corredores que mais depressa sai para correr durante 2 horas do que faz 15 minutos de abdominais ou flexões, decidi que tinha de fazer um esforço para ser mais disciplinada. Quer-se dizer, na última ultra fiquei mais dorida dos ombros, porque me pus a dar aos braços com mais força e me apoiei nas coxas na subidas, do que das pernas! E nem vamos falar mais do facto de não conseguir fazer uma elevação completa... (Bom, também nunca mais tentei, se calhar agora já consigo... Cof cof... Mas vou esperar mais umas semanas para tentar outra vez! :) )
O ideal seria estar inscrita num ginásio, já que me obrigaria a ir com mais frequência, quanto mais não fosse por estar a pagar. No entanto, essa não é uma possibilidade de momento. Tenho feito em casa e por vezes na rua, no final do treino, embora não com a duração e frequência ideais, mas melhor do que há uns meses, que era quase zero.
Às vezes chego ao fim do dia e vejo que não fiz nenhuma actividade e penso: "ok, 10 minutos é melhor que nada" e faço uns quantos exercícios em modo Tabata. Utilizo esta página para regular o tempo e número de repetições em casa, mas também existem algumas aplicações para telemóvel, o que é útil para poder realizar os exercícios num jardim ou numa praia (como já fiz), no final de um treino mais levezinho. Para mim torna-se mais fácil, e menos monótono, do que estar a contar repetições. Depois há dias, infelizmente raros, em que faço uma sequência de exercícios mais demorada.

Sei que faço muito pouco comparado com o que devia/poderia fazer, mas tem havido progresso. Quando fica difícil, penso no motivo porque o faço. É isso que me tem mantido motivada nestes últimos tempos.

E vocês, como estão nessa preparação? 2016 está cheio de aventuras bem desafiantes para grande parte dos amigos blogo-corredores.


Boa semana!

26 comentários:

  1. Ei cum caraças ... rampas, reforço muscular e afins. Tenho mesmo que começar a treinar. O que me vale é que eu tenho mais algumas semanitas do que tu :P .... tic, tac, tic, tac.
    Correr até tenho corrido bastante, não sei se o suficiente ou não, e com bastante desnível e em trilhos, sempre que possível. Agora reforço que é bom (não é nada) e importante é que nada (ou quase nada) ... eu acho que só vou lá se me inscrever mesmo num ginásio, até Agosto. Mas a vontade é zero!!
    Gostei desse treino, mas acho que devias ter feito mais duas repetições, 16km com 800md+ é que era :P .. e gostei do teu novo amigo, especielmente do ar calmeirão de quem está a fazer isso com uma pata às costas :)
    Beijinhos e diverte-te em Vila de Rei

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para a próxima faço 8km na mesma, mas ainda mais desnível. ;)
      Pensa numa sequência de exercícios e depois fá-los em modo tabata a seguir ao treino. É curto mas eficaz.
      Houve mudança de planos e já não vou a VdR, vou voltar à Lousã!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Eu tenho tentado fazer os "TPC do dia" daqui (http://dicasdosalgueiro.pt/) Acaba por ser interessante visto não ocupar muito tempo, e serem exercícios diferentes ou com estrutura de execução diferente. Torna-se menos monótono e apesar de curtos acabo cada dia bem dorido.

    Beijinhos e bons treinos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela dica!
      Se bem que, com o "TPC" de hoje, acho que nem chegava à segunda parte dos burpees... :D
      Beijinhos e bons treinos

      Eliminar
  3. Assim mesmo, treinar especificamente. E em vez duma lebre, tiveste um cão!

    Força para a continuação da preparação para o grande dia!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um cão-lebre! ;) Não tinha pensado nisso. :)
      Força para ti também! Animo!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Só cá vim porque tinha fotos fofas de cãezinhos, nem um gatinho, mas pronto.

    Olha, instalei uma app dessas, há umas "interessantes" da HardFox mas confesso que nunca usei.

    Animo para o que aí vem, eu este ano apenas quero voltar à forma que sei que consigo ter mas que anda longe.

    Bjs

    PS:
    #tamosjuntos :)
    É o segundo comentário que se foi...e o da posta anterior também foi, enfim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os gatinhos não são tão fãs do trail running, parece-me... ;)
      Essa da Hard Fox não conheço. Há várias apps de fitness interessantes, mas confesso que ainda não explorei muito esse mundo.
      O comentário deu-te erro quando publicas, ou publicas e depois não aparece? Já não és o primeiro a referir esse problema e às vezes acontece-me o mesmo com as respostas, sobretudo se estiver no tlm... :\
      Bjs #tamosjuntos :)

      Eliminar
    2. Acho eu que comentei na posta anterior.

      Se não o censuraste e não aparece deu erro, foi no telemóvel.

      Neste aqui o comentário foi limpo mas porque mudei de separador para ver uma coisa e quando voltei ...puff, mais uma vez no notsosmart?phone.

      Bom..a menos que...censuraste?????

      Lousã? Tu dalhe!

      Bjs

      Eliminar
    3. Deve ser o lápis azul do blogue, usaste alguma palavra proibida? Como "lesão" ou "dieta sem hidratos"? ;)
      Nope, não fiz censura, se comentas pelo tlm deve ser disso, que às vezes também tenho esse problema. Mas o meu é dumbphone!:)
      Sim, Lousã! Preciso do desnível e gostei muito daquela serra. Vamos lá ver como vai ser "voltar aonde fui feliz", desta vez. :)
      Beijinhos

      Eliminar
    4. Precisas de desnível? Vila de Rei tem 3000mD+, os Pernetas tem 1.500m em 29km (davas duas voltas) e essa subida tem 400m em 8km .... subias e descias 10x e ficavas com ...hmmm ... noves fora .... &%//(&# ... hmpfff ... é só fazer as contas :P

      Eliminar
    5. Tem 400m porque só a subi 2x! :P
      Olha que os Trilhos dos Pernetas até calha bem no "calendário" para um último treino longo. :) É para considerar (mas só 1 volta e meia):P

      Eliminar
    6. Tá dito, tá dito ... as inscrições ainda não abriram, mas já tás na lista. Agora desenrasca-te!!!

      Eliminar
  5. Essa subida dava-me imenso jeito! Por aqui são poucas e de fraca qualidade.
    Projectos para 2016 não tenho! É só ir correndo, ou pedalando, por ai e tentando gerir os empenos do esqueleto que são mais que muito!
    Correr com dorsal já faz pouco a minha praia mas se o esqueleto estiver para ai virado pode ser que volte a fazer uma "maluquice" mas sozinho :)!
    Bons treinos, beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atão e a reta da Compal???

      Passei lá este fim de semana (de carro, claro ) e não consegui parar de rir, tudo por causa dos comentários do Jorge.

      Abraço

      Eliminar
    2. Uma "maluquice"? Depois quero ler sobre isso lá no Último Km! :)
      Beijinhos, Jorge.

      Eliminar
    3. jnr a recta da Compal NÃO, a subida da Compal! Mais respeito por favor senão ainda me vou queixar ao Filipe Torres! :)))))

      Eliminar
    4. Exacto! Subida! Claro e óbvio!

      Agradeço a correção, que imprecisão a minha!! :) :)

      Eliminar
  6. O ano passado a 1ª subida foi muito mais longa pois fomos diretamente à torre e este ano penso que do Vale do Rossim descemos em direção a Manteigas. Este ano a SUBIDA vai ser aos 60km de Alvoco da Serra à Torre em que subimos +/- 1300m em 3.5km. Mas não há de ser nada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse o espírito! ;)
      Sim, lembro-me de falarem dessa subida. Vão manter o mesmo percurso? Tinha lido que estavam a explorar algumas alterações.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Não estou informado de alterações, mas quase que aposto que a subida de Alvoco fica. Eu só a fiz uma vez e de pernas fresquinhas demorei 1h10min, mas mesmo assim ia-me dando uma coisinha má :)

    ResponderEliminar
  8. Oooh, esse cão foi adorável :D Também quero um, só passo por cães que ou são maus ou não gostam de mim :P
    As subidas são sempre aquela coisa horrível... Então em trail! Mas é preciso treiná-las, principalmente se, sei lá, se for fazer uma prova de mais de 100km em trail e com um desnível puxado (como podes imaginar, não falo de ninguém em particular... ;)) :)
    Adorei o 'Ñ' na citação. Nunca é de mais misturar abreviaturas modernas com clássicos da poesia :P De qualquer maneira é adequado - geralmente essas abreviaturas usam-se em mensagens, porque não n'A Mensagem'? :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheh, sim, o cão foi uma companhia simpática. :) Já lá voltei e ele lá estava no seu cantinho a dormitar, mas desta vez já não lhe apeteceu correr. :D
      Também reparei logo no abreviatura!
      Quem vai fazer 100km?? Ñ sei do que falas... ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Grande ideia! Acho que para semana tenho treino de rampas em Sintra.
    Depois da maratona tenho de meter nas pernas altimetria para os 42 kms do Gerês.

    Uma pessoa vem para aqui só para ver as fotos mete nojo e acaba por aprender qualquer coisa.

    Bons treinos e boa prova

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Santa Eufémia dá um belo treino de rampas. Daquelas para fazer a correr, mas muito dura! 1,3km e 200m D+.
      E não é preciso ir para o meio da serra para ter sossego e vistas bonitas.

      Eliminar