20 de abril de 2017

Olá, há quanto tempo! Como estão?

- "Então e, entretanto, posso continuar a correr?".

Aparentemente, esta é a primeira pergunta que se faz quando vamos ao médico e saímos de lá com a descoberta de alguma maleita. Neste caso, uma anemia ligeira. 11g/dL de hemoglobina, quando os valores normais para uma mulher se encontram entre os 12 e os 16g/dL. A médica disse que, como corro, pode acontecer este tipo de situação. Teríamos de confirmar a causa e depois tornar a fazer novo teste. Foi então que surgiu a minha questão. A resposta:

- "Bom, se calhar, entretanto é melhor ir com calma."

Nesse fim-de-semana estava inscrita para a ultra de Vila de Rei... Womp womp...

Como já estava tudo marcado acabei por ir na mesma (#sensatez #not), MAS fiquei-me pela distância mais curta (#domalomenos). Ou seja, fui na mesma, mas na ideia de ir fazer apenas 23 km, em ritmo de passeio. Claro que o Território de Vila de Rei não é nenhum passeio, independentemente da distância, mas sempre foi melhor do que ir desgastar-me durante um dia inteiro. Na altura tive perfeita noção de que conseguia terminar a ultra, se fosse necessário, mas a que custo? Ainda assim, andei (foco na palavra "andar") por lá quase 4 horas, mas o que me deixou tempo suficiente para ver chegar os primeiros classificados (esta prova fazia parte do Campeonato Nacional de Ultra Trail e apurava directamente os dois primeiros classificados - masculino e feminino - para representar a selecção no Mundial de Trail a realizar-se em Itália) e fazer de claque ao restante pelotão, coisa de que gosto muito.

Trilho das Cascatas - Vila de Rei.

Março acabou por ser, forçosamente, muito parco em exercício. Fiz sobretudo caminhadas e um ou outro passeio de bicicleta. Passado um mês, alguns exames e alterações alimentares depois, tornei a fazer o teste sanguíneo e os valores já se enquadravam nos considerados normais. Agora terei nova consulta de controlo daqui a três meses.

Caminhadas.

Em Abril regressei gradualmente aos treinos e até cheguei a participar num trail (curto!), o Cork Trail. Apesar da preocupação e do óbvio retrocesso, regressei com muito mais vontade. Confesso que, de certo modo, fiquei aliviada por saber que o cansaço que sentia desde há uns meses não era apenas preguiça e ronha, tinha uma explicação médica. Apesar de ter noção dos meus limites como atleta, estranhava o facto de o "regresso à forma" estar a ser mais demorado do que o normal e alastrar-se ao desânimo que até me tirava a vontade de vir para aqui escrever sobre as minhas aventuras.

Cork Trail.

Neste momento já noto um aumento de energia e, tal como disse, isso reflecte-se na minha vontade para treinar. Nestes dois últimos meses nunca cheguei a estar afastada dos trilhos (quando não se pode correr, caminha-se) mas comecei a sentir falta de puxar um bocadinho mais por mim. Eu, que nem gosto de treinar, só de correr conforme me apetece, imaginem! Além disso, tenho tomado mais atenção à minha nutrição que, confesso, era coisa a que nunca liguei muito. Como sempre gostei de comer e nunca tive falta de apetite, não me preocupava. Não faz o meu género contar calorias e analisar minuciosamente a tabela nutricional dos alimentos, mas vou passar a tomar mais atenção ao que como, sobretudo durante e após o exercício (a minha maior lacuna).

Óbvio que tudo isto me fez reavaliar os meus objectivos próximos, mas depois falarei sobre isso. Entretanto, vou aproveitar esta nova vaga de energia para terminar a crónica de Vila de Rei que ficou pela metade há mais de um mês e escrever a do Cork Trail. Este blogue é o meu diário de corridas, não pode ficar incompleto! Como é que me vou lembrar das provas que fiz, quando for velhinha? :)

Ah, e gostei de vos ver. ;) Já tinha saudades.

16 comentários:

  1. Tinha que haver uma explicação e aí está ela.
    Com anemia, a vontade para se mexer um dedo fica muito reduzida...
    Felizmente que não era com valores demasiadamente anormais.

    Força para uma eficaz recuperação, o que parece estar a suceder

    Beijinhos

    ps - E sim, tínhamos saudades dos teus textos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que agora, sempre que me sinto cansada em algum treino, penso logo que a anemia voltou!!! :) Nunca comi tantos bifes.... ihihih ;)
      Obrigada. :)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá, bom dia, a Menina é quem?

    Tenho uma vaga ideia de ter ligo umas coisas mas foi há tanto tempo que...vou ali tomar um Memofant e já venho.

    (...)

    Ahhh, certo, pois então a menina estava anémica???

    Ouvi dizer que beterraba cozida é brutal para se levar como abastecimento numa Ultra, ouvi, porque nem anémico nem Ultra corredor.

    Efectivamente essa malta qe corre, e que corre muito, tem que ter muito cuidado na alimentação e associamos o cuidado apenas ao "calorie counter" mas não é só (no meu caso é mas isso seria outro blogue).

    Assim, "energisaytelá" e vai contando por aqui o resto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Agora que se te lembraste ;), pois, é verdade, entre outras coisas, a anemia não ajudou. Agora é ir controlando isso.
      Já tinha visto batata cozida nos abastecimentos (inclusive batata-doce) e até achei boa ideia, mas beterraba nunca tinha ouvido falar. Infelizmente não gosto muito, só consigo comer nas saladas, no meio dos outros vegetais todos!
      O bom disto é que me fartei de ler sobre o assunto (na googlepédia, que, como todos sabemos, é de confiança ;) ). É engraçado estudar as diferentes visões nutricionais.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Aí está a explicação da tua recente desmotivação. E felizmente a recuperaste.
    Boa recuperação e as melhoras!

    Aguardo por essas crónicas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá João.
      Sim, a anemia não ajudou, numa fase complicada. Agora espero voltar com mais regularidade, senão as crónicas das provas começam a amontoar-se!
      Obrigada. :)

      Eliminar
  4. Ainda bem que se encontrou a justificação. Agora é recuperar, mas disso estas farta de saber :)
    Ainda bem que voltaste, gosto muito de te ler.
    Andei há pouco tempo por essas bandas, as paisagens são simplesmente fantasticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Alex. Obrigada. :)
      Andaste por Vila de Rei? Por acaso não conhecia a zona, e foi uma das razões porque não quis faltar. Gostei muito. Têm trilhos muito bonitos (como este das cascatas) ali a 1 km do centro da vila. Para o ano quero fazer os kms todos a que tenho direito! :)

      Eliminar
  5. Olá!
    Toca a manter essa hemoglobina em níveis confortáveis!
    Como dito anteriormente, a beterraba é alimento a ter em conta na recuperação. Em sumo, crua (ralada), cozida ou assada no forno (a minha favorita)! Claro que depois temos aquelas surpresas coloridas, nos momentos de eliminação! Mas também dizem que rir é o melhor remédio, portanto é só ganhos!

    Beijinhos, resto de boa recuperação e boas corridas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Bom, já és a segunda pessoa a referir a beterraba assada no forno, portanto acho que lhe vou dar uma hipótese! Fica tipo batata-doce? (Diz que sim) :) Quanto a sumo de beterraba... Já tentei e... NÃO! Não consegui mesmo. O sabor é demasiado peculiar, digamos assim. Também pode ter sido da marca que provei (não era daqueles naturais, feitos no dia).
      Obrigada!
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Beterraba, espinafres e feijão, têm todos bastante ricos em ferro. Mas não te esqueças de facilitar a absorção do mesmo, via consumo de vitamina C (citrinos, ananás, kiwi, por exemplo).
      Beterraba no forno, não fica com a consistência de batata doce, sorry, mas porque não assar beterraba e batata doce? :) (Esta última é bem capaz de assar primeiro e faz bem a qualquer maleita!)
      Menina, sumo de beterraba de pacote? Nah, nah! É comprar o tubérculo, preparar e beber na hora!
      Eu tenho sorte de gostar do sabor peculiar, mas dado que precisas de repor a hemoglobina, aqui vai uma pérola: não é para gostar, é para beber! :) Fazes um penalti da coisa e logo a seguir outro de sumo de laranja (de pacote? Nah, nah...laranjinha espremidinha na hora)! :D

      Eliminar
  6. É levar sempre uma folha de alcatra à cintura nos treinos, que estás aqui, estás a apta para o iron (wo)man :P

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol :))) E depois os cães?? Sabes que não tenho pernas para sprints! :P
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Bem temperado de véspera com vinha-de-alhos, não há bicho que lhe pegue :P

      Eliminar
  7. Olha quem ela é ... sabes, vou-te confessar que até me estava a dar jeito não vires aqui escrever muito porque como o tempo aqui escasseia, e eu não gosto de perder pitada deste cantinho ... foi bom (desculpa a sinceridade :P). Pronto ... o que importa é que tás de volta e ainda tens uns dias para te por em forma, pq a coisa não é pra brincadeiras :)
    Beijinhos e até breve

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, ok. :) Confesso que sabia que andavas ocupado e fiz de propósito. You're welcome! :P
      Tenho de ir pôr as leituras em dia! :)
      Beijinhos

      Eliminar